sexta-feira, 18 de junho de 2010

Governo empenhado em melhorar sistema de incentivos ao empreendedorismo jovem



O Governo dos Açores está aberto a rever, de forma vantajosa, o sistema de incentivos ao empreendedorismo jovem, adequando-o à nova realidade económica e melhorando aspectos que a experiência da sua aplicação nos últimos anos suscitam.

A garantia foi dada na noite de quinta-feira, no parlamento regional, pelo Secretário Regional da Presidência, no debate de uma proposta sobre alterações a esse sistema de incentivos.

Na discussão sobre essa proposta, da autoria do Grupo Parlamentar do Partido Socialista, que ainda se vai prolongar esta manhã, André Bradford reconheceu mérito à iniciativa apresentada, e disse que o executivo está aberto a todas as sugestões que possam contribuir para promover novas ideias que potenciem o desenvolvimento da Região, nomeadamente junto dos jovens.

“Esta proposta vem ao encontro das principais necessidades que no Governo identificou, relativamente ao programa que nós iniciámos em 2006”, referiu.

O governante especificou que essa avaliação “alarga o leque dos beneficiários e das áreas de actividade envolvidas, promove a simplificação de procedimentos, clarifica alguns aspectos na aplicação e execução do programa, ao longo destes anos, se revelaram geradores de dúvidas”.

André Bradford disse ainda que a proposta é válida, ainda, “porque adequa este instrumento de empreendedorismo às actuais dificuldades que enfrentam aqueles jovens que têm capacidade de inovação para investirem nesta altura, devido às contingências e consequências da crise financeira internacional e, portanto, do contexto económico onde hoje se movem”.

Do ponto de vista de análise técnica, disse, “o Governo saúda o facto de, em sede de comissão, e na sequência da audição ao executivo, terem saído alterações” consideradas relevantes.

O Secretário Regional da Presidência deu como exemplos os casos do prazo de execução dos projectos, que passou de dois para três anos, da inclusão de linhas de apoio para despesas processuais e de registo e às majorações de apoios aos jovens premiados no Concurso Jovem de Empreendedorismo e aos candidatos que disponham de mais de 75% do capital a investir.


GaCS

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo vosso comentário