quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Governo investe mais de 2,3 milhões em creche, jardim-de-infância e CAO na ilha Graciosa


O Governo dos Açores vai investir mais de 2,3 milhões de euros na construção de uma creche, jardim-de-infância e centro de actividades ocupacionais da Santa Casa da Misericórdia da Vila de Santa Cruz da Graciosa, anunciou hoje, naquela ilha, a Secretária Regional do Trabalho e Solidariedade Social.


Falando durante o lançamento da primeira pedra daquele equipamento, a que presidiu, em representação do Presidente do Governo dos Açores, Carlos César, Ana Paula Marques considerou que a obra em causa “contribuirá para o desenvolvimento desta comunidade e para uma gestão mais eficaz destas três valências da Santa Casa da Misericórdia de Santa Cruz da Graciosa”.


O novo espaço, que reunirá num único edifício estas três valências, vai permitir uma melhoria da qualidade dos serviços prestados, bem como o alargamento significativo da capacidade da creche e jardim-de-infância de 63 para 110 lugares.


“Com este alargamento, vamos dar resposta às muitas situações que se encontram em lista de espera, as quais não tem sido possível atender dada à exiguidade dos espaços onde funcionam actualmente”, realçou a governante regional.


Referindo-se a alguns dos investimentos do executivo açoriano na área social, na ilha Graciosa, Ana Paula Marques deu como exemplos as obras de remodelação das instalações do lar de idosos da Santa Casa da Misericórdia da Vila de Santa Cruz da Graciosa e respectiva cozinha, orçadas em mais de 903 mil euros, bem como o apoio atribuído à Santa Casa da Misericórdia da Praia da Graciosa de cerca de 300 mil euros, destinado à remodelação de quatro moradias para idosos, cuja obra já foi inaugurada.


Ana Paula Marques aproveitou ainda a ocasião para anunciar que o Governo dos Açores vai apoiar o Centro Social e Paroquial da Luz para a instalação de um centro de dia.


Além dos apoios para a realização de obras, o Governo, segundo Ana Paula Marques, garante o financiamento das várias valências da Santa Casa da Misericórdia da Vila de Santa Cruz da Graciosa, através de transferências mensais que, no ano passado, totalizaram mais de 770 mil euros.


Nestes tempos marcados por uma conjuntura sócio-económica difícil, e sem esquecer o contributo das Instituições Particulares de Solidariedade Social e Misericórdias para o desenvolvimento dos Açores, a Secretária Regional do Trabalho e Solidariedade Social manifestou, também, a sua convicção de que estas instituições conseguirão dar resposta aos desafios que as mudanças sociais exigem através de uma gestão criteriosa dos seus recursos.


GaCS

Publicado por: Jorge Gonçalves

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo vosso comentário