sexta-feira, 31 de julho de 2015

Exposição de fotografia "Encantos de Mar, Terra e Sonho"

Exposição de fotografia "Encantos de Mar, Terra e Sonho"
José Nascimento F. Ávila e a Câmara Municipal têm a honra de convidar toda a população para a inauguração da exposição de fotografia "Encantos de Mar, Terra e Sonho", que terá lugar na Biblioteca Municipal, no dia 6 de agosto, quinta-feira, pelas 21:30. Esta exposição poderá ser visitada até ao dia 14 de agosto.
































Publicado por: George Correia

Agenda de Agosto no Museu da Graciosa



















Museu da Graciosa
Publicado por: George Correia

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Museu da Graciosa promove exposição fotográfica

O Museu da Graciosa promove, a partir do próximo dia 6 de agosto, a abertura da exposição “Memórias da Graciosa”, que se centra, nesta quarta edição, na freguesia de Santa Cruz.

As fotografias selecionadas, a maioria das quais desconhecida do público, pretendem resgatar para as novas gerações atividades económicas, culturais, recreativas e outros factos da memória coletiva graciosense.

A freguesia de Santa Cruz ocupa todo o nordeste da ilha e tem como principal centro populacional a Vila de Santa Cruz da Graciosa, a capital administrativa e económica da ilha.

As fotografias ora expostas são pertença do Museu da Graciosa e de vários particulares da freguesia de Santa Cruz.

Esta exposição, que pode ser visitada até 4 de outubro, é uma parceria entre o Museu da Graciosa e a Associação Cultural, Desportiva e Recreativa da Graciosa.

A Direção Regional da Cultura informa que este e outros eventos estão disponíveis para consulta na Agenda Cultural do Portal CulturAçores, no seguinte endereço eletrónico www.culturacores.azores.gov.pt .



GaCS



Publicado por: George Correia

Governo dos Açores promove contacto entre cientistas e apanhadores de algas

O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia afirmou hoje, em Santa Cruz da Graciosa, que o Governo dos Açores quer “estimular o contacto entre os cientistas e os atores económicos regionais, para promover uma economia baseada no conhecimento, mais competitiva e sustentável”.

Fausto Brito e Abreu referiu que existem na Região centros de investigação ligados à biologia marinha que estão a desenvolver trabalhos sobre as algas açorianas, salientando que “os apanhadores de algas devem aproveitar este conhecimento a seu favor”.

O Secretário Regional do Mar falava na conferência “Apanha de Algas: sustentabilidade e criação de rendimento”, uma iniciativa da Secretaria Regional do Mar, Ciência e Tecnologia, em parceria com a Associação de Pescadores Graciosenses, que teve como objetivo contribuir para a sustentabilidade da apanha de algas na ilha Graciosa.

O evento contou com uma apresentação da investigadora da Universidade dos Açores Rita Patarra sobre métodos de apanha das algas e os riscos de invasoras.

“A apanha de algas é uma atividade com elevado potencial económico nos Açores”, defendeu Brito e Abreu, advertindo que “é essencial assegurar a sua sustentabilidade para não comprometermos os ecossistemas marinhos e o futuro das pescas e da própria apanha de algas”.

“Temos de ter uma atitude precaucionaria e responsável para garantia da sustentabilidade da apanha de algas na Graciosa e também na Região”, frisou o Secretário Regional do Mar, apontando a aquacultura como uma solução no futuro.

Nesse sentido, Brito e Abreu destacou a importância das medidas de desenvolvimento local de base comunitária para a promoção de "iniciativas que podem contribuir para o aumento do rendimento dos pescadores, através de atividades complementares à pesca, como poderá  ser o caso da cultura de algas”.

O Secretário Regional do Mar elogiou o trabalho que está a ser desenvolvido pela Associação de Pescadores Graciosenses, que apanha e exporta algas para as indústrias alimentar, farmacêutica e biotecnológica.

“Na ilha Graciosa a apanha de algas para exportação está a funcionar como uma atividade complementar dos pescadores que rendeu cerca de 80 mil euros nos últimos dois anos”, referiu.

