terça-feira, 30 de agosto de 2016

Festas de Nossa Senhora da Luz 2016



Publicado por: George Correia

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Temporada Artística 2016 dedica fim de semana à ópera na Ilha Graciosa

O Governo dos Açores, através da Secretaria Regional da Educação e Cultura, promove sábado, 6 de agosto, pela 21H30, no Centro Cultural de Santa Cruz da Graciosa, a realização do espetáculo "La Serva Padrona", pelo grupo Bruma Ensemble, no âmbito do fim de semana dedicado à ópera da Temporada Artística 2016.

"La Serva Padrona", composta por Giovanni Battista Pergolesi quando tinha apenas 23 anos, com texto de G. A. Frederico, marcou o aparecimento de um novo estilo de escrita musical que, mais tarde, foi também adotado por Mozart nas suas óperas.

Este foi um 'intermezzo' de tão grande sucesso que, apesar de a sua estreia ter sido a 5 de setembro de 1733, ainda hoje é apresentado nos mais famosos palcos de ópera do mundo devido ao seu caráter humorístico e acessível a qualquer público.

A obra conta a história do aristocrata Uberto que, cansado da impertinência da sua criada Serpina, decide casar para não precisar mais dos seus serviços, mas a jovem, com a ajuda de Vespone, outro criado, engendra um plano para convencer o patrão a casar-se com ela, podendo assim realizar o sonho de se tornar patroa.

O agrupamento Bruma Ensemble, composto por jovens músicos dos Açores, visa divulgar a música erudita e motivar todos os que gostam de arte e desejam seguir uma carreira na área.

A Direção Regional da Cultura informa que este e outros eventos estão disponíveis para consulta na Agenda Cultural do Portal CulturAçores, no endereço eletrónico www.culturacores.azores.gov.pt.



GaCS

Publicado por: George Correia

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Programa de festas de Nossa Senhora do Livramento e Santa Quitéria (Fonte do Mato, Graciosa 2016)





Publicado por:  George Correia

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Museu da Graciosa inaugura exposição "Mestre João Alberto - no reino dos barcos"

A Direção Regional da Cultura, através do Museu da Graciosa, promove hoje a inauguração da exposição intitulada "Mestre João Alberto – no reino dos barcos", organizada pelo Museu do Pico.

Na senda da tradição e da herança dos grandes construtores navais dos Açores, Mestre João Alberto das Neves assume-se como a sua última grande referência em Santo Amaro do Pico, a capital açoriana da construção naval em madeira no século XX.

Com esta homenagem a Mestre João Alberto revisita-se também a memória de todos os mestres, contramestres, carpinteiros e restantes trabalhadores que participaram na epopeia da construção naval em Santo Amaro e na ilha do Pico.

Esta exposição, que estará patente até 11 de outubro, pretende dar a conhecer a obra notável de um Açoriano genial, o Mestre João Alberto das Neves, um homem comum, dotado de uma excecional capacidade de trabalho e de uma extraordinária capacidade de gestão, autor de uma obra invulgar absolutamente impressionante, quer pela qualidade rara do seu trabalho, quer pela sua dimensão.


A Direção Regional da Cultura informa que estes e outros eventos estão disponíveis para consulta na Agenda Cultural do Portal CulturAçores, no endereço eletrónico www.culturacores.azores.gov.pt.



GaCS

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Governo dos Açores vai intervir na orla costeira dos Fenais, na Graciosa

O Diretor Regional dos Assuntos do Mar afirmou hoje, na Graciosa, que está acompanhar a evolução da erosão da orla costeira dos Fenais, na freguesia de São Mateus, assegurando que “a obra de proteção necessária vai ser executada”.

Filipe Porteiro falava durante uma visita ao local, acompanhado pelos presidentes da Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa e da Junta de Freguesia de São Mateus, para avaliar a extensão e a gravidade das derrocadas registadas recentemente.

“Existe a necessidade de intervir no local, dado que a erosão está a pôr em risco algumas casas”, frisou o Diretor Regional, acrescentando que “a intervenção na zona mais afetada, junto a uma moradia, está a ser preparada pela Direção Regional dos Assuntos do Mar, em conjunto com a Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa”.

No seguimento da derrocada que fez com que “a crista da falésia recuasse consideravelmente”, os técnicos do Parque Natural de Ilha e da Câmara Municipal de Santa Cruz já se haviam deslocado ao local, tendo a Direção Regional dos Assuntos do Mar solicitado também ao Laboratório Regional de Engenharia Civil (LREC) uma vistoria, que decorrerá quinta-feira, para avaliar a sua estabilidade.

Filipe Porteiro salientou que “o projeto de intervenção para o local terá em consideração a informação técnica que será produzida perante esta nova derrocada”, que ocorreu num local adjacente a um enrocamento existente na base desta falésia.

