sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Governo disponibiliza dados sobre massas de água


A partir da presente data, a Secretaria Regional do Ambiente e do Mar (SRAM), através da Direcção Regional do Ambiente, disponibiliza a qualquer cidadão interessado, o acesso aos dados físico-químicos das massas de água interiores que integram a Região Hidrográfica dos Açores (RH9).



Apesar de a monitorização das massas lagunares remontar a 1988, a metodologia imposta pela Directiva Quadro da Água (DQA) teve início em 2003, atingindo-se a cobertura total das massas de água interiores em 2008.


A rede de monitorização qualitativa engloba 100 pontos de águas subterrâneas e 76 pontos de águas superficiais distribuídos por 22 lagoas e 13 ribeiras estando ainda disponível a sua distribuição espacial no Sistema Regional de Informação da Água (SRIA).


Para aceder aos dados deve ser utilizado o seguinte endereço: http://www.azores.gov.pt/Gra/sram-drotrh/menus/secundario/Qualidade+da+água/



GaCS

Publicado por: Jorge Gonçalves

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Desejando a todos Boas Festas


Publicado por: Jorge Gonçalves

Sobre o discurso de Vasco Cordeiro, durante o convívio de Natal das associações agrícola e de jovens agricultores da ilha Graciosa


“Os Açores e os açorianos já conseguiram ultrapassar muitas dificuldades ao longo dos cerca de 36 de autonomia pelo que têm valor para ultrapassar as dificuldades que se adivinham no próximo ano impostas pela conjuntura económica nacional e internacional. Ao Governo cabe trabalhar para evitar e lutar para que haja o menor sacrifício possível para as pessoas. A função de um responsável político não é a de contribuir para o desânimo”, defendeu esta noite, na Graciosa, o Secretário Regional da Economia.

Vasco Cordeiro, que falava num convívio de Natal, organizado pelas associações agrícola e de jovens agricultores da ilha, e que decorreu na Casa do Povo de Guadalupe, aludiu à necessidade “de não desanimar, nem deixar de lutar porque aquilo que os açorianos já passaram ao longo da sua história demonstra que vão ultrapassar as actuais dificuldades”.

Por isso, lamentou, “a função de um responsável político não é dizer ‘isto está tão mal que o melhor é sair daqui’”. “A função de um responsável político é dizer ‘nós estamos juntos nessa tormenta, nós vamos conseguir ultrapassar essa tormenta. Com dificuldades, com desafios, com sacrifícios, mas da mesma forma que estamos juntos nesse período mais difícil, é juntos, mas todos juntos, que vamos sair dela”, garantiu.

Vasco Cordeiro assegurou ainda todo o interesse do Governo em “continuar a trabalhar para criar riqueza na Graciosa”. “Ao trabalhar para criar riqueza aqui, estamos a contribuir para criar riqueza nos Açores”, disse ainda, dando como exemplo desse trabalho “a construção do Matadouro, cujo projecto está a ser elaborado, ou o Centro de Recria, cujos terrenos para a sua instalação foram já adquiridos”.

O Secretário Regional da Economia assegurou ainda que o projecto de remodelação das instalações submetido pela Adega Cooperativa da ilha Graciosa a financiamento comunitário “encontra-se já em condições de merecer aprovação pelo que poderá avançar no próximo ano caso a sua direcção assim o entenda”.

GaCS
Publicado por: Jorge Gonçalves

Preço máximo de venda dos combustíveis actualizado nos Açores


As alterações registadas no preço do petróleo, durante as últimas semanas, nos mercados internacionais, vão levar a uma actualização do preço máximo de venda dos combustíveis na Região Autónoma dos Açores.

Esta actualização consiste na diminuição em um cêntimo por litro no preço máximo do gasóleo pescas.

De salientar que o preço máximo de todos os combustíveis mantém-se dentro dos limites definidos pelo Governo dos Açores como diferença mínima para os preços em vigor no continente português.

Assim, no caso das gasolinas 95 e 98, a diferença nos preços máximos por litro praticados nos Açores em relação ao mercado nacional é de menos 12 por cento.

No caso do Gasóleo Rodoviário, essa diferença é de menos 11 por cento em relação ao preço verificado no mercado nacional.

Os gasóleos agrícola e pescas têm um preço máximo por litro, nos Açores, inferior em 21 por cento em relação ao registado no continente.

Em relação ao gás doméstico, a diferença entre os preços máximos por quilo praticados nos Açores e os preços praticados no continente é de menos 31 por cento.

