sábado, 30 de outubro de 2010

Mais de 800 cagarros salvos



Desde o reforço das Brigadas Nocturnas da última segunda-feira, consequência do aumento significativo no número de cagarros detectados pelos Vigilantes da Natureza e alguns colaboradores durante o passado fim-de-semana, foram recolhidos cerca de 700 cagarros em apenas 4 noites em todo o arquipélago. Somados às poucas dezenas que tinham sido encontrados pontualmente um pouco por todas as ilhas ao longo da campanha desde 1 de Outubro, totalizam 818 cagarros salvos até ao momento na Campanha SOS Cagarro deste ano.

A Secretaria Regional do Ambiente e do Mar está empenhada em aumentar a participação pública e reduzir os níveis de mortalidade do cagarro. O Director Regional dos Assuntos do Mar, Frederico Cardigos, referiu que “Em termos de colaboração, é francamente animador o verificar o elevado nível de participação e com um empenho excepcional, seja de parceiros privados ou das diferentes instituições, mas há ainda que actuar no sentido de minimizar as situações de atropelamento, que continua a figurar como uma das principais ameaças aos cagarros juvenis que tentam o seu primeiro voo a partir das ilhas açorianas. Só este ano, já foram registados 67 cagarros mortos e vários feridos em todo o arquipélago.”

As medidas que foram tomadas este ano começam a revelar-se fulcrais para o sucesso da Campanha SOS Cagarro, nomeadamente a colaboração de diversas entidades que, a pedido da SRAM têm vindo a actuar na prevenção, ao reduzirem a intensidade luminosa em locais que foram identificados como problemáticos em anos anteriores. Várias destas entidades estão empenhadas na Campanha de forma exemplar e, para além de terem colaborado na redução luminosa, sugeriram que técnicos da SRAM trabalhassem em conjunto com as suas equipas para transmitir o conhecimento necessário para ganharem a capacidade de salvar cagarros autonomamente.

Para mais informações sobre o cagarro, sobre a campanha e sobre como participar escreva para cagarro@azores.gov.pt, consulte o site soscagarro.azores.gov.pt ou contacte o seu Serviço de Ambiente de Ilha.



GaCS/SF/SRAM

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo vosso comentário