O Diretor Regional afirmou ainda que, para além da vulnerabilidade natural da falésia dos Fenais à erosão, existem várias condutas de descargas de águas pluviais que “estão a afetar a estabilidade desta falésia”, considerando-se, por isso, “necessário construir descarregadores que levem a água até à base”.

Anexos:




GaCS

Publicado por: George Correia

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Campanha de sensibilização sobre Segurança no Mar realiza-se quinta-feira na Graciosa

A Direção Regional das Pescas participa quinta-feira, na ilha Graciosa, numa ação de sensibilização sobre Segurança no Mar, através da disponibilização de formadores e da embarcação FORMAR, de apoio à formação profissional do setor das pescas.

Esta ação, promovida pela Associação de Pescadores Graciosenses, decorre entre as 14h00 e as 18h00, no cais comercial e no porto de pescas da Praia, com um programa que inclui a simulação de salvamento no mar, a demonstração da utilização de material pirotécnico e de coletes de salvação, a demonstração do abandono do navio em caso de acidente e o uso da balsa salva-vidas.

“A segurança no mar é crucial para a sobrevivência dos pescadores”, afirmou o Diretor Regional das Pescas, frisando que “estas ações são importantes para a atualização de conhecimentos adquiridos pelos profissionais da pesca aquando da realização das suas formações, quer no acesso à categoria de Pescador, quer no acesso à categoria de Arrais de Pesca”.

Luís Costa salientou ainda que “a Direção Regional das Pescas está a preparar um plano, a implementar no início do próximo ano, com ações de divulgação e de sensibilização em todas as ilhas do arquipélago sobre Segurança no Mar”.

Segundo a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), atualmente existem em todo o mundo cerca de 30 milhões de pescadores a trabalhar a bordo de cerca de quatro milhões de embarcações de pesca, das quais 98% têm um comprimento inferior a 24 metros.

A Organização Internacional do Trabalho estima que, a nível mundial, se registem no setor da pesca cerca de 24 mil vítimas mortais por ano.



GaCS

George Correia

sábado, 25 de junho de 2016

Atividade sísmica registada ao largo da ilha Graciosa

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) informa que, segundo o Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA), tem vindo a ser registada atividade sísmica desde as 10H28 de hoje numa região epicentral localizada no mar, entre 9 a 11 quilómetros a oeste/sudoeste da ilha Graciosa.

Até ao momento foram registados 28 eventos, todos de baixa magnitude, tendo o mais forte ocorrido às 10H59, com magnitude 1.5 ML na escala de Richter.

Não há informação de qualquer evento ter sido sentido pela população.

O CIVISA continua a acompanhar o evoluir da situação, emitindo novos comunicados caso necessário.



GaCS

Publicado por: George Correia

terça-feira, 21 de junho de 2016

Governo dos Açores vai requalificar Porto da Folga

O Conselho do Governo decidiu avançar com obras para melhorar a operacionalidade do Porto da Folga, na ilha Graciosa, e requalificar a zona envolvente, numa intervenção que prevê a regularização do piso, a reparação das duas cabeças da rampa de varagem e a pintura de muros e paredes.
Com esta medida, o Governo dos Açores prossegue a sua estratégia de melhoria das condições de trabalho e de dignificação da profissão de pescador.

A decisão foi hoje anunciada pela Secretária Regional da Solidariedade Social, Andreia Cardoso, na apresentação do comunicado do Conselho do Governo, que reuniu na Graciosa no âmbito da visita estatutária a esta ilha.

Relativamente ao setor agrícola da Graciosa, o Governo dos Açores decidiu proceder à elaboração do projeto para beneficiação dos caminhos rurais da Fajã e das Guardas, num total de 1,4 quilómetros, através da pavimentação e construção da rede de drenagem.

Trata-se de duas vias importantes para a agropecuária local, complementares à rede viária gerida pelo Serviço Florestal da Graciosa. 

Esta intervenção representa um investimento de cerca de 200 mil euros que beneficiará 63 hectares de pastagem e 25 empresários agrícolas.

Ao nível das estradas regionais desta ilha, o Executivo decidiu elaborar o projeto para a requalificação do cruzamento entre as estradas regionais n.º 3-2.ª e n.º 2-2.ª - Canada Longa com Caminho de Cima -, na freguesia de São Mateus, incluindo a reconversão de um terreno da Região em zona de lazer e a criação de espaço para parque infantil.

Foi decidido ainda elaborar o projeto de reabilitação e alargamento da Estrada Regional n.º 1 – 2.ª, nos Terreiros, incluindo reperfilamento dos muros de limite existentes em pedra seca, visando proporcionar a uma zona de franco crescimento comercial melhores condições de estacionamento e segurança a quem circula na via pública.

Na área da saúde, o Governo dos Açores autorizou a contratação por tempo indeterminado de um técnico de farmácia, tendo em vista assegurar a resposta às necessidades permanentes de serviço na Unidade de Saúde de Ilha da Graciosa.

