terça-feira, 21 de junho de 2016

Inauguração do posto da Rede Integrada de Apoio ao Cidadão (RIAC) na freguesia de Guadalupe, Graciosa

O Vice-Presidente do Governo dos Açores destacou hoje o facto de a inauguração do posto da Rede Integrada de Apoio ao Cidadão (RIAC) na freguesia de Guadalupe, na Graciosa, representar o cumprimento do compromisso de completar a cobertura da ilha com lojas desta rede.

Sérgio Ávila, que falava na cerimónia de inauguração, presidida pelo Presidente do Governo, Vasco Cordeiro, salientou a importância da RIAC para as populações, apontando o “conceito de proximidade” e a alteração da tradicional relação entre os cidadãos e a Administração, já que “não é o cidadão que vai ao encontro da Administração”, mas exatamente o contrário.

“Num único espaço disponibilizamos mais de 300 serviços ao cidadão, quer sejam da Administração Regional, da Administração Local ou da Administração Central, inclusive de empresas privadas”, afirmou Sérgio Ávila.

Para o Vice-Presidente, “foi esta lógica de inovação que permitiu não só que o projeto RIAC tivesse sido exportado para a realidade nacional, mas que fosse uma referência de sucesso, que se mede pela adesão dos Açorianos”.

Na sua intervenção, Sérgio Ávila revelou que, só no último ano, a rede RIAC prestou 580 mil atendimentos a Açorianos”, significando isso que, “em média, cada Açoriano recorreu mais de duas vezes aos serviços da RIAC”.

No caso particular da Graciosa, onde a loja da freguesia de Guadalupe é a quarta a entrar em funcionamento, o governante adiantou que “foram feitos 14 mil atendimentos”, numa média de 58 por dia, “o que dá bem a dimensão da satisfação da qualidade da prestação de serviços”.

O Vice-Presidente do Governo frisou que a rede RIAC é “um projeto consolidado, que mantém um espírito de inovação permanente”, anunciando a abertura, proximamente, de uma nova loja no centro de Ponta Delgada e de outra na ilha das Flores.

“Num momento em que, felizmente, se volta a falar no país na simplificação administrativa, na desburocratização e no reforço da ligação com o cidadão, nos Açores esse não é um projeto de futuro, é um projeto presente”, afirmou.

Sérgio Ávila salientou ainda que constitui “motivo de orgulho” para os Açores o facto de, recentemente, a ministra da Modernização Administrativa ter apontado a RIAC como “uma referência para o todo nacional”, que vai ser replicada na nova geração das Lojas do Cidadão.

Anexos:
2016.06.21-VPGR-LojaRIACnaGuadalupe.mp3

GaCS

Publicado por: George Correia

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo vosso comentário