terça-feira, 6 de abril de 2010

Governo continua a criar condições para a melhoria do maneio animal



O Secretário Regional da Agricultura e Florestas inaugurou, no Núcleo Florestal da Serra Branca, na ilha Graciosa, um novo parque de retém para o gado facultando uma estrutura adequada para um melhor maneio e controlo dos animais.

Esta obra, orçada em cerca de 40 mil euros, possui uma área de implantação de 240 metros quadrados.

Paralelamente, estão a instalar-se ensaios de adaptabilidade de diversas essências florestais com vista ao ordenamento deste núcleo de pastagens, através do estabelecimento de cortinas de abrigo.

Na Graciosa, os Núcleos Florestais da Caldeira e da Serra Branca constituem as áreas que se encontram submetidas ao Regime Florestal, caracterizados principalmente pelas áreas de pastagens baldias (68 hectares na Serra Branca e 79 hectares na Caldeira), que desempenham uma importante função económica e social, dado garantirem a viabilidade de muitas explorações agro-pecuárias da ilha.

São várias as centenas de cabeças de gado que dão entrada nas pastagens baldias todos os anos, e mais de 100 os agricultores beneficiados, sendo o Serviço Florestal da Graciosa responsável pelo maneio dos animais durante a sua permanência nestas áreas.

Noé Rodrigues presidiu ainda à sessão de apresentação do projecto de construção do caminho rural do Barreiro/Vales, uma obra orçada em cerca de 650 mil euros que vai beneficiar 50 agricultores numa área de 150 hectares de pastagens.

Este caminho rural, com cerca de 3,5 quilómetros vai ainda possibilitar a ligação ao caminho rural das Rilheiras, melhorando as condições de funcionamento das explorações agrícolas sedeadas nesta área.


GaCS/MS

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo vosso comentário