Na solidariedade social, foram deliberadas várias medidas, entre as quais a atribuição à Casa do Povo de Guadalupe de um apoio de cerca de 20 mil euros para a melhoria das instalações da instituição, afetadas por um incêndio em 2015.

O Governo dos Açores decidiu ainda aumentar, em mais de 70 mil euros, o apoio correspondente à comparticipação financeira anual à creche O Balão, da Santa Casa da Misericórdia de Santa Cruz da Graciosa, proporcionando um acréscimo na capacidade protocolada de 47 para 52 crianças, apoiar a reabilitação de quatro habitações através da celebração de dois acordos de colaboração com as Juntas de Freguesia de Santa Cruz e de Guadalupe, num montante superior a 66 mil euros, e apoiar a Santa Casa da Misericórdia de Santa Cruz da Graciosa com 4.600 euros para o desenvolvimento do projeto “Envelhecer com Dignidade”.



GaCS

Publicado por: George Correia

O Governo dos Açores, reunido a 20 de junho, em Santa Cruz, no âmbito da Visita Estatutária à Ilha Graciosa, deliberou:

O Governo dos Açores, reunido a 20 de junho, em Santa Cruz, no âmbito da Visita Estatutária à Ilha Graciosa, deliberou:

1 - Atribuir ao Centro Social e Paroquial de Nossa Senhora da Luz um apoio de cerca 23 mil euros no âmbito da atividade desta instituição enquanto entidade parceira e cooperante do Pólo Local de Prevenção e Combate à Violência Doméstica da Ilha Graciosa.

Esta medida possibilita dar continuidade na ilha a uma estrutura de apoio e suporte imediato às vítimas de violência doméstica, bem com a dinamização de ações de sensibilização e prevenção deste fenómeno no âmbito do II Plano de Prevenção e Combate à Violência Doméstica e de Género.

O Governo dos Açores prossegue, assim, a consolidação das políticas de combate a este fenómeno através de uma abordagem integrada e de uma intervenção articulada entre os vários intervenientes.

2 - Atribuir à Casa do Povo de Guadalupe um apoio no montante de cerca de 20 mil euros, considerando que a instituição tem colaborado com as diversas entidades locais e regionais, nomeadamente através da cedência do seu espaço.

O apoio tem como finalidade a melhoria das instalações da instituição, afetadas pelo incêndio que deflagrou naquele espaço em 2015.

O Governo dos Açores continua assim a apoiar as Instituições Particulares de Solidariedade Social e Misericórdias, bem como a comunidade em geral.

3 - Aumentar, em mais de 70 mil euros, o apoio correspondente à comparticipação financeira anual à creche O Balão, da Santa Casa da Misericórdia de Santa Cruz da Graciosa, proporcionando um acréscimo na respetiva capacidade protocolada de 47 para 52 crianças.

Esta deliberação visa dar continuidade às políticas de apoio à infância e juventude preconizadas pelo Governo do Açores, apoiando as famílias e as instituições nos cuidados prestados às crianças até aos três anos, proporcionando, desta forma, condições mais propícias ao seu desenvolvimento.

4 - Apoiar a reabilitação de quatro habitações através da celebração de dois acordos de colaboração, com as Juntas de Freguesia de Santa Cruz e de Guadalupe, num montante superior a 66 mil euros,

As habitações, propriedade daquelas autarquias, destinam-se ao realojamento de agregados familiares em situação de grave carência habitacional e económica, em regime de arrendamento apoiado.

Com mais este investimento, o Governo dos Açores dá, assim, continuidade ao apoio à reabilitação de habitação na ilha da Graciosa.

5 - Apoiar a Santa Casa da Misericórdia de Santa Cruz da Graciosa com o montante de cerca de 4.600 euros para o desenvolvimento do projeto “Envelhecer com Dignidade”.

O projeto tem como finalidade a reintegração do idoso na sociedade através da participação em atividades de caráter sociocultural e inscreve-se na estratégia do Governo dos Açores de promoção de um envelhecimento ativo.

6 - Autorizar a contratação por tempo indeterminado de um técnico de farmácia por forma a assegurar a resposta às necessidades permanentes de serviço.

Esta contratação dá continuidade ao cumprimento do compromisso assumido em manifesto eleitoral, designadamente no sentido de dotar as unidades prestadoras de cuidados de saúde primários dos meios que lhes permitam uma resposta adequada às necessidades de saúde dos seus utentes.

7 - Elaborar o projeto para a requalificação do cruzamento entre as Estradas Regionais n.º 3-2.ª e n.º 2-2.ª, Canada Longa com Caminho de Cima, na Freguesia de São Mateus, incluindo a reconversão de terreno da Região em zona de lazer e criação de espaço para parque infantil.

Esta intervenção visa proporcionar melhores condições de segurança para quem circula na via pública e, ao mesmo tempo, fazer o arranjo paisagístico de uma zona pública, melhorando as respetivas condições de fruição.