Brito e Abreu destacou ainda o potencial gastronómico das algas, área em que considerou “haver espaço para inovar, com novos pratos”, podendo funcionar como um atrativo turístico.

A promoção de atividades ligadas ao mar que garantam rendimentos complementares aos pescadores, como a cultura e a apanha de algas, e o melhor uso do conhecimento científico são medidas defendidas no plano “Melhor Pesca, Mais Rendimento” apresentado em abril deste ano pelo Governo dos Açores.

Anexos:


GaCS


Publicado por: George Correia

quarta-feira, 29 de julho de 2015

sábado, 25 de julho de 2015

Zona de Lazer do Barro Vermelho inaugurada / com vídeo







Vídeo da autoria de TC.F   (Tiago Correia)

Publicado por: Jorge M. Gonçalves

quarta-feira, 15 de julho de 2015

Luís Neto Viveiros incentiva agricultores a aproveitar apoios para desenvolver “potencial enorme” da Graciosa para a vitivinicultura

O Secretário Regional da Agricultura e Ambiente afirmou, em Santa Cruz da Graciosa, que "faz todo o sentido" que esta ilha, atendendo à sua tradição vitivinícola, aproveite as ajudas em vigor para desenvolver este setor.

“Existe aqui um potencial enorme do ponto de vista da tradição cultural”, frisou Luís Neto Viveiros, que falava terça-feira na Casa do Povo de Guadalupe, numa sessão de esclarecimento sobre o PRORURAL+ e os apoios à vinha.

Neto Viveiros salientou que existem áreas “abandonadas” que podem ser recuperadas, aproveitando, com retorno, quer as ajudas cofinanciadas pelo programa comunitário VITIS, quer as do novo regime suportado por fundos regionais.

O VITIS, gerido através da Direção Regional do Desenvolvimento Rural, visa, segundo referiu o Secretário Regional, “aumentar a competitividade dos produtores de vinho, através da reestruturação da vinha e da melhoria da qualidade do vinho”, acrescentando que se conseguiram criar excelentes condições e apoios financeiros comparativamente a programas anteriores.

Nesta sessão de esclarecimento, que registou uma elevada participação, foi revelado que, desde a sua entrada em funcionamento, no ano passado, até agora, este programa já apoiou em cerca de três milhões de euros 67 projetos apresentados por promotores do Pico, Terceira e São Miguel.

Relativamente ao Sistema de Incentivos à Manutenção de Paisagens Tradicionais, ele constitui-se como uma nova oportunidade para a vitivinicultura e fruticultura da Graciosa.

O Decreto Regulamentar Regional n.º 24/2014/A, de 15 de dezembro, alargou a todo o arquipélago o que Luís Neto Viveiros considerou ser a experiência de sucesso ocorrida no Pico, estabelecendo apoios à manutenção de paisagens tradicionais em áreas protegidas com o objetivo de preservar as paisagens da cultura tradicional da vinha em currais, nas fajãs costeiras e em socalcos.

Os apoios, geridos pela Direção Regional do Ambiente, em função da área elegível por beneficiário, são pagos anualmente e preveem a atribuição de 2.350 euros por hectare para áreas de vinha com castas aptas à produção de vinhos com Denominação de Origem.

Preveem também a ajuda anual de 2.000 euros por hectare para áreas de vinha com castas aptas à produção de vinhos com indicação geográfica ‘Açores’ e de 1.500 euros por hectare para as áreas de pomar de espécies tradicionais e para outras áreas de vinha.

"Foi este desafio que vim aqui lançar”, afirmou o Secretário Regional, acrescentando ter a expetativa que, no próximo ano, “findo o período de candidaturas e de análise dos projetos, possamos estar aqui a assinar contratos, o que significa que os agricultores aderiram” e que “estamos a recuperar uma cultura tão significativa e tão tradicional nesta ilha”.

Luís Neto Viveiros garantiu ainda a disponibilidade da Direção Regional da Agricultura para a realização de ações de formação direcionadas para este setor e, questionado pelos jornalistas, adiantou que, em função da informação resultante das reuniões e contatos mantidos, a parte do financiamento que cabe à Adega Cooperativa assegurar no projeto de investimento das novas instalações “está em vias de ser solucionada”.

