segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Vasco Cordeiro esteve presente hoje na inauguração do novo edifício do aquartelamento de bombeiros do aeródromo da Ilha Graciosa


“A construção de diversas infraestruturas em todas as ilhas da Região não tem como propósito a satisfação intelectual do Governo, mas sim servir cada uma das nossas ilhas dos instrumentos necessários para a sua afirmação no contexto económico regional” salientou, esta tarde, em Santa Cruz da Graciosa, o Secretário Regional da Economia.



Vasco Cordeiro, que falava na cerimónia de inauguração do novo edifício do aquartelamento de bombeiros do aeródromo da Graciosa, recordou que o Governo dos Açores “tem vindo paulatinamente a desenvolver uma estratégia de reforço das acessibilidades que tem por objetivo criar as condições que permitam reforçar as trocas comerciais entre as ilhas e a dinamização do mercado interno”.


Tendo em conta a atual conjuntura, reforçou Vasco Cordeiro, “a caminhada que o Governo dos Açores tem vindo a fazer com os graciosenses e com os açorianos demonstra que temos uma estratégia que está a ser implementada, que temos dado passos concretos para a concretização dessa caminhada, e que apesar das dificuldades e dos desafios que se colocam a todos, temos as condições, fruto de um dos nossos principais patrimónios, a rigorosa gestão das nossas finanças públicas, para continuar a afetar recursos a esse processo de desenvolvimento”.


Assim, segundo o governante, “a infraestrutura hoje inaugurada melhorará as condições de segurança do aeródromo da Graciosa, mas que não deve ser vista como um investimento isolado. Ele integra-se numa estratégia mais global e regional de valorização das nossas infraestruturas aéreas e no ciclo de investimentos que estamos a desenvolver em todas as ilhas”.


No caso da Graciosa, a este reforço da operacionalidade do aeródromo local, acresce também os investimentos concretizados no porto comercial, com equipamentos e infraestruturas, como são os casos da aquisição de uma lancha de pilotos, que com a sua polivalência veio reforçar as condições de assistência às embarcações ou de uma rampa roll on roll off que irá proporcionar a criação de um verdadeiro mercado interno”.


Segundo Vasco Cordeiro, “é neste ponto que se coloca o fator desbloqueador desse objetivo que os governos do PS cedo demonstraram e que continuam apostados em prosseguir”. De facto, realçou, “o Governo dos Açores assumiu o compromisso nesta legislatura de dotar as ilhas com operação sazonal de transporte de passageiros e viaturas com esse tipo de rampas e esse compromisso será cumprido”.


Para Vasco Cordeiro, “a relevância deste facto deriva do que poderá ser uma alteração profunda na tipologia da operação logística que está subjacente ao transporte de passageiros e viaturas, nomeadamente ao permitir que os navios possam para além do transporte de passageiros, também transportar viaturas e mercadorias, em especial entre as diferentes ilhas do grupo central”.


Desta forma, explicou o Secretário Regional da Economia, “este projeto de reforço das trocas comerciais entre as ilhas não se esgota nas infraestruturas. Por isso é que decorre o concurso de dois navios que vão servir estas ilhas, mas também no processo da operação sazonal de transporte marítimo de passageiros, que terminado o contrato em 2012 terá na sua nova configuração que estar especialmente vocacionado para assegurar o pleno aproveitamento dessas infraestruturas”.


Vasco Cordeiro anunciou ainda que “à semelhança do que foi já anunciado para Santa Maria, também pretendemos lançar uma campanha de promoção da ilha Graciosa, dos seus serviços na área do turismo e das suas produções agrícolas”. Será uma iniciativa “a decorrer durante o corrente ano, nas ilhas que são economias de referência, mas indo também mais além nas lojas Açores de Ponta Delgada e Lisboa, divulgando assim as potencialidades desta ilha”.



GaCS

Publicado por: Jorge Gonçalves

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo vosso comentário