8 - Elaborar o projeto de reabilitação e alargamento da Estrada Regional n.º 1 – 2.ª, nos Terreiros, incluindo reperfilamento dos muros de limite existentes em pedra seca, visando proporcionar a uma zona de franco crescimento comercial melhores condições de estacionamento e segurança a quem circula na via pública.

9 - Elaborar o projeto para a construção de muros de contenção na Estrada Regional n.º 4 – 2.ª, Charco do Boga, Vitória. Trata-se de um troço de estrada que tem cota superior aos terrenos limítrofes, necessitando de intervenção ao nível da contenção da estrada e reperfilamento dos referidos muros.

Esta intervenção irá conferir melhores condições de segurança à circulação naquela via.

10 - Atribuir à PRODIB - Associação de Promoção e Desenvolvimento da Ilha Branca um apoio financeiro de 10 mil euros para a realização do Festival Ilha Branca 2016, que terá lugar de 12 a 15 de agosto, em Santa Cruz da Graciosa.

Este festival está integrado nas Festas do Senhor Santo Cristo dos Milagres da Graciosa, cujo programa inclui também atividades religiosas, culturais e desportivas. Estas festividades atraem, para além visitantes das outras ilhas e do continente, emigrantes dos EUA e Canadá. 

11 - Melhorar a operacionalidade do Porto da Folga e requalificar a respetiva zona envolvente.

Esta intervenção prevê a regularização do piso existente no porto, a reparação das duas cabeças da rampa de varagem e a pintura de muros e paredes na zona envolvente ao porto.

Com esta medida, o Governo dos Açores prossegue a sua estratégia de melhoria das condições de trabalho e de dignificação da profissão de pescador.

12 - Proceder à elaboração do projeto para beneficiação dos caminhos rurais da Fajã e das Guardas, num total de 1,4 quilómetros, através da pavimentação e construção da rede de drenagem.

Trata-se de duas vias importantes para a agropecuária local, complementares à rede viária gerida pelo Serviço Florestal da Graciosa. Esta intervenção representa um investimento no valor estimado de 200 mil euros que beneficiará cerca de 63 hectares de pastagem e 25 empresários agrícolas.

13 - Proceder à construção do Miradouro da Praia, no Caminho Florestal da Caldeira, na ilha Graciosa.

Esta beneficiação insere-se na política prosseguida pelo Governo dos Açores de qualificação e aumento das valências de desporto de natureza, de lazer e animação nos Perímetros Florestais, em particular nas Reservas Florestais de Recreio.

Estes espaços, devidamente preparados para proporcionar conforto, segurança e funcionalidade prática ao visitante, ocupam um total de 570 hectares que constituem as 27 Reservas Florestais de Recreio da Região.

14 - Encarregar a IROA, S.A. de lançar um procedimento por ajuste direto com consulta a várias empresas para a realização da eletrificação de três salas de ordenha na Canada do Sumidouro e no lugar da Vitória, no Perímetro de Ordenamento Agrário (POA) Santa Cruz/Guadalupe, pelo montante de 40 mil euros.

Esta empreitada insere-se no plano de eletrificação agrícola das explorações açorianas, permitindo a melhoria das condições de trabalho e o reforço da qualidade do leite, contribuindo para o aumento do rendimento dos produtores.

15 - Apoiar a participação dos alunos e professores da Escola Básica e Secundária de Santa Cruz da Graciosa na sétima edição do projeto ‘Educação Empreendedora: O Caminho do Sucesso!’, que terá início em setembro, garantindo aos docentes a formação de aprofundamento e inicial, duas visitas de acompanhamento pela equipa responsável pelo projeto e a participação no Concurso Regional “IdeiAçores”.

16 - Apoiar a participação de seis jovens da ilha Graciosa no projeto “Campo de Férias para Todos”, no âmbito da Ocupação de Tempos Livres, que se realizará de 24 de junho a 30 de junho, na ilha de São Miguel.

O projeto tem como objetivos o envolvimento de jovens em atividades de grupo, potenciadoras de aprendizagens e desenvolvimento de competências, bem como promover o aumento da autoestima e as mudanças comportamentais associadas aos hábitos de vida saudável, ao respeito pelo ambiente, à sustentabilidade humana e à descoberta de si mesmo integrado numa sociedade respeitadora do outro e do meio ambiente.

O Conselho do Governo decidiu ainda:

17 - Aprovar a Conta da Região Autónoma dos Açores referente ao ano económico de 2015, que apresenta uma taxa de crescimento do investimento público de 14,2%, mais 45 milhões de euros do que o registado em 2014, o que não só constitui o corolário do esforço que tem vindo a ser desenvolvido no sentido de consolidar a retoma da atividade económica e da criação de emprego na Região, como valida a confiança nas nossas previsões orçamentais e no rigor do Orçamento Regional.

A execução orçamental de 2015 reforçou também a autonomia financeira da Região, tendo em conta que as receitas próprias da Região registaram um acréscimo de 15 milhões de euros face ao ano anterior e de 204 milhões de euros face ao início desta legislatura.

