quinta-feira, 5 de junho de 2008

Açores garantem operação na Graciosa de estação de monitorização de ensaios nucleares

O Centro de Vulcanologia e Avaliação de Riscos Geológicos da Universidade dos Açores vai assumir a responsabilidade da operação da estação internacional de infra-sons da ilha Graciosa, destinada à monitorização de ensaios nucleares.

A decisão sobre a matéria, anunciada pelo director regional da Ciência e Tecnologia após uma reunião com os responsáveis daquela unidade de investigação, surge na sequência de diligências nesse sentido desenvolvidas pelo Governo de Carlos César.

No encontro, João Luís Gaspar deu a conhecer o parecer o final da Autoridade Nacional da Comissão Preparatória da Organização do Tratado sobre a Proibição Total de Ensaios Nucleares (CTBTO), que apoiou a sua deliberação nas competências técnicas e científicas do Centro de Vulcanologia e na importância do projecto para a própria rede de monitorização sismovulcânica dos Açores.

Ultrapassadas todas as questões técnicas e administrativas deste complexo processo, estão reunidas as condições para se dar continuidade ao concurso para a construção da estação internacional na ilha Graciosa, cuja infra-estrutura ficará concluída ainda em 2008, indicou o director regional.

A estação de monitorização vai integrar a rede de observação mundial criada com o objectivo de garantir o cumprimento do estipulado no tratado para a proibição de ensaios nucleares, constituindo-se como um elemento potenciador de projectos de investigação científica baseados em tecnologia de ponta.


Fonte: GaCS

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo vosso comentário