terça-feira, 9 de abril de 2013

Governo determinado no desenvolvimento da Graciosa, garante Vasco Cordeiro


O Presidente do Governo dos Açores afirmou que os principais aspetos levantados no Conselho de Ilha, no âmbito da visita estatutária à Graciosa, constam dos compromissos do Executivo ou de diligências que já estão a ser desenvolvidas.

“O Conselho de Ilha cumpriu a sua função, já que foi um encontro que permitiu uma troca de ideias relativamente a vários aspetos relacionados com o desenvolvimento da Graciosa, que se colocam no setor primário, mas também em infraestruturas ligadas aos transportes e na área da saúde”, afirmou Vasco Cordeiro, em declarações aos jornalistas na segunda-feira.

Após a reunião do Governo Regional com o Conselho de Ilha, que decorreu no primeiro dia da visita à Graciosa, o Presidente do Governo adiantou que, no caso da Adega Cooperativa, já existe um projeto de investimento aprovado, tendo em conta a importância fundamental que esta entidade tem para a economia da Graciosa.

“A questão que se coloca é na parte que não tem a ver com o financiamento público, ou seja, na componente de recursos próprios que a Adega Cooperativa deve reunir para avançar com o projeto”, adiantou.

Segundo disse, muito embora este seja um aspeto em que o Governo não se pode substituir à Adega Cooperativa, o Executivo esta a “acompanhar esta situação no sentido de a ajudar a concretizar este projeto”.

Relativamente à construção do matadouro, Vasco Cordeiro assegurou que se trata de um compromisso eleitoral que será cumprido nesta legislatura, no âmbito dos recursos financeiros disponibilizados no próximo Quadro Comunitário de Apoio.

“O projeto do novo matadouro já existe e estamos na fase de lançar o concurso público para a sua construção. Isso permitirá que, devidamente calendarizado, este investimento seja apoiado pelo próximo Quadro Comunitário de Apoio”, concluiu Vasco Cordeiro.



GaCS
Publicado por: Jorge M. Gonçalves

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo vosso comentário