terça-feira, 6 de abril de 2010

Empresa de transporte colectivo de passageiros da Graciosa "é um bom exemplo na Região", diz José Contente



O Secretário Regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos visitou, no âmbito da visita de Governo, a Empresa de Transportes Colectivos da ilha Graciosa, Lda., sedeada em Santa Cruz, com o objectivo de conhecer as necessidades, desafios e a respectiva frota.

Actualmente a empresa tem uma frota de 12 viaturas – 4 mini-bus e 8 autocarros – oferece uma capacidade total de 523 lugares. Quatro destes autocarros foram comparticipados pelo Governo Regional através do SIRIART, no montante global de cerca de 290 mil euros.

Para o mês de Maio está prevista a chegada de mais um autocarro com a lotação de 26 lugares, financiado em cerca de cinquenta por cento pelo executivo açoriano.

José Contente elogiou o dinamismo da empresa porque soube captar o investimento público em prol da melhoria dos serviços, registando o facto de esta ser a única empresa do sector na Região que não diminuiu o número de passageiros transportados anualmente, demonstrando que “ continua a servir bem” os graciosenses.

O responsável pela empresa de transportes públicos graciosenses sublinhou que sem a comparticipação do Governo Regional, através do SIRIART, não era possível a renovação da frota. Com este financiamento público a empresa conseguiu oferecer melhores condições de conforto e segurança aos utentes, incluindo o transporte escolar, além dos significativos ganhos por causa da eficiência energética dos novos veículos, mais amigos do ambiente.

O Secretário Regional sublinhou o esforço de investimento do Governo Regional e dos respectivos concessionários com o objectivo de garantir um serviço de qualidade e com bons preços e “ verificamos que isso já acontece na ilha Graciosa, no transporte de adultos e no transporte escolar com veículos já devidamente adaptados com os sistemas de retenção para crianças, as chamadas cadeirinhas”, como comprovou o governante quando visitou a frota da empresa.

José Contente frisou, neste contexto, o estudo de mercado aos transportes públicos de passageiros que está a ser desenvolvido na ilha de S. Miguel e que pretende estudar novos horários, novos itinerários e tarifários - estudo que deverá ficar concluído no próximo mês – e que visa sobretudo apresentar soluções que tornem mais atractivo o uso do transporte público.

Existem oito sub-sistemas de transporte público colectivo regular de passageiros na Região, segundo as especificidades e as necessidades de cada ilha, e no caso concreto da ilha Graciosa, servida pela concessionária visitada pelo Secretário Regional, “é um operador com sucesso, serve bem as pessoas e está a renovar a respectiva frota e já para o mês que vem chega mais um novo autocarro para que a ilha, sob o ponto de vista da qualidade do serviço e da segurança, seja cada vez mais bem servida e continue a ser a melhor opção de transporte para quem vive na Graciosa e todos os dias precisa de se deslocar”.



GaCS/VS

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo vosso comentário