No final de 2015, as receitas próprias da Região já asseguravam o financiamento da quase totalidade da despesa de funcionamento da administração regional, representando atualmente 98% dessa despesa, quando, no início da legislatura, as receitas próprias da Região correspondiam a 77% (cerca de ¾) das despesas de funcionamento da administração regional.

O reforço da autonomia financeira da Região assentou também no esforço de contenção da despesa de funcionamento da administração regional, que foi inferior em 11,4 milhões de euros ao valor orçamentado, tendo-se assim conseguido uma poupança efetiva no mesmo montante, utilizada no reforço do investimento público.

As despesas com pessoal da administração regional registaram, em 2015, o mesmo valor de 2013 – 304 milhões de euros –, não se tendo registado em dois anos qualquer incremento desta importante componente da despesa, o que reforça o rigor da execução orçamental regional.

A conjugação destes dados com o início da operacionalização do novo Quadro Comunitário de Apoio, no último trimestre de 2015, permitiu aumentar em 45 milhões de euros o investimento público direto executado através do Plano de Investimento da Região.

Estes resultados reforçam o reconhecimento, assumido no Orçamento de Estado para 2016, de que nas finanças públicas dos Açores não foram identificados riscos orçamentais e que a Região tem adotado uma estratégia de consolidação das finanças públicas e assegurado uma situação orçamental equilibrada.

18 - No âmbito do plano de redução dos encargos financeiros do setor público empresarial regional, autorizar a concessão de um aval à SAUDAÇOR – Sociedade Gestora de Recursos e Equipamentos de Saúde dos Açores, S.A., no valor de 75 milhões de euros, de forma a assegurar a redução dos custos financeiros desta empresa.

Com esta medida assegura-se uma poupança anual de 2,7 milhões de euros na respetiva estrutura de custos financeiros, considerando a redução das taxas de juros nos mercados, e sem qualquer aumento do endividamento global desta empresa.

19 - Autorizar a celebração de um contrato de cooperação-valor investimento entre a Região Autónoma dos Açores e a Associação Seara do Trigo para pessoas com deficiência do concelho de Ponta Delgada, prevendo uma comparticipação até ao valor de 1 milhão e 250 mil euros, com o objetivo de assegurar o financiamento necessário à requalificação do Centro de Atividades Ocupacionais (CAO) através da construção de novas instalações, na freguesia de São Sebastião, em Ponta Delgada.

Este CAO tem capacidade para 70 utentes.

O Governo dos Açores continua, assim, a apoiar o desenvolvimento de atividades de apoio social, através da criação e requalificação de equipamentos que se constituam como respostas sociais de qualidade para apoio às pessoas com deficiência.

20 - Adjudicar à Somague-Ediçor, Engenharia, S.A. a empreitada de remodelação do Hospital da Horta e de construção do edifício da Unidade de Saúde de Ilha do Faial pelo valor de 5 milhões e 174 mil euros, acrescido de IVA à taxa legal em vigor.

A segunda fase das obras do Hospital da Horta visa a adaptação da parte antiga do Hospital e inclui a construção de uma nova Unidade de Cuidados Intensivos, a ampliação do Serviço de Urgência, do Serviço de Diálise e da Consulta Externa, assim como o realojamento do Serviço de Medicina Hiperbárica.

A passagem dos Serviços do Centro de Saúde da Horta para uma nova ala vem garantir melhores condições de funcionamento e uma interação efetiva entre os cuidados de saúde primários e os cuidados hospitalares, reforçando a complementaridade entre as respetivas unidades e a qualidade dos serviços prestados.

Com esta obra, o Governo dos Açores prossegue um dos desígnios constantes no seu Programa, nomeadamente no que se refere à beneficiação, recuperação e reabilitação das atuais infraestruturas do Serviço Regional de Saúde.

21 - Aprovar uma resolução que autoriza a Região Autónoma dos Açores a celebrar protocolos com entidades públicas ou privadas que pretendam desenvolver projetos de interesse público de investigação e inovação na área da aquicultura.

São definidas como prioritárias as seguintes áreas:

a) Ensaios para os primeiros estados de desenvolvimento de espécies passíveis de engorda offshore;
b) Ensaios para engorda de espécies com potencial de mercado;
c) Ensaios offshore para repovoamento e reposição de stoks de espécies demersais de elevado valor comercial;
d) Ensaios para a cultura de espécies com aplicações biotecnológicas.

A  produção de conhecimento tendo em vista a sua transferência dos laboratórios para as unidades aquícolas constitui-se uma mais-valia competitiva neste domínio.

Anexos:
2016.06.21-SRSS-ComunicadoConselhoGoverno.mp3

GaCS

Publicado por: George correia

Nova estação hidrometeorológica da Graciosa

O Secretário Regional da Agricultura e Ambiente destacou hoje, na inauguração da Estação Meteorológica da Serra das Fontes, na Graciosa, que o Governo dos Açores está a instalar equipamentos hidrometeorológicos automáticos em todas as ilhas, num investimento global de cerca de um milhão de euros que contribui para reforçar a segurança de pessoas e bens.

