quarta-feira, 16 de julho de 2008

A polémica sobre a construção do novo centro de saúde


O PSD/Açores interrogou hoje o governo regional sobre as razões que levaram à revogação dos extractos da portaria que destinava um valor de 600 mil euros para o início da construção do novo centro de saúde de Santa Cruz da Graciosa.
A questão, que já motivou uma posição política das hostes social-democratas da ilha branca, consta de um requerimento enviado pelo deputado Luís Henrique Silva à assembleia legislativaSegundo refere o parlamentar, as verbas em causa constam de "dois extractos da portaria 637/2005, agora revogados, e que transferiam, respectivamente, 250 e 350 mil euros para o início do processo de construção da nova estrutura".
Luís Henrique Silva confirma que as actuais instalações do Centro de Saúde "estão com falta de espaço para os vários serviços" e quer saber se o governo regional mantém ou não a promessa de construção do novo centro de saúde.
O deputado do PSD recorda ainda que o projecto em causa se trata de "uma obra fundamental para melhorar o nível de cuidados de saúde a prestar aos graciosenses", sendo "uma promessa do governo regional e do PS com quase 4 anos".


Fonte da notícia: Azores Digital

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo vosso comentário