Anexos:


GaCS


Publicado por: Jorge M. Gonçalves

Retomas de embalagens do Centro de Processamento de Resíduos da Graciosa são as mais altas de Portugal

O Secretário Regional da Agricultura e Ambiente revelou, em Santa Cruz, que as retomas de embalagens do Centro de Processamento de Resíduos da Graciosa atingiram nos primeiros seis meses deste ano 45,4 quilos por habitante, ocupando o primeiro lugar no ranking nacional da Sociedade Ponto Verde.

Luís Neto Viveiros falava terça-feira à margem da visita a uma das duas obras de selagem de lixeiras a céu aberto em curso na ilha, num investimento público superior a um milhão de euros, que considerou serem parte de uma “revolução silenciosa” ao nível da gestão de resíduos na Região.

Para Neto Viveiros, é “possível eliminar este passivo ambiental” resultante de anos na sequência da construção e entrada em funcionamento dos Centros de Processamento de Resíduos em sete das nove ilhas do arquipélago.

As opções políticas tomadas pelo Governo dos Açores em matéria de gestão dos resíduos apontam para que a sua deposição em aterro seja reduzida ao mínimo indispensável e que os atuais locais de deposição, lixeiras e aterros, sejam objeto de intervenções de selagem e recuperação paisagística.

Nesse sentido, e conforme inscrito na Carta Regional de Obras Públicas, encontram-se a decorrer as empreitadas de selagem das duas lixeiras da ilha Graciosa e das duas da ilha das Flores, também no valor de mais de um milhão de euros.

Anexos:
2015.07.04-SRAA-SelagemLixeira.mp3

GaCS


Publicado por: Jorge M. Gonçalves

segunda-feira, 13 de julho de 2015

Aviso do Rali da Graciosa Organização informa quais as estradas cortadas ao trânsito nos dias 17 e 18 de julho

Aviso do Rali da Graciosa

Organização informa quais as estradas cortadas ao trânsito nos dias 17 e 18 de julho











































Publicado por: Jorge M. Gonçalves

Programa de Festas do Senhor Santo Cristo, Ilha Graciosa 2015

A Câmara Municipal divulgou hoje o cartaz e o programa das Festas do Senhor Santo Cristo dos Milagres 2015

PROGRAMA

Durante os dias de Festa, a Imagem do Senhor Santo Cristo dos Milagres estará à veneração dos fiéis na Igreja da Misericórdia.
05, 06 e 07 de Agosto - quarta, quinta e sexta-feira 

19:00 – Tríduo Preparatório com o orador Pe. Luís Dutra 
Local: Igreja da Misericórdia
05 de Agosto - quarta-feira 
21:30 – Apresentação do filme "O Livreiro de Santiago", de José Medeiros Local: Centro Cultural da Ilha Graciosa

06 de Agosto - quinta-feira 
18:00 – Prova de Corrico 
Local: Calheta 
18:00 –Rally Paper (Concentração às 17:30) 
Local: Partida da Câmara Municipal 
21:30 –Abertura da iluminação 
21:30 – Abertura da exposição de fotografia "Encantos de Mar, Terra e Sonho", de José Nascimento Ávila 
Local: Biblioteca Municipal 
22:30 – Actuação do Grupo Musical "En-Canta" 
Local: Palco da Praça

07 de Agosto - sexta-feira 
18:00 – Tourada à Corda, com 4 Toiros da Ganadaria Graciosense de Manuel Silva 
Local: Rua do Corpo Santo 
21:00 – Animação Infantil 
Local: Praça de São Francisco 
21:30 – Abertura da exposição de pintura "Terra e Alma", de Cláudia Medina 
Local: Átrio da Câmara Municipal 
22:00 – Lançamento do DVD "Cantigas da Minha Terra", de José Gabriel Martins 
Local: Multiusos da Graciosa 
22:30 – Actuação do Grupo Folclórico da Casa do Povo de Guadalupe 
Local: Palco da Praça 
23:30 – Actuação do Bailinho de Carnaval: "A Confissão da Tia Salomé" da IESNSE 
Local: Palco da Praça
Festival Ilha Branca 
Local: Palco da Pesqueira 
00:30 – Actuação do Grupo Musical “ANJOS” 
02:30 – Actuação do Dj “Bruno Amaral”