No caso do fuel a diferença de preço entre os Açores e o continente é de menos 24 por cento por quilo.

Em relação à Região Autónoma da Madeira, os preços máximos praticados nos Açores são inferiores em menos 5 por cento para a gasolina 95, e em 9 por cento para a gasolina 98.

No que respeita ao gasóleo rodoviário, a diferença entre o preço máximo por litro praticado nos Açores e o preço registado na Madeira é de menos 3 por cento, enquanto no gasóleo agrícola o preço máximo por litro nos Açores é inferior ao daquela Região Autónoma em menos 12 por cento.

Os novos preços entram em vigor às 00h00 desta quinta-feira.

GaCS
Publicado por: Jorge Gonçalves

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Governo vai lançar concurso para rampa roll on roll off do Porto da Praia da Graciosa, anuncia Vasco Cordeiro


O Governo dos Açores vai lançar brevemente o concurso para a construção de uma rampa roll on roll off no Porto da Praia da Graciosa, anunciou hoje o Secretário Regional da Economia. “O projecto está já concluído, pelo que o concurso público avançará no início do próximo ano”, revelou Vasco Cordeiro.

O governante, em declarações à comunicação social no final de uma visita ao Porto da Praia da Graciosa, recordou que este investimento “integra-se no compromisso assumido pelo Governo dos Açores de dotar todos os portos da Região utilizados na operação ferry com rampas deste género até ao final da actual legislatura”.

Segundo Vasco Cordeiro, os investimentos referentes a São Jorge e à Graciosa serão executados agora, sendo que “no caso do Pico e do Faial os projectos se encontram já em fase de procedimento de contratação”.

Para o Secretário Regional da Economia as intervenções que estão a ser realizadas nos portos regionais que vão ser dotados de rampas roll on roll off “revestem-se de uma grande importância estratégica, não apenas para a operação sazonal de transporte marítimo de passageiros e viaturas, mas também pela modalidade de movimentação de carga que permitem”.

“Este é um contributo de grande importância para as nossas ilhas”, considerou Vasco Cordeiro, sustentando que a construção das rampas “mesmo não dispensando o transporte contentorizado, constitui um dos alicerces principais em que assenta a aposta do Governo dos Açores de permitir que se retire todo o potencial de uma movimentação rápida, simples e eficaz de mercadorias entre as ilhas da Região”.


GaCS
Publicado por: Jorge Gonçalves

Governo e câmara de Santa Cruz da Graciosa avançam com construção da marina da Barra



O concurso público para a construção da marina da Barra, em Santa Cruz da Graciosa, “será lançado nos primeiros meses do próximo ano”, anunciou hoje, no final de uma reunião com o presidente da autarquia graciosense, o Secretário Regional da Economia, Vasco Cordeiro, que considerou este “um investimento de grande importância para a economia da ilha”.

Trata-se de um investimento superior a 5 milhões de euros, realizado no âmbito de uma parceria entre a câmara municipal de Santa Cruz da Graciosa e a empresa Portos dos Açores SA, e que “será de grande importância para a Graciosa, não só numa perspectiva interna, mas sobretudo para potenciar um conjunto de actividades ligadas ao mar e por essa via afirmar a ilha neste segmento do nosso turismo”, destacou o governante.

Segundo Vasco Cordeiro, “este é um investimento que consta do plano de investimentos do Governo para o próximo ano, a decisão de o concretizar foi já tomada pelo que ele será iniciado assim que estiverem concluídos os procedimentos processuais normais”.

A construção da marina da Barra “vem beneficiar muito a ilha Graciosa e reforçar a afirmação do destino Açores no âmbito do turismo náutico, que é uma aposta estratégica do Governo dos Açores”, referiu ainda o governante, salientando que este investimento “além de dotar a Graciosa de excelentes condições vai também permitir proceder a uma articulação e conjugação de estratégias com outras localidades da Região para a construção de uma oferta ainda mais qualificada”.


GaCS
Publicado por: Jorge Gonçalves

Mensagem de Natal do Presidente do Governo dos Açores, Carlos César


O Natal, para mim, é a grande celebração da vida. Das nossas vidas.

Nenhum outro momento festivo, à escala global, convoca mais a alegria e a paz.

Nenhuma outra evocação junta melhor a esperança aos que estão tomados pela tristeza. E como na vida as tristezas não nos poupam, é muito importante nunca nos vermos privados da esperança.

