quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Via Verde do AVC pronta a avançar nos Açores


O protocolo de atuação face ao AVC (Acidente Vascular Cerebral), destinado aos hospitais e unidades de saúde de ilha, com vista à normalização de procedimentos nesta matéria, é divulgado amanhã.

O anúncio foi feito pela Diretora Regional da Saúde no discurso proferido na sessão de abertura da “IV Bienal de Cardiologia da Terceira”. Segundo Sofia Duarte o protocolo em causa “visa assegurar o melhor tratamento disponível ao doente com esta patologia, com a fixação de normas e procedimentos uniformes, de modo a que atempadamente haja o devido encaminhamento destas situações”.

As normas definidas permitem identificar os sinais de alerta no sentido de confirmar se se está perante um doente candidato à Via Verde do AVC.

São também fixados os requisitos no âmbito da abordagem pré-hospitalar do AVC, no sentido de ocorrer a triagem correta, o transporte rápido para Unidade de Saúde ou Hospital, a manutenção dos parâmetros fisiológicos e a deteção e tratamento das complicações precoces.

Recorde-se que a Via Verde Coronária está já implementada em toda a Região, desde o dia 1 de Julho de 2011.

Segundo a Diretora Regional da Saúde, estas vias verdes – previstas no Plano Regional de Saúde -- representam “um valorizado avanço na melhoria da acessibilidade dos utentes com estas patologias e trará manifestas vantagens para os utentes do Serviço Regional de Saúde em termos de eficácia e eficiência da prestação dos cuidados”
“Este foi um processo exigente, tendo em conta a dispersão geográfica e os diferentes níveis de resposta das unidades de saúde, e foi alcançado através da sensibilização dos profissionais de saúde, de ações de formação e por fim do estabelecimento dos protocolos clínicos mais adaptados à nossa realidade arquipelágica, mérito do gestor deste programa, com o seu empenho e rigor profissionais”.

Na mesma ocasião, Sofia Duarte elogiou a comissão organizadora pela realização desta “IV Bienal de Cardiologia da Terceira”, sublinhando que eventos científicos como o presente, que contam com a presença de personalidades que são referências indubitáveis nestas temática, contribuem, não só para uma troca de experiências e discussão científica, como também para a consciencialização da própria opinião pública para problemas de saúde, que constituem atualmente uma das principais preocupações em termos de políticas de saúde a nível global.


Anexos:
2012.09.13-DRS-BienalCardiologiaTerceira.mp3


GaCS
Publicado por: Jorge Gonçalves

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo vosso comentário