quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Criadas Unidades de Saúde nas ilhas Graciosa, Faial e em Santa Maria



O Conselho do Governo aprovou quarta-feira, em Ponta Delgada, os diplomas que criam as Unidades de Saúde de Ilha na Graciosa, Faial e em Santa Maria, aprovando igualmente as respectivas orgânicas e quadros de pessoal.

Ao apresentar hoje o comunicado da última reunião governamental, o Secretário Regional da Presidência disse que esta decisão “dá seguimento ao processo de implementação das unidades de saúde de ilha”, já adoptadas nas ilhas do Pico, São Jorge, Flores e Corvo.

A medida visa também “consolidar a estrutura organizativa e o funcionamento dos serviços de modo a obter ganhos de eficiência na gestão das unidades Serviço Regional de Saúde, não comportando qualquer aumento de encargos”, adiantou André Bradford.

Na sua reunião de quarta-feira, o Governo procedeu igualmente “à primeira delimitação de áreas potencialmente infestadas por térmitas na Região, segundo a espécie e respectiva freguesia, e à divulgação de um mapa de risco de infestação referente às ilhas Terceira, Faial, São Miguel, Santa Maria e São Jorge, ilhas onde é conhecida a presença de térmitas”.

No que se refere às térmitas de madeira seca e às subterrâneas que afectam edifícios, André Bradford adiantou que “a venda ou arrendamento de imóveis nas freguesias agora identificadas terá, por imperativo legal, de ser acompanhada por um certificado oficial de inspecção”.

De acordo com o comunicado hoje apresentado, a evolução dos estudos e os resultados dos programas de combate às térmitas em curso vão permitir, “a curto e a médio prazo, afinar as delimitações ora feitas, introduzindo as correcções que se julguem necessárias”.



GaCS/FG

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo vosso comentário