sexta-feira, 11 de abril de 2008

Seis propostas concorreram à recuperação e requalificação das Termas do Carapacho na ilha Graciosa



O Governo recebeu seis propostas para execução da empreitada de recuperação e requalificação das Termas do Carapacho, na ilha Graciosa, com valores que oscilam entre os 1,39 e os 1,86 milhões de euros.

O empreendimento, lançado a concurso público pelo preço base de 1,35 milhões de euros, visa dotar as Termas do Carapacho de novos equipamentos e serviços que consolidem a sua notoriedade, melhorando as suas valências, nomeadamente o duche escocês, hidromassagem individual, semicúpio duche lombar, enteroclise e massagem electroterapia.

Com prazos de execução que variam entre os 138 e os 190 dias, de acordo as propostas apresentadas, a empreitada prevê, ainda, a criação de uma zona de snack-bar e uma piscina interior.

As Termas do Carapacho, na freguesia da Luz, no concelho de Santa Cruz, é uma infra-estrutura com vários anos de existência e que tem registado, nos últimos anos, algumas dificuldades devido a intempéries invernais responsáveis pela degradação do respectivo imóvel.


Fonte da notícia: GaCS

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo vosso comentário