quinta-feira, 22 de abril de 2010

Governo critica proposta para generalizar apoios do FUNDOPESCA



O Subsecretário Regional das Pescas qualificou hoje como “insólita” e “demagógica” a proposta do PSD no sentido de “generalizar a toda a gente, sem quaisquer critérios, os apoios do FUNDOPESCA”.

Falando esta tarde na Assembleia Legislativa Regional, Marcelo Pamplona considerou “insólito” que uma iniciativa deste género parta de um partido que, tendo de sido poder durante cerca de 20 anos, “não introduziu na Região qualquer mecanismo de apoio social aos pescadores”.

“Até de 1996 não havia nos Açores nenhum instrumento legal que permitisse dar apoio aos pescadores por causa do mau tempo”, disse o governante, adiantando ainda que, naquele tempo, “só interessava o atum”.

Para Marcelo Pamplona, “querer agora generalizar aquele apoio a toda a gente, sem quaisquer critérios, não é mais do que pura demagogia”.

Segundo revelou o governante, o FUNDOPESCA, que entrou em vigor em 2002, já apoiou desde então os pescadores açorianos em mais de 4 milhões de euros, o equivalente a 10 ou 15 vezes o valor dos apoios que tinham sido dados até 1996.

O Subsecretário das Pescas adiantou ainda que, graças aos apoios disponibilizados pelo FUNDOPESCA, os pescadores açorianos tiveram nos últimos meses um rendimento semelhante ao verificado em idêntico período do ano passado.

Conforme explicou, aos 6,7 milhões de euros que os pescadores facturaram na venda do pescado em lota, há ainda a acrescentar, no período de Dezembro de 2009 a Março de 2010, cerca de 1,2 milhões de euros de apoios recebidos do FUNDOPESCA.


GaCS/FG

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo vosso comentário