segunda-feira, 8 de abril de 2013

Museu da Graciosa é “um dos mais interessantes" da Região, afirma Luiz Fagundes Duarte


O Secretário Regional da Educação, Ciência e Cultura afirmou hoje que o Museu da Graciosa é “um dos mais interessantes da Região”, frisando que é possível ter equipamentos com qualidade em ilhas de menor dimensão. 

“É um museu pequeno, um museu de ilha, que tem um discurso museológico muito interessante, muito bem feito, agradável, uma prova, de facto, de que se pode construir nas ilhas mais pequenas equipamentos agradáveis, quer para a população, porque encontra refletida a sua história social e humana, mas também para o visitante", afirmou Luiz Fagundes Duarte, para quem o facto de o museu "estar situado no centro da vila é uma porta de entrada para que as pessoas possam perceber o espírito da Graciosa”.

O Secretário Regional, que visitou o museu no âmbito da visita estatutária que o Governo dos Açores hoje iniciou à Graciosa, acrescentou que este espaço museológico “é uma casa muito rica em termos de tradição porque conta a história da ilha e, ao mesmo tempo, o próprio processo de ampliação do edifício”.

“Cada ilha é um capítulo da história humana. É um capítulo pequeno, mas importante, porque estas ilhas desde que foram povoadas representam muito do que é um processo evolutivo da humanidade”, sublinhou.

Luíz Fagundes Duarte salientou a importância destes museus, cujos responsáveis conseguiram, através de peças encontradas nas ilhas e depois recuperadas, contar a história da relação do homem com o seu meio.

 “É isso que é cultural e é isso, sobretudo, que é a vivência da humanidade”, afirmou.



GaCS

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo vosso comentário