terça-feira, 19 de junho de 2012

Presidente Carlos César anunciou hoje na Graciosa o novo "CARTÃO AÇORES" e outras medidas promocionais no sector do turismo


Santa Cruz, 19 de junho de 2012 – Presidente do Governo anuncia “Cartão Açores” e outras medidas promocionais no sector do turismo 

“Uma declaração contra a inação” foi como o Presidente do Governo Regional classificou o anúncio de medidas promocionais do turismo nos Açores, feita pelo próprio Carlos César após reunião, na ilha Graciosa, com empresários do sector.

A principal iniciativa é a da criação do “Cartão Açores”, com vista a promover o destino Açores de forma integrada, num sistema que se aproxima da modalidade “tudo incluído”.

O referido cartão permitirá ao seu detentor beneficiar de um pacote integrado, a ser vendido pelos operadores turísticos, que inclui passagem aérea, alojamento e “tickets” para refeições em restaurantes.

Como explicou o Presidente do Governo, o turista terá acesso a um número pré-determinado de refeições que livremente escolherá entre os restaurantes que aderirem ao programa, estejam ou não integrados em unidades hoteleiras, sendo os “tickets” de preços diferenciados, de forma a abranger um maior número de restaurantes e de capacidades económicas dos turistas.

Como também explicou Carlos César, a operacionalização desta iniciativa envolve a AHRESP e as Câmaras de Comércio dos Açores, ficando a Associação de Turismo dos Açores responsável por contratar uma entidade que venda o serviço aos operadores e liquide os créditos junto da restauração.

Tratando-se de uma medida que pretende combater a sazonalidade que ainda se verifica no turismo açoriano, o “Cartão Açores” estará disponível entre outubro e março, a começar já este ano.

Mas há mais medidas a entrar em vigor em breve, como seja o programa “65+”, com a colaboração da SATA Internacional, e que se destina ao turismo sénior que utilize as rotas entre os Açores e os Estados Unidos e o Canadá.

O Presidente do Governo avançou a informação de que as pessoas que tiverem 65 anos, ou mais, poderão beneficiar de descontos entre 30 e 40 por cento nas tarifas aéreas, desde que a sua estada nos Açores abranja pelo menos cinco noites.

“Em síntese, o que nós fizemos hoje, neste encontro com os empresários do turismo, foi uma declaração contra a inação e contra o conformismo”, acentuou Carlos César, que, face às dificuldades no continente português e que também são sentidas em países de onde agora chegam menos turistas, o que é imperioso é trabalhar.

“O que hoje nós dissemos uns aos outros foi: vamos trabalhar, vamos promover a região no exterior, vamos encontrar novos mercados, vamos oferecer novos programas promocionais, novas tarifas para diversos públicos, e vamos tentar que esta situação que, em princípio, seria negativa, possa ser contida ou invertida”, disse o Presidente do Governo.

Realçando ter notado nos empresários da Graciosa a convicção de que é possível fazer um bom trabalho, aludiu aos investimentos públicos efetuados na ilha como facilitadores da tarefa que a todos se apresenta.

Aliás, a Graciosa tem registado, como sublinhou, um assinalável progresso em termos de afluxos turísticos mercê de investimentos públicos no sector, cotando-se mesmo como a ilha que melhor comportamento tem nesse âmbito, a ponto de se situar acima das médias regional e nacional.

Carlos César disse também esperar que a contínua promoção que o Governo Regional tem vindo a fazer em diversos mercados externos e na diminuição de tarifas no transporte aéreo inter-ilhas seja complementada com a diminuição do tarifário nos voos entre os Açores e o exterior.

A propósito, lembrou que o seu Governo está “a aguardar uma decisão do Governo da República para que envie a nossa proposta para a União Europeia e, assim, as passagens aéreas possam baixar o seu preço.”


GaCS/CT

Anexo: fotografias GaCS/Valter Franco

Ficheiro áudio disponível em www.azores.gov.pt/GaCS

Publicado por: Jorge Gonçalves

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo vosso comentário