08 de Agosto - sábado 
08:00 – Provas de Santo Huberto 
Local: Serra Branca 
14:00 – Regatas de Botes a Remo e à Vela 
Local: Cais da Barra 
15:00 – Procissão acompanhada pela Filarmónica Recreio dos Artistas, seguida de Eucaristia Solene 
Local: Igreja da Misericórdia 
15:00 – Encontro de Veteranos - Futebol 11 
Local: Estádio Municipal de Santa Cruz 
18:00 – Grandioso Espectáculo Taurino - Filipe Gonçalves, Tiago Pamplona e Rui Lopes - 6 da Ganadaria Passanha, adquiridos por Valentim Santos - Grupo de Forcados Amadores de São Manços, Tertúlia Tauromáquica Terceirense e Forcados Amadores do Ramo Grande - Filarmónica União Progresso de Guadalupe - Praça de Toiros 
21:00 – Animação Infantil 
Local: Praça de São Francisco 
21:30 – Abertura da exposição de fotografia "Mulheres do Mundo", de Luís Godinho e Rui Carla 
Local: Multiusos da Graciosa 
22:00 – Actuação da Filarmónica União Popular Luzense 
Local: Palco da Praça 
23:00 – Noite de Marchas 
Local: Rua D. João IV - Rua Afonso Henriques - Rua Jacinto Cândido

Festival Ilha Branca 
Local: Palco da Pesqueira 
00:30 – Actuação do Grupo Musical “R.A.M. Rock After Midnight” 
02:30 – Actuação da Dj “Lady Lola”
CARTAZ

09 de Agosto - domingo 
08:00 – Provas de Santo Huberto 
Local: Serra Branca 
15:00 – Mudança da Imagem para a Igreja Matriz 
Local: Igreja da Misericórdia 
15:00 – Prova do tradicional "Molho à Pescadora", oferecido pela Associação de Pescadores Graciosenses 
15:30 – Encontro de Futebol Feminino Local: Estádio Municipal de Santa Cruz 
16:30 – Eucaristia Solene, presidida pelo Pe. Luís Dutra 
Local: Igreja Matriz 
17:30 – Desfile de Filarmónicas - Concentração no Largo de Santo António 
Ordem de Saída: 
- Sociedade Filarmónica União Praiense 
- Filarmónica União Popular Luzense 
- Filarmónica União Progresso de Guadalupe 
- Filarmónica Recreio dos Artistas
18:30 – Procissão do Senhor Santo Cristo dos Milagres com o seguinte percurso: Rua da Matriz Rua Marquês de Pombal Rua D. Afonso Henriques Largo Vasco da Gama Rua Serpa Pinto Avenida Mouzinho de Albuquerque Rua do Mercado Rua do Arrabalde Largo Barão do Guadalupe Rua Constantino Pais Sarmento Rua Comandante Carlos Pereira Vidinha Rua das Flores Rua Conselheiro Jacinto Cândido Rua da Matriz Igreja da Misericórdia
21:00 – Animação Infantil Local: Praça de São Francisco 
22:00 – Filarmónica União Progresso de Guadalupe 
Local: Palco da Praça 
23:00 – Actuação do Grupo "Kontrabanda" 
Local: Palco da Praça

Festival Ilha Branca 
Local: Palco da Pesqueira 
00:30 – Actuação do Artista "MIGUEL GAMEIRO & PÓLO NORTE" 
02:30 – Actuação do Dj “Janeko"