Luís Neto Viveiros salientou que a nova estação meteorológica da Graciosa está equipada com equipamentos eletrónicos que recolhem e medem variáveis como a precipitação, a temperatura e a humidade do ar, a velocidade e direção do vento, a radiação solar e a insolação e a evaporação.

O titular da pasta do Ambiente frisou que a automatização e teletransmissão de dados online, em tempo real, permitirá o acesso à informação atualizada para fins científicos, profissionais e pessoais.

“Esta informação permite um conhecimento atempado do ciclo hidrológico e uma perceção rigorosa das disponibilidades hídricas, da maior importância, por exemplo, para a agricultura”, sublinhou.

Por outro lado, destacou que “contribui para acautelar e defender pessoas e bens contra fenómenos extremos” que possam resultar na ocorrência de cheias, inundações e movimentos de massas.

Esta informação serve, por exemplo, para os alertas de movimentos de vertentes divulgados pelo CIVISA.

O Governo dos Açores decidiu na atual legislatura reforçar e alargar a todas as ilhas a rede hidrometeorológica, um projeto premiado em 2013 pelo 'Green Project Awards Portugal', que é constituída por estações hidrométricas, udométricas e meteorológicas.

As estações meteorológicas permitem obter dados sobre a intensidade e direção do vento, evaporação, humidade, precipitação, temperatura, nível e temperatura da água da tina, enquanto as estações udométricas registam o valor de precipitação, intensidade e direção do vento.

Por seu lado, as estações hidrométricas, instaladas em cursos de água de regime permanente e em lagoas, permitem obter dados sobre as alturas do nível de água, a partir das quais se afere o caudal.

O alargamento desta rede, através da implementação de mais 40 estações, foi adjudicado ao Consórcio GLOBALEDA/Tecnovia em 2015, estimando-se a sua conclusão para este ano, passando a Região a dispor de 99 estações automáticas, nas nove ilhas do arquipélago.

Anexos:
2016.06.21-SRAA-EstaçãoMeteorológicaSerraFontes.mp3

GaCS

Publicado por: George Correia

Inauguração do posto da Rede Integrada de Apoio ao Cidadão (RIAC) na freguesia de Guadalupe, Graciosa

O Vice-Presidente do Governo dos Açores destacou hoje o facto de a inauguração do posto da Rede Integrada de Apoio ao Cidadão (RIAC) na freguesia de Guadalupe, na Graciosa, representar o cumprimento do compromisso de completar a cobertura da ilha com lojas desta rede.

Sérgio Ávila, que falava na cerimónia de inauguração, presidida pelo Presidente do Governo, Vasco Cordeiro, salientou a importância da RIAC para as populações, apontando o “conceito de proximidade” e a alteração da tradicional relação entre os cidadãos e a Administração, já que “não é o cidadão que vai ao encontro da Administração”, mas exatamente o contrário.

“Num único espaço disponibilizamos mais de 300 serviços ao cidadão, quer sejam da Administração Regional, da Administração Local ou da Administração Central, inclusive de empresas privadas”, afirmou Sérgio Ávila.

Para o Vice-Presidente, “foi esta lógica de inovação que permitiu não só que o projeto RIAC tivesse sido exportado para a realidade nacional, mas que fosse uma referência de sucesso, que se mede pela adesão dos Açorianos”.

Na sua intervenção, Sérgio Ávila revelou que, só no último ano, a rede RIAC prestou 580 mil atendimentos a Açorianos”, significando isso que, “em média, cada Açoriano recorreu mais de duas vezes aos serviços da RIAC”.

No caso particular da Graciosa, onde a loja da freguesia de Guadalupe é a quarta a entrar em funcionamento, o governante adiantou que “foram feitos 14 mil atendimentos”, numa média de 58 por dia, “o que dá bem a dimensão da satisfação da qualidade da prestação de serviços”.

O Vice-Presidente do Governo frisou que a rede RIAC é “um projeto consolidado, que mantém um espírito de inovação permanente”, anunciando a abertura, proximamente, de uma nova loja no centro de Ponta Delgada e de outra na ilha das Flores.

“Num momento em que, felizmente, se volta a falar no país na simplificação administrativa, na desburocratização e no reforço da ligação com o cidadão, nos Açores esse não é um projeto de futuro, é um projeto presente”, afirmou.

Sérgio Ávila salientou ainda que constitui “motivo de orgulho” para os Açores o facto de, recentemente, a ministra da Modernização Administrativa ter apontado a RIAC como “uma referência para o todo nacional”, que vai ser replicada na nova geração das Lojas do Cidadão.

