segunda-feira, 5 de abril de 2010

Graciosa com espaço TIC itinerante “Passaporte para as Novas Tecnologias"



O Secretário Regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos inaugurou, esta tarde, na Luz, a carrinha “Passaporte para as Novas Tecnologias – Espaço TIC Itinerante”, um projecto inovador a nível nacional e regional, que pretende percorrer as freguesias da ilha para garantir acessibilidades à cultura científica e tecnológica.

A carrinha adaptada, inaugurada no âmbito da visita de Governo à ilha Graciosa, procura responder a dois objectivos estratégicos, por um lado promover a divulgação do potencial das TIC’s nas comunidades mais isoladas da Região, tanto numa perspectiva territorial como numa perspectiva social; e por outro dinamizar o desenvolvimento e a utilização profissional, educacional, lúdica e social das TIC’s na Região, contribuindo para a integração dos indivíduos na sociedade da informação.

Segundo José Contente, esta viatura com material informático e didáctico a bordo, vai disponibilizar aos jovens e à comunidade em geral a possibilidade de contactarem, directa e gratuitamente, com diversos equipamentos e materiais tecnológicos, “abrangendo sobretudo as populações mais carenciadas e os residentes locais mais isolados e afastados dos centros populacionais, oferecendo-lhes condições de acesso generalizado à informação e a recursos comunicacionais através da Internet”.

O projecto “Passaporte para as novas tecnologias – Espaço TIC Itinerante da Graciosa”, iniciativa da Associação Cultural, Desportiva e Recreativa da Graciosa (ACDRG), é uma unidade móvel, estruturada para funcionar como Espaço TIC e Biblioteca itinerantes, capaz de se deslocar a todas as localidades da Graciosa, disponibilizando aos cidadãos os seus recursos e implementando actividades divulgativas das TIC e da leitura.

Perante a elevada dispersão e reduzido efectivo populacional que caracterizam a ilha, a criação de uma estrutura itinerante de divulgação científica e tecnológica, é encarada, na opinião do governante, “como uma indiscutível mais-valia para os seus habitantes”, projecto ao qual, a partir de agora, se poderão associar várias entidades, através de parcerias de colaboração, para a promoção da cultura e divulgação científica e tecnológica, acrescentou.

Promover a utilização da Internet e dos meios tecnológicos como instrumentos de quebra do isolamento individual e comunitário e a integração das populações na Aldeia Global e na Sociedade da Informação e do Conhecimento; combater a infoexclusão nas camadas sociais mais carenciadas e em comunidades isoladas; transferir know-how tecnológico aos indivíduos e às associações de base local, são apenas alguns dos desafios a que este projecto pioneiro na Região se propõe concretizar.

O secretário da tutela comparou este projecto, inovador a nível nacional, com o antigo autocarro associado ao projecto Calouste Gulbenkian, “semelhante mas com objectivos diferentes. Nós queremos, juntamente com a ACDRG, a difusão da cultura científica e tecnológica pelas freguesias, mas também que se dêem novos conteúdos a este tipo de equipamento, que vai permitir não só a integração da rede de leitura, como também dar novos ‘passaportes’ de conhecimentos a nível ambiental, direitos dos consumidores e outros assuntos fundamentais para a cidadania do século XXI”, afirmou.

A Secretaria Regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos investiu 60 mil euros na concretização do projecto “Passaporte para as Novas Tecnologias”, para a aquisição e adaptação de uma viatura ligeira do tipo mini-van para implementação do Espaço TIC e Biblioteca itinerantes que, a partir de hoje, se deslocará a todas as localidades da ilha da Graciosa.

“Não queremos que ninguém fique excluído, pelo contrário, queremos cada vez mais cidadãos esclarecidos e conscientes das potencialidades das tecnologias da informação e comunicação. E por isso nós estamos a fazer um grande esforço para que os açorianos percebam que vale a pena apostar neste tipo de projectos, porque representam o futuro, as novas oportunidades e até a resposta aos desafios que a economia global no coloca diariamente”, acrescentou José Contente depois de visitar a carrinha, conhecendo as potencialidades que ela oferece.



GaCS/VS

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo vosso comentário