10 de Agosto - segunda-feira 
14:00 – Desfile Motard 
Local: Praça Fontes Pereira de Melo 
14:30 – Missa Solene, seguida de procissão, acompanhada pela Filarmónica Recreio dos Artistas 
Local: Igreja da Misericórdia 
15:00 – Encontro de Futebol Seniores Local: Estádio Municipal de Santa Cruz
17:00 – Grandioso Espetáculo Taurino - Filipe Gonçalves, Tiago Pamplona, João Pamplona - 6 toiros da Ganadaria de Rego Botelho - Grupo de Forcados Amadores de São Manços, Tertúlia Tauromáquica Terceirense e Forcados Amadores do Ramo Grande - Filarmónica União Progresso de Guadalupe - Praça de Toiros 
Após a corrida serão entregues os seguintes troféus: Apresentação da Feira - Bravura da Feira - Melhor Pega da Feira - Melhor Lide a Cavalo (Para este prémio serão classificadas as lides de 8 de agosto de Filipe Gonçalves, Tiago Pamplona e Rui Lopes e as lide de 10 de agosto de João Pamplona)
21:00 – Animação Infantil 
Local: Praça de São Francisco 
21:30 – Apresentação do documentário "Portugueses na Califórnia", de Nelson Ponta Garça
Local: Multiusos da Graciosa 
22:00 – Actuação da Sociedade Filarmónica União Praiense 
Local: Palco da Praça 
23:00 – Actuação do Grupo Musical "MYRICA FAYA"

Festival Ilha Branca 
Local: Palco da Pesqueira 
00:30 – Actuação do Grupo Musical "THE FLY - Tributo U2" 
02.30 – Actuação do DJ "James B”

11 de Agosto - terça-feira 
18:00 – Tourada à Corda com 2 Toiros da Ganadaria de José Lúcio e 2 Toiros da Ganadaria Valentim Santos e Dimas Bettencourt Local: Rua do Corpo Santo 
19:00 – Missa 
Local: Igreja da Misericórdia 
21:00 – Animação Infantil Local: 
Praça de São Francisco 
22:00 – Actuação do Grupo Folclórico da Casa do Povo da Praia 
Local: Palco da Praça 
23:00 – Actuação da Filarmónica Recreio dos Artistas 
Local: Palco da Praça
00:00 – Festa do Encerra V 
Local: Graciosa Futebol Clube

12 de agosto - quarta-feira 
22:00 – Baile do Emigrante 
Local: Sport Club Marítimo
13 de Agosto - quinta-feira 
22:00 – Actuação da Sociedade Filarmónica União Praiense 
Local: Palco da Praça

15 de Agosto - sábado 
FESTA DE NOSSA SENHORA D'AJUDA 
18:00 – Celebração da Eucaristia 
19:30 – Procissão................................................................................







































CMSCG

Publicado por: Jorge M. C. Gonçalves

A nossa página de notícias recebeu vários protestos contra as touradas de praça na Ilha Graciosa

Exmos. Senhores

Venho desta forma demonstrar o meu desagrado e solicitar o cancelamento da Tourada de 5 de Agosto que incita adultos e crianças a assistirem ao sofrimento animal e desrespeita a vida de outros seres. A Graciosa tem atrações turísticas mais do que suficientes para serem procurados por quem procura uma natureza ímpar e a calma que não existe noutras paragens, não se justificando a manutenção de espetáculos degradantes.

Depois da indústria tauromáquica terceirense ter conseguido implantar na ilha Graciosa o (mau) gosto pelas touradas, a autarquia graciosense teve o desplante de classificar a tortura de animais como património cultural e anualmente subsidia touradas de praça.

Enquanto houver touradas a minha família não irá de férias à Graciosa e à ilha Terceira centro irradiador de espetáculos anacrónicos onde são maltratados touros e cavalos e onde se fomenta a deseducação dos mais jovens.

Com os melhores cumprimentos

Filipa Rodrigues
filipavgrodrigues@gmail.com

...................................................................................................................................................................

Mesdames, messieurs,

Je suis désolée de ne pas parler suffisamment bien le portugais pour me faire comprendre.

Passionnés de vulcanologie, nous pensions trouver aux Açores de quoi satisfaire nos envies d'exotisme et d'éthique, d' autant plus que Graciosa , site protégé par l'UNESCO semblait un gage de vacances respectueuses de l'environnement,  respectueuses des pierres autant que des fleurs, des arbres autant que des animaux.