Anexos:
2016.06.21-VPGR-LojaRIACnaGuadalupe.mp3

GaCS

Publicado por: George Correia

Governo dos Açores avança com requalificação da muralha da Praia, na Graciosa

O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia anunciou hoje, na Graciosa, no âmbito da visita estatutária do Governo dos Açores, que “os procedimentos para contratação da obra de reparação da muralha da Praia vão arrancar sexta-feira”.

Fausto Brito e Abreu, que falava durante a apresentação do projeto, salientou que a empreitada representa um investimento de 165 mil euros e prevê a proteção da muralha através de um enrocamento e do preenchimento das locas nas fundações desta estrutura.

“Será feito um enrocamento ordenado para ser mais resistente à ação do mar, construindo-se um passadiço em betão”, frisou, acrescentando que, dessa forma, cria-se “um espaço de lazer e de passeio para as pessoas usufruírem melhor desta baía”.

A obra de reparação e requalificação da muralha da Praia, que tem um prazo de execução de 150 dias desde a sua consignação, foi um compromisso assumido pelo Governo dos Açores durante esta legislatura.

A requalificação do litoral em todas as ilhas dos Açores tem sido uma prioridade do Executivo açoriano com o objetivo de minimizar os impactos do processo natural de erosão.

Anexos:


GaCS

Publicado por: George Correia

sábado, 18 de junho de 2016

Governo dos Açores inicia segunda-feira visita estatutária à ilha Graciosa

O Governo dos Açores inicia segunda-feira a visita estatutária à ilha Graciosa, durante a qual o Presidente do Governo vai inaugurar a nova Loja da RIAC na freguesia de Guadalupe, presidir à apresentação do programa do Serviço Regional de Saúde 'MyClinicData' e à cerimónia de atribuição de apoios para a recuperação de 15 habitações degradadas, além de reunir com agricultores e pescadores graciosenses.

Nesta visita estatutária, tal como ocorrido em todas as que se realizaram desde o início da legislatura, os membros do Governo dos Açores estão disponíveis para receber as pessoas que lhes pretendam colocar diretamente as suas questões, numa iniciativa que pretende reforçar a política de proximidade com os Açorianos promovida pelo Executivo.

O Governo dos Açores chega à Graciosa ao início da manhã de segunda-feira e, logo de seguida, Vasco Cordeiro preside à assinatura de contratos de financiamento com vitivinicultores e visita o campo de multiplicação da ‘Casta Arinto’ dos Açores, seguindo, depois, para uma reunião com os responsáveis das associações agrícolas da ilha e com agricultores.

Ao princípio da tarde, Vasco Cordeiro preside à apresentação do programa 'MyClinicData', um sistema de informação laboratorial que permite que os resultados das análises efetuadas estejam disponíveis para os utentes que as realizaram e para os médicos por si indicados, em qualquer unidade de saúde da Região.

Ainda neste primeiro dia da visita à Graciosa terá lugar a habitual reunião do Governo dos Açores com o Conselho de Ilha, assim como a reunião do Conselho do Governo.

Na terça-feira, Vasco Cordeiro preside à inauguração da Grande Rota da Graciosa, numa extensão de 37,5 quilómetros, e à cerimónia de autorização de 15 processos de reabilitação de habitação degrada, envolvendo um investimento de cerca de 300 mil euros, visitando depois a obra de reabilitação do troço da estrada regional entre Limeira e Porto Afonso, numa extensão de cerca de 9,3 quilómetros.

Na tarde deste segundo dia, o Presidente do Governo reúne-se com a direção da Associação de Pescadores e com pescadores da ilha Graciosa, presidindo depois à inauguração da nova Loja da RIAC na freguesia de Guadalupe, instalada no edifício da Casa do Povo.

O programa da visita estatutária inclui ainda, como habitualmente, visitas dos membros do Governo a diversos investimentos em curso, além de reuniões com várias entidades da ilha Graciosa.

A abertura do Miradouro e da Zona de Lazer da vista da Ponta Branca, a apresentação do projeto para a reparação da Muralha da Praia e a inauguração da Estação Meteorológica da Serra das Fontes são algumas das iniciativas incluídas no programa.



GaCS

Publicado por: George Correia

Programa da Visita Estatutária do Governo Regional à Ilha Graciosa

O Governo Regional dos Açores inicia segunda-feira uma Visita Estatutária à ilha Graciosa, de acordo com o seguinte programa:

SEGUNDA-FEIRA, DIA 20:

07H40 - O Presidente do Governo e restante comitiva governamental partem para a ilha Graciosa.

09H15 - Chegada ao Aeródromo da Graciosa.

10H00 - O Presidente do Governo preside à cerimónia de assinatura de contratos de financiamento com vitivinicultores e visita o campo de multiplicação da “Casta Arinto” dos Açores, no Serviço de Desenvolvimento Agrário da Graciosa, em Santa Cruz (rua Eng.º Manuel Rodrigues de Miranda).

10H30 - A Secretária Regional da Solidariedade Social visita a Santa Casa da Misericórdia da Vila de Santa Cruz da Graciosa, seguida de reunião com a Direção (largo da Misericórdia).  