O Natal – para os cristãos, como para a maioria dos homens e das mulheres por este mundo fora – é um tempo simultaneamente de trégua e de acção.




De trégua, para os que se desirmanaram. De quietação para os que se combatem. De maior serenidade para os que se agitam. De reflexão para os que se precipitam no imprevisto.

É também um tempo de acção. O Natal, reproduzindo o nascimento de Jesus, reacende a luz prometedora e instiga a aptidão, que todos conservamos no nosso interior, para renascer: a capacidade de recomeçar ou de fazer mais, de fazer melhor, de fazer diferente – de cumprir a promessa de Ano Novo.

Na relação com o próximo, na quadra natalícia, a fraternidade ganha mais vezes que o egoísmo. São tantos, felizmente, os que beneficiam deste impulso generoso e só é pena que ele não seja mais duradouro e até constante.

Olhamos em redor e descobrimos, com outra clareza, o que falta e o que sobra, compreendendo que fazemos parte desse todo, onde contribuímos, em mais ou em menos, para o seu melhor como para o seu pior.

É bom sentir que ajudamos, ou que podemos ser ajudados. Sobretudo, é imprescindível ajudar. Não falo da caridade farisaica, televisionada, ostentatória, dos que anunciam previamente a sua prodigalidade para bem parecer; dos que fotografam os que recebem, para aparecerem afinal os que dão. Falo da solidariedade a sério: dos que dão o que podem e não dos que mostram o que dão. Falo, pois, também, da generosidade que vence a vaidade. Em suma, da verdadeira solidariedade do Natal. Essa é a que mais interessa, a que é mais verdadeira e aquela a que apelo junto de todos os açorianos.

Nestes últimos anos, nesta mensagem de Natal, chamei muitas vezes a atenção para as notícias das crises dos países e das economias externas, cujos efeitos se fazem sentir agora com maior intensidade nas nossas ilhas. Como disse recentemente, levar os Açores para a frente, com a Europa e o País a puxarem para trás, tem sido mais difícil. Porém, apesar de todas as dificuldades que estamos a sentir por essas razões – nas empresas, no emprego e no rendimento das famílias – temos conseguido, e vamos continuar a conseguir, que a crise, que nos chegou mais tarde, seja menos penosa do que no Continente e na Madeira está a ser e que seja entre nós ultrapassada mais cedo.

Mesmo a situação financeira da Região, que uns gostam tanto de desmerecer, tomara que o País e muitos outros tivessem uma situação igual ou parecida. Estariam, todos, certamente, bem mais aliviados.

Os Açores têm resistido melhor – isso, quase todos o reconhecem. Mas, para mim, o mais importante é que, reagindo a essas adversidades que se acercaram, os políticos – pela sua acção no governo, no parlamento, nas câmaras municipais e junto dos cidadãos – sejam capazes de, nos Açores, auxiliar os mais frágeis com os apoios possíveis, segurar as empresas viáveis que estão em dificuldade, proteger melhor os jovens casais, ajudar a manter empregos, dar alternativas aos que ficaram sem modo de vida útil, e apoiar as famílias nos tratamentos contra a doença, na educação e alimentação dos seus filhos e no cuidado aos seus idosos. São essas, neste momento, as minhas principais preocupações.



Todos sabemos que estamos muito dependentes da recuperação europeia e da recuperação portuguesa – para já não falar de outros lugares, como nos Estados Unidos, onde temos tantos açorianos – e todos sabemos igualmente que a retoma, nos Açores, do caminho de progresso que estávamos a trilhar, vai obrigar-nos ainda a sacrifícios e a mais aborrecimentos. Todos os dias chegam-nos medidas de fora, sejam em impostos sejam em mais custos na saúde, que exigem uma enorme ponderação na sua aplicação, às vezes obrigatória, e um enorme esforço por parte do Governo Regional para, ao mesmo tempo, proteger a Região e não prejudicar mais as pessoas. Não devemos nem temos que fazer sempre o que os outros fazem lá fora – para isso é que serve a nossa Autonomia –, mas são decisões e tarefas muito difíceis que temos de empreender diariamente, com responsabilidade face ao futuro e da melhor forma no presente.

É preciso, pois, ter iniciativa e confiança: depois da tempestade virá certamente a bonança. Todos, sejam quais forem as suas opiniões e funções, devemos estar a remar no mesmo sentido, a dar força aos Açores e a recuperar a tranquilidade que merecemos.

