quinta-feira, 31 de março de 2016

Agenda de Abril 2016 no Museu da Ilha Graciosa

















































Museu da Graciosa

Publicado por: George Correia

Concerto da Lira Açoriana na ilha Graciosa marca início da Temporada Artística 2016



O Governo dos Açores, através da Direção Regional da Cultura, sob a tutela da Secretaria Regional da Educação e Cultura, promove sábado, 2 de abril, a realização de um concerto pela Orquestra Regional Lira Açoriana na ilha Graciosa, que assinala o arranque da Temporada Artística 2016.

Este espetáculo, que decorrerá no Centro Cultural de Santa Cruz da Graciosa, pelas 21H30, culmina o primeiro estágio de 2016 do Projeto Lira Açoriana que, desde o ano passado, reiniciou a atividade da Orquestra Regional Lira Açoriana, por iniciativa da Direção Regional da Cultura.

No total, estão presentes nesta formação, que teve início a 28 de março, 48 jovens músicos açorianos e 11 formadores, sob a direção artística do maestro Henrique Piloto.


Este ano, o Projeto Lira dinamizará ainda um segundo estágio, de 29 de agosto a 4 de setembro, em São Miguel, no final do qual será realizado um concerto de apresentação pública da aprendizagem.

No concerto que terá lugar sábado serão interpretadas composições representativas de vários períodos da história da música, sendo a atuação da Lira Açoriana acompanhada por uma explicação por parte do maestro Henrique Piloto.

A Temporada Artística 2016, que decorre entre abril e setembro, foi organizada por temas, tendo em conta o género artístico e os seus intervenientes.

Assim, os vários projetos abrangem as áreas da música, dança, teatro e marionetas, sendo agendados em miniciclos de fins de semana temáticos que, no caso da música, se organizam em música de câmara, grupos de sopros, orquestras, piano solo, jazz, música antiga, cordas dedilhadas, ópera e voz.

A Temporada Artística 2016, programada com um significativo número de excelentes músicos, bailarinos e atores, a maioria já com sólidas carreiras, dentro e fora da Região, aos quais se juntam talentos emergentes, pretende a valorização e a disseminação das artes nos Açores, estando previstas atuações em todos os concelhos do arquipélago.

A Direção Regional da Cultura informa que este e outros eventos estão disponíveis para consulta na Agenda Cultural do Portal CulturAçores, no endereço eletrónicowww.culturacores.azores.gov.pt.



GaCS
Publicado por: George Correia

terça-feira, 29 de março de 2016

Cinema para o mês de Abril no Centro Cultural da Ilha Graciosa












































Publicado por: George Correia

terça-feira, 22 de março de 2016

SNOOPY E CHARLIE BROWN - PEANUTS: O FILME - em 3D, este domingo no Centro Cultural da Graciosa

No domingo há filme! smile emoticon
SNOOPY E CHARLIE BROWN - PEANUTS: O FILME - em 3D
Centro Cultural da Ilha Graciosa
CINEMA - 27 de março - Domingo - 17:00
Bilheteira:
quarta-feira: 13:30 - 17:00
quinta-feira: 09:00 - 12:30
domingo: 15:00 - 17:00
A Câmara Municipal informa que no próximo domingo, dia 27 de março, há filme no Centro Cultural da Ilha Graciosa.
Pelas 17h00, será exibido o Snoopy e Charlie Brown - Peanuts: O Filme, na versão portuguesa e em 3D.
Caso ainda não tenha adquirido os óculos adequados à visualização de filmes neste formato, poderá fazê-lo na bilheteira, que estará aberta na quarta-feira, das 13h30 às 17h00, na quinta-feira, da 09h00 às 12h30 e no domingo a partir das 15h00.
No próximo domingo venha ao cinema!


CMSCG
Publicado por: George Correia

sábado, 19 de março de 2016

Censo anual de Milhafres decorre nos Açores a 9 e 10 de abril

A Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA) promove a 9 e 10 de abril o XI Censo de Milhafres nos Açores, numa iniciativa que pretende contribuir para avaliar o estado da população da única ave de rapina diurna que nidifica no arquipélago.

Estes, com uma envergadura entre 110 e 130 centímetros, podem ser vistos sozinhos ou em grupo, a voar, pairar, pousados no solo ou, muito frequentemente, em cima de muros, postes e nos seus poisos de caça. A espécie pode ser observada um pouco por todo o lado, em zonas florestais, áreas costeiras, pastagens e mesmo zonas urbanas, alimentando-se maioritariamente de roedores, mas pode consumir também pequenas aves, insetos e minhocas. O envenenamento e a eletrocussão em linhas elétricas são as principais ameaças que afetam os milhafres, para além da captura/abate ilegal. A iniciativa realiza-se todos os anos desde 2006 e pretende mobilizar dezenas de voluntários, a quem se pede a recolha de dados sobre os avistamentos de milhafres, também conhecidos nos Açores como Queimados.

Este censo, promovido pela SPEA, vai decorrer nos dias 9 e 10 de abril nos Açores, e no fim-de-semana seguinte no arquipélago da Madeira, onde estas aves são conhecidas como mantas. Em termos taxonómicos no arquipélago dos Açores ocorre a subespécie Buteo buteo rothschildi, enquanto no arquipélago da Madeira a subespécie que existe é a Buteo buteo harterti e no território continental ocorre a subespécie Buteo buteo buteo.

Para participar neste censo não é necessário ter conhecimentos científicos específicos, bastando conseguir identificar esta ave de rapina. O censo apela, por isso, à cidadania ambiental (ou Citizen Science), propondo a participação dos cidadãos num projeto científico que visa a obtenção de mais dados sobre as populações de milhafres existentes nos Açores.