- O Secretário Regional da Saúde reúne-se com o Conselho de Administração da Unidade de Saúde da Ilha Graciosa, no Centro de Saúde da Graciosa, em Santa Cruz (avenida Mouzinho de Albuquerque).

- O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia visita os portos de pescas de Santa Cruz, com passagem na peixaria explorada pela Associação de Pescadores Graciosenses localizada no Mercado Municipal, em Santa Cruz.

- A Secretária Regional Adjunta da Presidência para os Assuntos Parlamentares reúne-se com a Direção da Associação Cultural, Desportiva e Recreativa da Graciosa, em Santa Cruz (caminho de Cima).

11H00 - O Presidente do Governo reúne-se com as direções das associações agrícolas e com agricultores da ilha Graciosa, na sede da Associação de Agricultores da Ilha Graciosa, em Guadalupe (Barro Branco).

11H30 - O Vice-Presidente do Governo visita a empresa Organizações FILNOR, em Santa Cruz (Terreiros, 1F).

- O Secretário Regional da Educação e Cultura visita a Escola Básica e Secundária da Graciosa, em Santa Cruz (Rebentão).           

14H30 - O Secretário Regional da Educação e Cultura visita o Museu da Graciosa, em Santa Cruz (largo Conde de Simas).

15H00 - O Presidente do Governo preside à apresentação do programa “MyCliniData”, no Centro de Saúde da Graciosa, em Santa Cruz.

16H15 - O Secretário Regional da Agricultura e Ambiente visita uma exploração de bovinicultura e horticultura (ponto de encontro no Serviço de Desenvolvimento Agrário da Graciosa).

18H00 - Reunião do Governo Regional com o Conselho de Ilha, na Escola Básica e Secundária da Graciosa, em Santa Cruz.

21H00 - Reunião do Conselho do Governo, no Graciosa Resort & Business Hotel, em Santa Cruz.

TERÇA-FEIRA, DIA 21:

09H30 - O Presidente do Governo preside à inauguração da Grande Rota da Graciosa, em Santa Cruz (rua Porto da Barra).

09H45 - O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia visita o Porto de Pescas da Folga.

- O Secretário Regional da Agricultura e Ambiente visita as obras do caminho agrícola Canada Jorge Nunes (ponto de encontro na sede da Associação de Agricultores da Ilha Graciosa).

10H15 - O Presidente do Governo preside à cerimónia de autorização de 15 processos de reabilitação de habitação degradada e de adjudicação de uma empreitada de construção de habitação, no Multiusos da Graciosa, em Santa Cruz (praça de São Francisco).

10H30 - O Secretário Regional da Saúde reúne-se com a Direção da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários da Graciosa, em Santa Cruz (rua Charco da Cruz Dores).

- O Secretário Regional da Educação e Cultura visita o Serviço de Desporto da Graciosa, em Santa Cruz (largo de Santo António).

11H30 - O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia visita o Porto de Pescas e a Lota da Praia.

11H45 - O Presidente do Governo visita a obra de reabilitação da Estrada Regional n.º 1-2.ª, no troço Limeira – Porto Afonso (ponto de encontro na rotunda da Ribeirinha).

14H30 - O Presidente do Governo reúne-se com a Direção da Associação de Pescadores Graciosenses e com pescadores da ilha, seguida de visita ao espaço de filetagem e secagem do pescado desta associação, no Porto da Praia.

15H30 - A Secretária Regional da Solidariedade Social visita a Santa Casa da Misericórdia da Vila da Praia da Graciosa, seguida de reunião com a Direção (rua Dr. Brito de Albuquerque).

- O Secretário Regional do Turismo e Transportes está presente na inauguração do Miradouro e da Zona de Lazer da vista da Ponta Branca, na Luz (Estrada Regional n.º 1-2ª.).

- O Secretário Regional da Agricultura e Ambiente está presente na inauguração da Estação Meteorológica da Serra das Fontes, em Guadalupe (caminho da Serra das Fontes, junto aos depósitos de água da Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa).

16H15 - O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia está presente na apresentação do projeto para reparação da Muralha da Praia, na Vila da Praia.

16H30 - O Secretário Regional da Agricultura e Ambiente visita o Núcleo de Pastagens Baldias da Serra Branca, em Guadalupe (ponto de encontro no início do caminho florestal Canadão da Serra).

17H00 - O Presidente do Governo preside à inauguração da Loja da RIAC na Freguesia de Guadalupe, na Casa do Povo (caminho da Igreja).

18H00 - O Governo Regional recebe a população da ilha Graciosa, na Escola Básica e Secundária da Graciosa, em Santa Cruz.

19H30 - Apresentação do Comunicado do Conselho do Governo, no Graciosa Resort & Business Hotel, em Santa Cruz.

QUARTA-FEIRA, DIA 22:

09H40 - Partida da comitiva governamental da ilha Graciosa.



GaCS

Publicado por: George Correia