Vivemos, mesmo assim, numa terra de ilhas encantadas: não tenhamos dúvidas! Por esse mundo fora, morre-se de fome e abandonado na doença; tornam-se vítimas de guerras os que nem sequer compreendem as suas causas; rebentam bombas e eclodem catástrofes que já só no Natal têm direito a ser notícia; multidões fogem sem destino e sem refúgio. Por isso, temos de aprender a viver, na nossa terra, de acordo com as nossas possibilidades e necessidades, e não pensar que se pode ter o que se quer e que é o Governo que o tem de garantir. Se ambicionamos mais para a nossa Região, se queremos que ela seja melhor, não há dúvida de que, por esse Mundo fora, falta muita bondade, muita nova consciência e muita vontade para que ele seja pelo menos tolerável para os que nele vivem e mais aproximado do bem estar que aqui temos.

Vamos dar um bom exemplo no nosso Natal! Praticar a solidariedade e viver com responsabilidade e com esperança.

Esta é a última Mensagem de Natal que dirijo na minha qualidade de Presidente do Governo, visto que cessarei as minhas funções dentro de pouco menos de um ano. Continuarei, entretanto, a servir a minha terra e os meus concidadãos, a quem devo tudo e a quem dou o que tenho.

A todas as açorianas e açorianos, a todos os amigos dos Açores, onde quer que residam ou onde quer que estejam, seja nas Américas seja na Europa, e, de modo especial, aos que labutam nas nossas ilhas das Flores, do Corvo, de São Jorge, do Pico, do Faial, da Graciosa, da Terceira, de São Miguel e de Santa Maria, desejo, em nome do nosso Governo e em nome da minha família, umas boas festas e um ano novo cheio de felicidades.

Bom Natal.

(Esta mensagem também pode ser ouvida em MP3, basta para tal copiar e colar este link na sua barra de navegação do Internet Explorer): http://www.azores.gov.pt/PortalAzoresgov/external/portal/natal_2011/mensagem_natal_2011_som.mp3

GaCS

Publicado por: Jorge Gonçalves

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Secretário Regional da Economia de visita à Graciosa


Esta Terça-feira, dia 20 de Dezembro pelas 11H30 - O Secretário Regional da Economia, Vasco Cordeiro, participa numa reunião de trabalho com o Presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa, Manuel Avelar, sobre o processo de construção da Marina da Barra.

Local: Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa.

NOTA: o secretário regional disponibiliza-se, no final da reunião, para prestar declarações à Comunicação Social, no mesmo local.

Pelas 16H00 - O Secretário Regional da Economia, Vasco Cordeiro, visita o Porto Comercial da Praia da Graciosa e pelas 20H00 - O Secretário Regional da Economia, Vasco Cordeiro, está presente, em representação do Presidente do Governo, no Jantar de Natal das associações dos Agricultores da Graciosa e dos Jovens Agricultores Graciosences.

Local: Casa do Povo de Guadalupe.

GaCS
Publicado por: Jorge Gonçalves

domingo, 18 de dezembro de 2011

Candidaturas ao Resgate Leiteiro começam segunda-feira


Os produtores açorianos que pretendam candidatar-se ao Resgate Leiteiro 2011/2012 podem começar a dirigir-se ao Serviço de Desenvolvimento Agrário da sua ilha a partir desta segunda-feira, dia 19 de Dezembro e até ao dia 6 de Janeiro.

As regras que permitem esta candidatura são definidas pela Portaria 97/2011, de 7 de Dezembro e destinam-se aos produtores da Região, detentores de uma quota leiteira a título de entregas e/ou de vendas directas de leite de vaca, que se comprometam a abandonar definitiva e integralmente a produção de leite até ao dia 31 de março de 2012.

A decisão de aceitação da candidatura, será comunicada aos candidatos até ao dia 10 de Fevereiro de 2012.

O montante a pagar é de 0,20 € por quilograma, o seu pagamento será efectuado nos anos civis de 2012 e 2013, sendo o primeiro pagamento feito a partir de 15 de Junho de 2012 e o restante a partir de 15 de Junho de 2013.


GaCS
Publicado por: Jorge Gonçalves

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Temporada Musical 2011




Publicado por: Jorge Gonçalves

Academia Musical da Ilha Graciosa apresenta Concertos de Natal




Publicado por: Jorge Gonçalves

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Graciosa vai ter novo ponto de abastecimento de água à pecuária


A Secretaria Regional da Agricultura e Florestas, adjudicou a execução da empreitada de fornecimento e instalação do equipamento do furo, construção de reservatório e ligação à rede de abastecimento de água existente na zona das Fontes, no concelho de Santa Cruz.

