terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

7º Censo de Milhafres: 24 e 25 de março

A SPEA (Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves) precisa de voluntários na Ilha Graciosa para o CENSO de Milhafres

Nos dias 24 e 25 de março dezenas de voluntários voltam à estrada para mais um censo de milhafres, de modo a continuar a recensear os indivíduos da maior ave de rapina do arquipélago dos Açores e avaliar o estado das suas populações. O Censo de Milhafres é um projeto que deve a sua existência a um trabalho quase inteiramente voluntário, sendo de destacar o contributo dos 614 cidadãos que têm vindo a assegurar a recolha de dados desde o início da iniciativa, em 2006.

A Cidadania Ambiental ou Citizen Science, como também é conhecida, apela e alerta o cidadão comum para as temáticas ambientais, que por vezes não têm nos meios tradicionais, o destaque e a relevância que seria desejável.

Coordenado anualmente pela SPEA, este Censo tem como objetivo envolver o público em geral num projeto científico e obter mais dados sobre as populações de milhafres/mantas existentes nos arquipélagos dos Açores e da Madeira.

A conservação e manutenção da biodiversidade, em particular das espécies que se encontram ameaçadas, em risco de extinção ou das quais pouco se sabe, assume um maior valor, quando a participação é de todos.

Text Box: Foto: Milhafre Buteo buteo rothschildi © Joaquim Teodósio/SPEAEste ano o Censo irá decorrer no fim de semana de 24 e 25 de março.

Para participar não é necessário ter conhecimentos específicos, para além de conseguir identificar um milhafre.

Em 2011 participaram 199 cidadãos, foram percorridos mais de 3100 km e avistadas 959 aves em 9 ilhas, sendo o objetivo para este ano superar esses valores, por isso se apela à participação de todos os cidadãos que queiram ser cientistas por um dia.

Só com essa preciosa ajuda será possível obter estimativas mais fiáveis do número de milhafres/mantas existente nos dois arquipélagos.

Nos dois arquipélagos, desde o início do Censo, nas seis edições realizadas desde 2006, já participaram mais de 600 cidadãos, foram avistados 3221 milhafres/mantas e percorridos cerca de 10 500 km, nos 375 percursos realizados. Estima-se que o total de milhafres/mantas seja cerca de 1500 aves nos dois arquipélagos (1300 nos Açores e 200 na Madeira e no Porto Santo).

Para mais informações consulte a página do projeto:

http://www.spea.pt/pt/estudo-e-conservacao/censos-de-aves/

A SPEA agradece a participação de todos os voluntários e espera contar com todos mais uma vez, este ano! Marque já na sua agenda. Participe e divulgue!

Censo dos Milhafres - http://www.spea.pt/pt/estudo-e-conservacao/censos-de-aves/censo-de-milhafres-mantas/

Nos Açores esta espécie é conhecida por Milhafre ou Queimado, ocorrendo a subespécie Buteo buteo rothschildi. Na Madeira é conhecida por Manta e corresponde à subespécie Buteo buteo harterti. No território continental ocorre a subespécie Buteo buteo buteo.

Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves A SPEA é uma Organização Não Governamental de Ambiente que trabalha para a conservação das aves e dos seus habitats em Portugal. Faz parte da BirdLife International, uma aliança de organizações de conservação da natureza em mais de 100 países, considerada uma das autoridades mundiais no estudo das aves, dos seus habitats e nos problemas que os afetam.

www.spea.pt

Para mais informações contatar:

- Carla Veríssimo (Açores): carla.verissimo@spea.pt; 918536132

Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves
Portuguese Society for the Study of Birds

SPEA Açores Azores Tel. +351 296 559 224
Escola Básica Lomba do Carro Fax. +351 296 559 224
9650-320 Povoação - Portugal E-mail acores@spea.pt www.spea.pt

Publicado por: Jorge Gonçalves

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo vosso comentário