terça-feira, 28 de setembro de 2010

Governo estuda possibilidade de atribuir apoio extraordinário aos viticultores açorianos



O Secretário Regional da Agricultura e Florestas admitiu hoje a possibilidade do Governo dos Açores poder vir a dar algum “apoio extraordinário” aos viticultores açorianos como forma de atenuar as quebras verificadas este ano na produção de uvas.

Segundo afirmou Noé Rodrigues, este foi um ano “muito difícil do ponto de vista climatérico” para as produções agrícolas, com penalizações não só no caso da vinha mas também ao nível das pastagens e da fruticultura, por exemplo.

Sabemos já de uma forma segura quais são as quebras existentes no sector da vinha e do vinho e estamos a verificar da possibilidade de poder dar algum apoio extraordinário a essas situações, esclareceu o governante.

Noé Rodrigues sublinhou todavia que a eventual atribuição desse apoio ainda não está devidamente definida, uma vez que ainda faltam alguns dados, já que a produção de uva acontece em várias ilhas, designadamente no Pico, Terceira, Graciosa e São Miguel.

Seja como for, adiantou o Secretário da Agricultura e Florestas, “já temos uma aproximação muito segura daquilo que são as quebras – que não são as mesmas em todas as lhas – para podermos definir algum apoio de acordo com os enquadramentos financeiros, que também não são muitos nesta altura do ano”.


GaCS/FG

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo vosso comentário