Com mais esta obra estruturante, o Governo dos Açores vai promover a captação e distribuição da água do furo das Fontes, beneficiando-se cerca de 140 explorações agrícolas e uma área aproximada de 1.400 hectares de pastagem permanente localizada nas freguesias de Santa Cruz e Guadalupe.

A empreitada terá um custo de cerca de 280 mil euros e contempla a construção de uma infraestrutura de apoio ao furo, um reservatório de 300 m3, fornecimento e instalação de equipamentos eletromecânicos e condutas de ligação à rede existente no caminho agrícola da Canada da Rosa/Canada das Relheiras.

Esta empreitada, com um prazo de execução de 180 dias, dá seguimento às políticas do Governo dos Açores que visam promover a criação de melhores condições de trabalho aos empresários agrícolas, a consequente diminuição dos custos de produção e aumento dos seus rendimentos.


GaCS
Publicado por: Jorge Gonçalves

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Decorre processo para a tipificação da meloa e do alho da ilha Graciosa


O Governo dos Açores mantém “toda a disponibilidade” para o desenvolvimento de processos de certificação das produções locais sempre que as organizações de produtores demonstrem vontade em acolher esta pretensão.


Declarações do Secretário Regional da Agricultura e Florestas na Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, durante a discussão de uma Proposta de Resolução sobre a qualificação comunitária da manteiga dos Açores.

Noé Rodrigues, recordou que a qualificação comunitária da manteiga, como de outros produtos, obedece a regulamentos que definem as condições para aceder a essa qualificação e que impõem que os produtos tenham condições particulares de produção ou que tenham uma ligação à sua origem geográfica.

As regras comunitárias impõem também que a apresentação das candidaturas a estes processos de certificação só possa acontecer quando houver uma relação entre as características do produtos e quando houver um agrupamento de produtores que fundamente a qualificação ou certificação dos seus produtos.

Sobre a certificação do leite dos Açores, Noé Rodrigues revelou que estão a ser desenvolvidos trabalhos técnicos e estudos, para reunir um vasto leque de informação necessária que permita a apresentação desta candidatura.

Durante o debate sobre este tema e sendo a certificação dos produtos açorianos baseada na sua tipicidade e modo de produção, Noé Rodrigues lançou o repto ao Grupo Parlamentar do PSD Açores, que apresentou a Proposta de Resolução, para revelar se “é a favor ou contra a incorporação de OGM’s na alimentação do efectivo bovino na Região”, questão que não obteve qualquer resposta da bancada social-democrata.

Nos Açores decorrem neste momento os processos para a certificação da meloa de Santa Maria e do chá de São Miguel e para a tipificação da meloa e do alho da ilha Graciosa.


GaCS

Publicado por: Jorge Gonçalves

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Ilha Graciosa vai ter Reserva Parcial de Caça


Governo Regional dos Açores vai criar uma Reserva Parcial de Caça na Ilha Graciosa, na freguesia de Guadalupe e correspondendo a uma área de 226 ha, na qual fica proibida a caça da codorniz, bem como a prática de quaisquer outras actividades que prejudiquem o normal desenvolvimento desta espécie.



Deste modo, pretende-se fomentar a diversidade e valorização dos recursos cinegéticos disponíveis na Ilha Graciosa.



GaCS

Publicado por: Jorge Gonçalves

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Governo Regional concede tolerância de ponto na tarde de 23 de Dezembro


Por Despacho do Presidente do Governo, Carlos César, será concedida tolerância de ponto, no período da tarde, de sexta-feira, dia 23 de Dezembro deste ano, aos trabalhadores da administração pública regional dos Açores.



A decisão do Presidente do Governo Regional tem em consideração a tradição das festividades de Natal ocorridas na Região.



GaCS


Publicado por: Jorge Gonçalves

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

O filme "CUIDADO COM O QUE DESEJAS" no Cinema da Graciosa, esta Sexta-feira, 9 de Dezembro


O filme "Cuidado com o que desejas" será exibido no Centro Cultural da Graciosa, esta Sexta-feira, 9 de Dezembro, às 21:30



Sinopse:

Ryan Reynolds e Jason Bateman protagonizam Cuidado Com o Que Desejas, do realizador David Dobkin (Os Fura-Casamentos), dos argumentistas Jon Lucas & Scott Moore (A Ressaca) e produtor Neal Moritz (Velocidade Furiosa, Click). Esta picante comédia agarra na tradicional ideia da troca de corpos, dá-lhe um nó bem apertado e atira-a de um penhasco.


