sexta-feira, 12 de março de 2010

Governo reforça aposta na qualidade da produção vitivinícola regional


O Governo dos Açores vai continuar a apoiar a Comissão Vitivinícola Regional dos Açores (CVR) no sentido de promover mais a sua acção na certificação dos vinhos, “adequando todo o edifício jurídico que regulamenta a actividade na Região”.

A afirmação foi proferida pelo secretário regional da Agricultura e Florestas na cerimónia de tomada de posse do novo presidente da CVR Açores, que decorreu na ilha do Pico.

Noé Rodrigues afirmou ainda que a base jurídica da actividade vitivinícola da Região deverá ser ajustada de uma forma mais adaptada às necessidades regionais e que “um produto de qualidade vai colocando”.

A Comissão Vitivinícola Regional dos Açores é uma associação regional, fundada no ano de 1995, à qual compete controlar a origem, garantir a genuinidade e promover os produtos vitivinícolas com direito a Denominação de Origem e a Indicação Geográfica, o fomento e o controle dos vinhos, a definição do seu processo produtivo e a promoção e defesa interna e externa das denominações “Biscoitos”, “Pico” e “Graciosa”.

A CVR Açores certifica anualmente uma média de 20 vinhos de toda a Região, entre vinho Regional Açores ou VLQPRD, tendo desde o ano da sua formação já certificado cerca de 1,5 milhões de litros de vinho.

De modo a combater a maior competitividade do mercado vinícola aliada ao aumento qualitativo dos vinhos produzidos actualmente, a CVR Açores tem vindo a desenvolver grandes esforços com o objectivo de ajudar os vinhos dos Açores a reforçar e aumentar a sua posição no mercado, nomeadamente através da colaboração em projectos científicos ao nível da viticultura (Projecto das castas tradicionais dos Açores) e da enologia (Projecto Melhoramento Tecnológico dos Vinhos dos Açores).



GaCS/MS

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo vosso comentário