quinta-feira, 10 de julho de 2014

Graciosenses continuam a sofrer com a falta de medicamentos

O PSD/Açores lamentou hoje ” o longo o calvário dos graciosenses, que anseiam por uma solução para a falta de medicamentos na sua ilha”. Um problema “que dura há mais de 2 anos, e que é um verdadeiro flagelo de saúde pública, com o conhecimento efetivo do governo regional”, disse o deputado João Bruto da Costa.


Para o social-democrata, “a dispensa de medicamentos à população da Graciosa continua a ser um tormento, apesar do governo, em respostas às perguntas do PSD/Açores, dizer que está sempre para breve a solução do problema”, avança.

Num requerimento enviado à Assembleia Legislativa, João Bruto da Costa acusa a tutela de uma actuação “titubeante”, que apenas está “a prolongar a agonia dos graciosenses. Há quem se questione para que serve o governo regional, se nem numa matéria da sua exclusiva competência consegue resolver o problema”, explica o parlamentar.

“Ainda na passada semana foi constatado pelo PSD/Açores, em jornadas parlamentares realizadas na ilha Graciosa, que os graciosenses continuam apenas a assistir a promessas de soluções, mas sem terem acesso aos medicamentos de que necessitam”, acrescentou.

O deputado social-democrata pergunta claramente ao executivo “para quando a resolução do problema da falta de medicamentos na Graciosa?”, frisando que o

PSD/Açores não pode deixar de questionar a tutela “sobre o fim de um flagelo que leva consigo a paciência, os direitos e, sobretudo, a saúde dos graciosenses”.

“Esta situação não pode continuar, e o governo regional não pode fazer de conta que governa. Tem de governar e de exercer as suas competências e deveres para com os graciosenses e os açorianos”, disse.

João Bruto da Costa avança mesmo que, “apesar da promessa da dispensa de medicamentos por parte da Unidade de Saúde de Ilha, a verdade é que são muitos os graciosenses que também não encontram os seus medicamentos naquela instituição”, concluiu.



Fonte: .jornalacores9.net

Publicado por: Jorge M. Gonçalves

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo vosso comentário