Mitch (Reynolds) e Dave (Bateman) eram amigos inseparáveis, cresceram juntos, mas com o passar dos anos foram tomando caminhos diferentes. Enquanto Dave é um advogado muito ocupado, casado e pai de três filhos, Mitch continua solteiro, semi-empregado e infantil, não sabendo o peso da responsabilidade. Para Mitch, Dave tem tudo: a bela mulher Jamie (Leslie Mann), filhos que o adoram e um excelente ordenado numa prestigiada empresa. Para Dave, viver a despreocupada vida de Mitch, sem obrigações ou consequências, seria um sonho tornado realidade.


Depois de uma noite nos copos, os mundos de Mitch e Dave são postos de pernas para o ar quando acordam e descobrem que trocaram de corpo… e começam-se a passar!


Apesar da liberdade das suas rotinas e hábitos, rapidamente se apercebem que a vida de cada um não é o mar de rosas que parecia ser. Para complicar tudo existe ainda a parceira de negócios sexy de Dave, Sabrina (Olivia Wilde), e o pai afastado de Mitch (Alan Arkin). O tempo não está do lado deles e terão de comicamente se debater por não destruir a vida um do outro, antes de arranjar maneira de voltar a recuperar a sua própria vida.





Publicado por: Jorge Gonçalves

Abertura da Iluminação de Natal e Feira do Livro em Santa Cruz da Graciosa


Publicado por: Jorge Gonçalves

Academia Musical da Ilha Graciosa apresenta Concertos de Natal



Publicado por: Jorge Gonçalves

Governo dos Açores promove novo resgate leiteiro


O Governo dos Açores decidiu atribuir uma indemnização aos produtores da Região detentores de uma quota leiteira a título de entregas e/ou de vendas diretas de leite de vaca que se comprometam a abandonar definitiva e integralmente a produção de leite até ao dia 31 de Março de 2012.



A decisão consta de uma portaria da Secretaria Regional da Agricultura e Florestas, hoje publicada em Jornal Oficial, que fixa em 20 cêntimos por quilograma o montante da indemnização a pagar pelas quotas.


Esta indemnização será concedida para as quotas detidas pelos produtores à data da candidatura, deduzida da soma das quotas atribuídas a partir da reserva nacional nas campanhas 2007/2008, 2008/2009, 2009/2010 e 2010/2011.


O pagamento da indemnização aos produtores terá lugar nos anos civis de 2012 e 2013, sendo o primeiro pagamento efetuado a partir de 15 de Junho de 2012 e o restante a partir de 15 de Junho de 2013.


Nos termos desta portaria, as quotas a serem resgatadas serão afectadas à reserva nacional e integralmente distribuídas na Região Autónoma dos Açores, preferencialmente nas ilhas onde são geradas, cumprindo os critérios previstos na legislação em vigor.


As candidaturas a este resgate deverão ser apresentadas pelos produtores, ou seus representantes, entre os dias 19 de Dezembro de 2011 e 6 de Janeiro de 2012, nos Serviços de Desenvolvimento Agrário de ilha da Secretaria Regional da Agricultura e Florestas, em impresso próprio a fornecer aos interessados acompanhado de declaração emitida por aqueles Serviços referindo o número de vacas leiteiras na posse do candidato à data da candidatura, segundo o SNIRA, bem como dos justificativos das situações de excepção previstas nesta portaria.



GaCS

Publicado por: Jorge Gonçalves

domingo, 4 de dezembro de 2011

“Dar a Volta à Droga” na Ilha Graciosa


A Directora Regional da Prevenção e Combate às Dependências, Paula Costa, participou hoje, na Praia da Vitória, na iniciativa “Dar a Volta à Droga”, destinada a promover estilos de vida saudáveis.



Este evento, que já existe há seis anos, é uma iniciativa da Associação Norte Crescente, da ilha de São Miguel mas tem agora uma abrangência regional. Em 2010, esta actividade desportiva e lúdica abrangeu 5 ilhas e no presente ano, foi alargada a 8 ilhas.


