quarta-feira, 31 de março de 2010

Esclarecimento da Secretaria Regional da Economia



Em relação a uma notícia divulgada hoje pela Antena 1 Açores, relacionada com o aumento do preço máximo de venda ao público das gasolinas 95 e 98 e dos gasóleos rodoviário e pescas, e porque na mesma são feitos alguns comentários que não correspondem à verdade, vem a Secretaria Regional da Economia esclarecer o seguinte:

1 – É falso que os preços máximos praticados na Região Autónoma dos Açores para a gasolina 95 e 98 e para os gasóleos rodoviário e agrícola estejam cada vez mais próximos dos preços praticados no continente;

2 – O regime de fixação do preço dos combustíveis nos Açores é diferente do utilizado no continente, motivo pelo qual os preços praticados numa determinada data nos Açores reflectem momentos diferentes no que diz respeito ao valor do barril de petróleo no mercado internacional.

3 – O período de maior proximidade entre os preços praticados nos Açores e no Continente para os diferentes combustíveis ocorreu no último trimestre de 2008, após alguns meses em que o preço do barril de petróleo no mercado internacional bateu sucessivos máximos históricos;

4 – Essa coincidência deveu-se, única e exclusivamente, ao facto de, nesse momento, se estar a registar nos preços praticados nos Açores o impacto provocado por essa sucessão de subidas do preço do barril do petróleo nos mercados internacionais, o que já não acontecia com os preços praticados, também nessa altura, no continente;

5 – Os novos preços máximos de venda ao público, que entram em vigor esta quinta-feira, mantêm-se a um nível significativamente inferior ao registado no mercado nacional, com diferenças de menos 16,3 por cento para a gasolina 95, de menos 15,9 por cento para a gasolina 98, de menos 13,6 por cento para o gasóleo rodoviário, menos 25,3 por cento para o gasóleo agrícola, de menos 26,3 por cento para o gasóleo pescas, de menos 39,6 por cento para o gás butanos e de menos 47,8 por cento para o fuel indústria.


GaCS/NM

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo vosso comentário