quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Campanha SOS Cagarro arranca esta semana



A campanha “SOS Cagarro” arranca esta semana nos Açores, com vista, à semelhança de anos anteriores, ao salvamento de milhares destas aves marinhas que se arremessam para terra, normalmente atraídas e encandeadas por luzes.

Com base no êxito das campanhas anteriores, a Secretaria Regional do Ambiente e do Mar (SRAM) conta com a participação cívica e com a colaboração de todas as entidades públicas e privadas que anualmente partilham esforços e contribuem para garantir o sucesso dos cagarros juvenis, ao para abandonar os ninhos pela primeira vez e seguir viagem rumo ao Atlântico Sul.

Neste período do ano, a SRAM reitera a importância de, ao encontrar-se uma ave perdida, proceder ao seu salvamento de modo a evitar que se magoe e que provoque stress ao animal. Apela-se ainda para uma especial prudência por parte dos condutores que circulam em estradas costeiras à noite, sendo esta considerada também uma forma muito importante de participação na campanha.

Todos os anos é entre os dias 1 de Outubro e 15 de Novembro que a Campanha SOS Cagarro tem a sua maior expressão. Contudo, a mensagem que a acompanha é válida todo o ano e em 2010, Ano Internacional da Biodiversidade, ainda com mais propriedade.

A protecção das espécies e a conservação dos habitats dos quais dependem, fazem dos Açores um local rico em valores naturais e com um nível de preservação inigualável, considera a SRAM.

Para estatuto contribuem intervenções directas – limpezas de orla costeira, erradicação de espécies invasoras, melhoria de habitats de espécies sensíveis, entre muitas outras, promovidas e apoiadas pelo Governo Regional – mas também a sensibilização e educação ambientais, que tem registado bons resultados.

A Secretaria Regional do Ambiente e do Mar apela a que, entre 1 de Outubro e 15 de Novembro haja participação dos cidadãos (voluntários autónomos ou nas Brigadas de Salvamento), escolas, autarquias, Polícia de Segurança Pública, Polícia Marítima, Guarda Nacional Republicana, Bombeiros Voluntários, escuteiros, organizações não-governamentais de Ambiente, entidades privadas e Universidade dos Açores.

Nos próximos dias, a partir dos diferentes elementos coordenadores de ilha, haverá a disseminação de saídas para salvamentos e actividades de educação ambiental associadas à Campanha de 2010.

A SRAM espera, também, que o espírito que se vive durante o período esta campanha seja alargado para todo o ano e que o respeito alcançado pelo cagarro se estenda a toda a biodiversidade do arquipélago.

Mais informações sobre a campanha estão disponíveis no endereço electrónico
http://soscagarro.azores.gov.pt/ .



GaCS/FA

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo vosso comentário