Esta realidade é possível graças à colaboração de instituições locais, que se disponibilizam para colaborar nesta acção de sensibilização para uma vida mais saudável e mobilizam crianças, jovens e adultos para uma manhã de convívio e saúde.


Para a Directora Regional da Prevenção e Combate às Dependências é, também, uma chamada de atenção para a população em geral, para a importância destas alternativas e destes valores.


Além da Terceira a iniciativa decorreu, também, no Corvo, S. Jorge, Graciosa, S. Miguel, Santa Maria, Flores e Faial.



GaCS

Publicado por: Jorge Gonçalves

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Reflexões periódicas no blog "Tempo Novo" do Deputado José Ávila do PS Graciosa


José Ávila, deputado do PS Graciosa, publica todas as semanas no seu blog pessoal "Tempo Novo" artigos e reflexões informativas de grande relevância para a população graciosense que, aliás, tomo a liberdade de partilhar aqui com todos os nossos leitores.

O nosso bem haja a este deputado, nosso conterrâneo, pelo excelente trabalho que desempenha na Assembleia Regional dos Açores.

Para visitar o blog basta clicar aqui neste link: TEMPO NOVO


Publicado por: Jorge Gonçalves

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

O filme "Trust Perigo Online" no Cinema da Graciosa, esta Sexta-feira, 2 de Dezembro


O filme "TRUST perigo online" será exibido no Centro Cultural da Graciosa, esta Sexta-feira, 2 de Dezembro.


Sinopse:

Bem instalados e em segurança na sua casa dos subúrbios, Will e Lynn Cameron costumam dormir bem de noite, confiando que os seus filhos estão protegidos. Will, em particular, sente-se confortável com o facto de ele e Lynn terem criado três crianças brilhantes, e que depois das portas estarem fechadas e o alarme ligado nada – absolutamente nada – poderá fazer mal à sua família.

Quando a sua filha de 14 anos, Annie, faz um novo amigo online, um rapaz de 16 anos chamado Charlie, que conheceu num “chat room” de voleibol, Will e Lynn não pensam muito no assunto, falando apenas com a filha sobre essa amizade, assumindo no entanto ser normal entre adolescentes que comunicam pela Internet.

Mas depois de várias semanas de comunicação, Annie fica cada vez mais seduzida por Charlie, já não podendo passar sem ele. Aos poucos, descobre que ele não é quem diz ser. No entanto, continua completamente intrigada por ele, mesmo após o seu segredo ser revelado. Uma revelação devastadora, com implicações para toda a sua família, desencadeando uma série de acontecimentos que irão mudar as suas vidas, de uma forma que ninguém poderia prever.

Realizado por David Schwimmer, Trust – Perigo Online é interpretado pelos nomeados para Óscar® Clive Owen e Catherine Keener, pela estreante Liana Liberato e ainda por Noah Emmerich e pela nomeada para Óscar® Viola Davis. O filme foi escrito por Andy Bellin e Robert Festinger e produzido por by Tom Hodges, Ed Cathell III, Dana Golomb, David Schwimmer, Robert Greenhut e Heidi Jo Markel.



Publicado por: Jorge Gonçalves



Execução do melhoramento de abrigo do porto de pescas da Praia da Graciosa agendado para 2012


O Subsecretário Regional das Pescas anunciou hoje que no próximo ano irá iniciar-se a ampliação dos portos de Rabo de Peixe, da Povoação e do Porto Judeu, a construção do cais de pescas em São Roque do Pico e a execução do melhoramento de abrigo do porto de pescas da Praia da Graciosa.



Marcelo Pamplona, que falava no debate do Plano e Orçamento da Região para 2012, adiantou que serão construídos no próximo ano três novos entrepostos frigoríficos na ilha de São Miguel, um de grande capacidade em Ponta Delgada e outros dois de média capacidade em Vila Franca e na Ribeira Quente.

Com o reforço do investimento na requalificação da rede de frio, pretende-se conseguir uma melhoria gradual na qualidade de conservação e o aumento da capacidade de armazenamento dos produtos da pesca, de forma a aproveitar as oportunidades que surjam nas capturas e nos circuitos de comercialização de pescado congelado e transformado.

Também, no próximo ano, no sector das pescas, irá continuar a apoiar-se os armadores na modernização das suas embarcações, de modo a possibilitar uma melhoria na conservação do pescado a bordo e a permitir a instalação de novos equipamentos e estruturas, que permitam diversificar e valorizar as capturas.

