sábado, 14 de abril de 2012

Já fez um mês que a queda de um meteoro foi avistada na Ilha Graciosa e o respetivo meteorito ainda não foi encontrado



Fez nesta Quinta-feira passada, 12 de Abril, um mês que foi avistada a queda de um meteoro na Ilha Graciosa. 


Segundo Jorge Gonçalves,  testemunha ocular e residente no lugar das Dores, isto ocorreu no seguinte alinhamento:  Dores/Funchais/Guadalupe/Serra das Fontes.

 O fenómeno foi avistado no dia 12 de Março por volta das 8 da noite e até ao momento ainda não foi encontrado nem o lugar de impacto nem o meteorito ou fragmentos do mesmo.

De salientar que Jorge Gonçalves é um colecionador experiente de meteoritos,  tem dedicado muito tempo à procura dos fragmentos e utiliza para o efeito um detetor de metais profissional, um par de binóculos e ainda um íman muito potente, ferramentas estas que são essenciais na procura de pedras oriundas do Espaço. 

Muitos dos terrenos entre as Dores e a Serra das Fontes já foram ou estão neste momento a ser lavrados por tratores e isto significa muito concretamente que o meteorito aqui referido poderá infelizmente ficar perdido para sempre. Ao longo de todo o alinhamento existem também algumas terras incultas, muitas divisões com muros altos e matos etc. que tornam as buscas extremamente árduas e difíceis. A chuva também é um fator inimigo de meteoritos e quanto mais tempo ele permanecer no solo maiores serão as consequências de ser perdido por desintegração.

É importante que os senhores agricultores tenham o cuidado de verificar as suas terras para a possibilidade de poderem eventualmente encontrar este meteorito. Faz-se aqui um apelo a todos os residentes que tenham terras nos lugares aqui referidos para que antes de lavrarem as suas terras verifiquem primeiro se haverá alguma pequena cratera ou buraco no solo com pedras pretas no seu interior. Se alguém o encontrar pede-se o favor de me contatarem para este email: Galeriacores@gmail.com ou para a Rádio Graciosa ou posto da PSP. Se for encontrado é de sublinhar a importância científica e cultural relevante que isto pode ter para a Ilha Graciosa e todos os seus habitantes e este meteorito em questão julgo que terá automaticamente um lugar assegurado no Museu da Graciosa e tornar-se-ia, sem dúvida,  uma atração turística para todos os que o quisessem ver.

O importante neste momento é encontrar a cratera e verificar dentro e fora dela por meteoritos ou pequenos fragmentos do mesmo. A cratera do meteorito poderá ter aproximadamente entre 40 e 70 centímetros de largura ou talvez até mais, tudo depende de algumas variáveis a ter em consideração como, por exemplo, o peso, a velocidade da queda e o tamanho do meteorito.


Publicado por: Jorge Gonçalves

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo vosso comentário