Nas anteriores 10 edições deste censo estiveram envolvidos 696 voluntários, tendo permitido avistar 4923 aves nos Açores, em 622 percursos realizados, possibilitando a estimativa das densidades por ilha desta espécie. Em 2015, as ilhas com maior número de milhafres avistados por quilómetro percorrido nos Açores foram Graciosa, São Miguel e São Jorge.

Os relatórios com os dados anuais sobre este censo, como qualquer dúvida de como pode participar, podem ser consultados na página da SPEA em http://www.spea.pt/fotos/editor2/relatoriocensodemilhafres_mantas_2006a2015.pdf


SPEA

Publicado por: George Correia

quinta-feira, 17 de março de 2016

Museu da Graciosa expõe Memórias da Ilha

A Direção Regional da Cultura, através do Museu da Graciosa, tem patente até 13 de maio a exposição Memórias da Ilha Graciosa, que inclui 30 fotografias das quatro freguesias desta ilha, a maioria das quais inéditas e pouco conhecidas do público.

Com esta mostra, o Museu pretende resgatar para as novas gerações valores, saberes, costumes e outros acontecimentos da memória coletiva graciosense, num conjunto que consubstancia o caráter, a sabedoria de vida e a história do povo da ilha.

A maioria das fotografias expostas pertence ao Museu e a vários graciosenses, e o seu conjunto vem sublinha a imperiosa necessidade de salvaguardar acervos dispersos, guardando memórias que constituem património coletivo da sociedade graciosense.     

A Direção Regional da Cultura informa que este e outros eventos estão disponíveis para consulta na Agenda Cultural do Portal CulturAçores, no endereço eletrónico www.culturacores.azores.gov.pt.



GaCS
Publicado por: George Correia

quinta-feira, 10 de março de 2016

CINEMA - ZOOTRÓPOLIS no Centro Cultural da Graciosa (Sexta-feira) no dia 18 de Março de 2016

ZOOTRÓPOLIS - Formato 3D - Adquira os óculos na bilheteira

Género: Animação, Aventura
Duração: 1h48m                                                                                  
Classificação: M6    
  
Realização: Byron Howard, Rich Moore, Jared Bush 

Elenco: Maria Camões, Diogo Mesquita, José Nobre, Joana de Castro, Tiago Retré, Paula Fonseca


Sinopse
A moderna metrópole mamífera de Zootrópolis é uma cidade como não existe igual. Composta por zonas de habitats, como a luxuosa Sahara Square e a gelada Tundratown, é um local onde animais de todas as espécies podem viver juntos, um sítio onde não interessa quem se é, desde o maior elefante até ao mais pequeno rato, pois cada um pode ser quem quiser. Mas quando a otimista Polícia Judy Hopps chega, descobre que ser o primeiro coelho numa força policial de grandes e difíceis animais não é fácil. Determinada em vingar, agarra a oportunidade de resolver um caso, mesmo que isso signifique ser parceira de uma faladora, rápida e fraudulenta raposa, Nick Wilde, para resolver o mistério.




CMSCG

Publicado por: George Correia

O dia internacional da mulher foi celebrado na Ilha Graciosa

Decorreu no passado dia 8 de Março, no Multiusos da Graciosa, um convívio comemorativo do Dia Internacional da Mulher, onde se registaram muitos momentos lúdicos com música e boa disposição. A câmara Municipal ofereceu ainda um lanche a todas as presentes.




























CMSCG

Publicado por: George Correia

CINEMA - NOVO SISTEMA DIGITAL - FILMES 3D NO CENTRO CULTURAL DA GRACIOSA A PARTIR DE 18 DE MARÇO DE 2016

A Câmara Municipal adquiriu um novo sistema digital de cinema, que possibilitará a visualização de filmes mais recentes, com maior qualidade e ainda filmes no formato 3D.

As sessões de estreia estão marcadas para este mês de março. Assim, no Centro Cultural da Ilha Graciosa, no dia 18, sexta-feira, será exibido o vencedor do óscar para Melhor Filme 2016, O Caso Spotlight, e no dia 19, sábado, pelas 16:30, teremos a projeção do filme de animação e aventura Zootrópolis, em formato 3D. Os óculos necessários à visualização deste filme poderão ser adquitidos na bilheteira, que abrirá pelas 15:30.

A bilheteira encontrar-se-á aberta sempre uma hora antes da exibição de cada filme.














































CMSCG


Publicado por: George Correia

Dia Mundial da Juventude a 20 de Março de 2016 Na Praça Fontes Pereira de Melo em Santa Cruz da Graciosa
































































Publicado por: George Correia

quinta-feira, 3 de março de 2016

Governo dos Açores lança concurso público para intervenção no Porto de Santa Cruz da Graciosa

A Secretaria Regional do Mar, Ciência e Tecnologia, através da Direção Regional das Pescas, publicou hoje em Diário da República o aviso de concurso para a empreitada de consolidação do Porto de Santa Cruz, na ilha Graciosa.

A obra, com um preço base de cerca de meio milhão de euros, enquadra-se na política do Governo dos Açores de dotar as infraestruturas portuárias de melhores condições de operacionalidade e de segurança.

Esta empreitada, com um prazo de execução de 240 dias, inclui a reparação de locas e fendas, a reconstrução parcial e o reforço do muro-cortina, bem como a repavimentação do cais.

Com esta obra pretende-se consolidar as estruturas do porto e melhorar as suas condições de utilização, estando prevista a instalação de novos acessórios de cais, a substituição de um cabeço partido e a reparação da rede de iluminação.

As soluções de reparação dos estragos e de reforço das estruturas foram selecionadas de forma a não descaraterizar o Porto de Santa Cruz da Graciosa, que é utilizado para apoio às atividades da pesca.


GaCS

Publicado por: George Correia