O Subsecretário das Pescas referiu, também, que a sustentabilidade das águas dos Açores não pode ser assegurada isoladamente pela Região, pois estamos inseridos num contexto europeu, e por isso, disse Marcelo Pamplona, “temos de trabalhar de forma articulada e integrada, para aproveitar as oportunidades que nos aparecem no âmbito deste novo ciclo da política comum de pescas que se aproxima”.

Marcelo Pamplona sublinhou, também, que “o novo regulamento orientador da política comum de pescas deu um passo em frente na defesa dos nossos interesses, porque, a nível comunitário, foi consolidado o direito que a Região tem uma área de protecção especial de 100 milhas e, ao mesmo tempo, abriu caminho para se poder prolongar a zona de protecção até às 200 milhas por via dos regulamentos que irão gerir as diversas pescarias exercidas pelas frotas europeias”.

O Governante lembrou, que o investimento previsto no plano para o sector das pescas constitui uma oportunidade de valorização da nossa Região, por via do desenvolvimento de um sector produtivo que tem no território marítimo dos Açores um meio de sustentação económica.



GaCS

Publicado por: Jorge Gonçalves

Protecção Civil: aviso de chuva por vezes forte


O Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros dos Açores informa que, segundo o Instituto de Meteorologia, se prevê:


Para o Grupo Oriental


No período entre as 02UTC de 2011-11-30 e as 15UTC de 01-12-2011

Períodos de chuva por vezes FORTE, com 10 a 20 mm/h.


Para o Grupo Central


No período entre as 02UTC de 2011-11-30 e as 09UTC de 01-12-2011

Períodos de chuva por vezes FORTE, com 10 a 20 mm/h.


O SRPCBA recomenda que sejam tomadas as precauções habituais em situações desta natureza, que poderão ser consultadas em www.azores.gov.pt/Portal/pt/entidades/srcte-srpcba/.



GaCS

Publicado por: Jorge Gonçalves

sábado, 26 de novembro de 2011

Estatuto do Aluno dos Ensinos Básico e Secundário já está em vigor


O novo Estatuto do Aluno dos Ensinos Básico e Secundário entrou em vigor esta sexta-feira.



O Estatuto foi publicado em Diário da República na passada quinta-feira, tendo entrado em vigor um dia após a referida publicação.

O diploma, (Decreto Legislativo Regional n.º 32/2011/A) vem clarificar os direitos e deveres do aluno, visando melhorar a segurança e acautelar a tranquilidade das escolas, de forma a permitir aos professores e Conselhos Executivos uma melhor gestão das suas escolas, com outras competências.

O novo estatuto prevê o reforço do relato das ocorrências em contexto escolar, uma vez que a denúncia passa a poder ser feita por toda a comunidade educativa e não apenas por alguns elementos, como acontecia anteriormente.

O diploma reforça também a autoridade das escolas, quer ao nível da gestão da escola, quer ao nível dos directores de turma e do professor.

No que diz respeito ao regime de coimas aos pais e encarregados de educação, estas só poderão aplicadas quando se verificar que o encarregado de educação tenha revelado negligência consistente e sistemática e que esta negligência seja comunicada às autoridades competentes.

Assim, ao prever a aplicação de coimas, o Estatuto do Aluno vem dotar o sistema educativo regional de uma nova forma de promover um acompanhamento mais activo do percurso educativo dos alunos por parte dos pais e encarregados de educação, embora fique claro que esta ferramenta apenas será aplicada em situações extremas.

O Estatuto do Aluno recém-publicado clarifica ainda o dever de respeito da autoridade do professor e as questões relativas às faltas, reduzindo para metade o que estava instituído até agora e limitando a possibilidade do aluno faltar injustificadamente.

O diploma agiliza e simplifica também os procedimentos disciplinares, ao eliminar formalidades consideradas desnecessárias. O novo Estatuto prevê que o procedimento disciplinar instaurado contra um aluno do ensino básico ou secundário deve ser célere e envolver, logo que possível, os pais e encarregados de educação, de forma a garantir eficácia.

São também instituídos através deste diploma, os prémios de mérito, que visam distinguir os alunos que revelem atitudes exemplares de superação das suas dificuldades, que alcancem resultados escolares excelentes, que produzam trabalhos académicos de excelência, que desenvolvam iniciativas exemplares de intervenção na comunidade educativa ou que revelem mérito desportivo.


GaCS

Publicado por: Jorge Gonçalves