segunda-feira, 12 de outubro de 2009

O PSD perdeu as autárquicas



O PSD teve mais presidentes de Câmara? Big deal. Tem menos votos e menos mandatos que o PS, e se continua à frente em número de presidências é porque ganhou mais câmaras pequenas. Não há duas interpretações possíveis dos números: o PSD perdeu as autárquicas.

Vamos então fazer umas continhas. For the sake of the argument*, atribuamos apenas ao PSD os resultados obtidos em coligações encabeçadas por sociais-democratas:

Em 2005, o PSD ganhou 157 Câmaras, o PS 110. Em 2009, o PSD ganha 138 Câmaras e o PS ganha 130. O PSD perde 19 Câmaras, o PS ganha 20.

Em 2005, as listas encabeçadas pelo PSD às Câmaras Municipais elegeram 907 mandatos, enquanto que o PS elegia 852. Em 2009, as listas encabeçadas pelo PSD às Câmaras Municipais elegem 871 mandatos, enquanto que o PS elege 921. O PSD perde 36 mandatos, o PS ganha 69.Apesar de ganhar menos 8 câmaras, o PS elege mais 50 vereadores e presidentes que as listas do PSD, coligado ou não. Há dois efeitos que podem explicar esta inversão de posições entre número de Câmaras e número de mandatos:

o PS ganha as câmaras por margens de vitória em média maiores do que o PSD.

o PS ganha câmaras maiores, e portanto com mais vereadores.

Provavelmente, a explicação do que sucedeu ontem residirá mais no segundo efeito que no primeiro. O que sustenta a ideia de um Partido que tem vindo a perder penetração nos meios urbanos, onde se situam os municípios mais populosos do País.

Deixemo-nos de tergiversações: isto é uma derrota do PSD. Não uma derrota relativa, "ah e tal continuamos a ser o maior partido autárquico". Não: isto é uma derrota absoluta. O maior partido português é hoje o Partido Socialista, tanto a nível parlamentar como a nível autárquico: ganhou em votos, em mandatos, e encurtou a distância no enganador número de Câmaras.

Se as legislativas indiciam a derrota de uma estratégia da direcção nacional, as autárquicas apontam para uma deliquescência da própria estrutura partidária. O PSD não pode ignorar estas lições. Isto se quiser voltar a ganhar eleições, claro.





Fonte: Expresso

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo vosso comentário