terça-feira, 10 de maio de 2011

Governo apela aos jovens para agarrarem oportunidades oferecidas pela União Europeia







O Secretário Regional da Presidência alertou para a necessidade dos jovens açorianos terem ”não apenas conhecimento das oportunidades que são abertas pela União Europeia, em áreas como a formação, mobilidade e projectos juvenis, mas que façam efectivamente uso destas oportunidades, em seu beneficio pessoal, bem como no da Região”.

“A União Europeia preocupa-se em fomentar, entre os jovens, a cidadania activa, a solidariedade e a tolerância, prevendo medidas que visam favorecer a mobilidade nas fronteiras da UE, mas também promover os valores e o diálogo interculturais” afirmou André Bradford, acrescentando em seguida alguns exemplos de jovens, oriundos dos Açores, que ousaram partir para experiências no exterior e são hoje reconhecidos a nivel europeu em áreas como a música, a dança e a moda.

André Bradford falava, em representação do Presidente do Governo, nas comemorações do Dia da Europa, que decorreram na Escola Básica e Secundária da Graciosa, nas quais participaram cerca de duas centenas de jovens, de várias ilhas dos Açores.

Além de vários momentos de música clássica, poesia e dança, proporcionados pelos alunos da Escola Básica e Secundária da Graciosa, decorreu também, no âmbito das comemorações, a final do concurso "Europa Quiz - Os Açores e a União Europeia", disputado pelas equipas vencedoras do concurso multimédia "Açores, 25 anos na União Europeia", promovido pelo Governo dos Açores.

Após a sessão solene comemorativa, presidida pelo Secretário Regional da Presidência, foram anunciados e entregues os prémios dos concursos multimédia, ganha pela equipa “As Divas” da Escola Básica e Secundária das Velas de São Jorge, e “Europa Quiz” cuja equipa vencedora, “Blueteam”, da Escola Secundária Manuel de Arriaga, do Faial, ganhou uma viagem e estadia a Bruxelas, secundados pelas equipas “Flowerforce” da Escola Básica e Secundária das Flores e “Os Mamutes” da Escola Secundária Jerónimo Emiliano de Andrade, da Terceira.

“Os jovens dos Açores devem utilizar mais programas como o Erasmus, Comenius, Leonardo da Vinci ou Eurodisseia, entre outros, como o “Juventude em Acção”, pois são iniciativas que permitirão regressarem com maior conhecimento, maiores aptidões técnicas, enriquecimento pessoal e, certamente, melhor preparados para os desafios da sua região – afirmou, a terminar, André Bradford.



GaCS/GSsRAECE

Publicado por: Jorge Gonçalves

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo vosso comentário