segunda-feira, 4 de março de 2013

Venha participar no Censo de Milhafres na sua ilha


Este projeto, coordenado anualmente pela SPEA, procura obter informação de base sobre as populações de milhafres/mantas existentes nos arquipélagos dos Açores e da Madeira.
Nos Açores a espécie é conhecida por Milhafre ou Queimado Buteo buteo rothschildi, na Madeira é conhecida por Manta Buteo buteo harterti.
Ao contrário de outras, esta espécie não tem sido alvo de estudos biológicos aprofundados, pelo que esta iniciativa se reveste de grande importância, principalmente dado o seu papel essencial nos nossos ecossistemas, por exemplo, enquanto agente controlador de pragas, como os ratos.
Neste Censo podem participar todos os cidadãos interessados em contribuir para que mais dados científicos sejam obtidos. Denomina-se esta iniciativa por Citizen Science – Cidadania na Ciência.
Como colaborar / Metodologia

O Censo de Milhafres/Mantas decorre uma vez por ano, durante um fim de semana, no mês de março ou abril, nos arquipélagos dos Açores e da Madeira (com exceção das ilhas Flores e Corvo, nos Açores, pelo facto de nas mesmas não existir esta espécie).
Nessa altura, aproveite para dar um passeio, com amigos ou familiares e participe nas contagens! Seja cientista por um dia! Os dados a recolher são simples e não exigem conhecimentos específicos, para além de saber identificar um milhafre/manta!

Para participar tudo o que deve fazer é:
1. Escolher e definir a rota que irá percorrer no fim de semana em questão e enviar-nos previamente a descrição da mesma. Desta forma, pretende evitar-se a sobreposição de rotas (Os percursos podem ter o total de quilómetros que o colaborador entenda. A SPEA recomenda efetuar percursos diferentes de 20 km cada um);
- Se estiver no Arquipélago dos Açores envie para acores[arroba]spea.pt ou ligue para 918536132.
- Se estiver no Arquipélago da Madeira envie para madeira[arroba]spea.pt ou ligue para 967232195.

2. No fim de semana, percorrer a rota escolhida e registar na Ficha do Censo todos os milhafres/mantas observados;

3. Assinalar na Ficha:
- o quilómetro inicial e final (a SPEA recomenda colocar o conta-km do seu carro a zeros, ou anotar o indicado no painel, tanto no início como no final do Censo)
- todos os quilómetros em que observa milhafres/mantas;
- a distância a que os observa: menos de 50 m; 50 – 200 m; 200 – 500 m; ou mais de 500 m (a SPEA deixa uma sugestão, caso avistem uma linha elétrica, a distância entre dois postes é de cerca de 100 m);

4. Após a realização do Censo enviar-nos a ficha devidamente preenchida e se possível um mapa da rota percorrida:
- Se estiver no Arquipélago dos Açores envie para acores[arroba]spea.pt  ou para SPEA – Povoação; Escola Básica da Lomba do Carro; 9650-320 Povoação; São Miguel;
- Se estiver no Arquipélago da Madeira envie para madeira[arroba]spea.pt ou para SPEA – Madeira; Travessa das Torres, 2 A; 9060 – 314 Funchal.




http://www.spea.pt/pt/estudo-e-conservacao/censos/censo-de-milhafres-mantas/



Publicado por: Jorge M. Gonçalves

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo vosso comentário