Hélas! Voici en pièce jointe ce que nous recevons de nos amis portugais .
Quelle déception !

Il n'est pas question pour nous de dépenser de l'argent là où on ridiculise, blesse ou tue des taureaux juste pour le fun !
Notre budget vacances ira donc enrichir les hôteliers de Naples et des îles Lipari.

Sans regrets,

Famille Bourliascos
74 impasse Bellon
06370 Mouans- Sartoux
kbourliascos@aol.com

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Exmos. Senhores

 Venho desta forma demonstrar o meu desagrado e solicitar o cancelamento da Tourada de 5 de Agosto, que incita adultos e crianças a assistirem ao sofrimento animal e desrespeita a vida de outros seres. A Graciosa tem atrações turísticas mais do que suficientes para ser procurada por quem busca uma natureza ímpar e a calma que não existe noutras paragens, não se justificando a manutenção de espetáculos degradantes.

Depois de a indústria tauromáquica terceirense ter conseguido implantar na ilha Graciosa o (mau) gosto pelas touradas, a autarquia graciosense teve o desplante de classificar a tortura de animais como património cultural e anualmente subsidia touradas de praça.

Enquanto houver touradas, a minha família não irá de férias à Graciosa e à ilha Terceira, centro irradiador de espetáculos anacrónicos onde são maltratados touros e cavalos e onde se fomenta a deseducação dos mais jovens.

Com os melhores cumprimentos
 
Paulo Monteiro
as4100044@sapo.pt

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Exmos. Senhores,

 Venho desta forma demonstrar o meu desagrado e solicitar o cancelamento da Tourada de 5 de Agosto que incita adultos e crianças a assistirem ao sofrimento animal e desrespeita a vida de outros seres. A Graciosa tem atrações turísticas mais do que suficientes para serem procurados por quem procura uma natureza ímpar e a calma que não existe noutras paragens, não se justificando a manutenção de espetáculos degradantes.
Depois da indústria tauromáquica terceirense ter conseguido implantar na ilha Graciosa o (mau) gosto pelas touradas, a autarquia graciosense teve o desplante de classificar a tortura de animais como património cultural e anualmente subsidia touradas de praça.
Enquanto houver touradas a minha família não irá de férias à Graciosa e à ilha Terceira centro irradiador de espetáculos anacrónicos onde são maltratados touros e cavalos e onde se fomenta a deseducação dos mais jovens.

Com os melhores cumprimentos,
Ana Bordalo
anacbordalo@gmail.com

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Ex.mos Srs.,

Estamos inteiramente solidários com esta iniciativa de protesto contra um espectáculo tão degradante - que passa às crianças a mensagem de que é admissível gozar com os animais não humanos (e até também com pessoas que têm medidas inferiores às normais) e fazê-los sofrer. Estamos no século XXI!

Na expectativa de que o espectáculo tauromáquico anunciado para dia 5 de Agosto seja cancelado,
Com os melhores cumprimentos,
Marinhenses Anti-touradas 

---------- Mensagem encaminhada ----------
De: Movimento pela Abolição da Tauromaquia de Portugal <matportugal@gmail.com>
Data: 7 de julho de 2015 às 10:47
Assunto: Proteste contra tourada na Graciosa
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Ex.mos Senhores,

Venho desta forma demonstrar o meu desagrado e solicitar o cancelamento da Tourada de 5 de Agosto que incita adultos e crianças a assistirem ao sofrimento animal e desrespeita a vida de outros seres. A Graciosa tem atrações turísticas mais do que suficientes para serem procurados por quem procura uma natureza ímpar e a calma que não existe noutras paragens, não se justificando a manutenção de espetáculos degradantes.
Depois da indústria tauromáquica terceirense ter conseguido implantar na ilha Graciosa o (mau) gosto pelas touradas, a autarquia graciosense teve o desplante de classificar a tortura de animais como património cultural e anualmente subsidia touradas de praça.
Enquanto houver touradas a minha família não irá de férias à Graciosa e à ilha Terceira, centro irradiador de espetáculos anacrónicos onde são maltratados touros e cavalos e onde se fomenta a deseducação dos mais jovens.
Com os melhores cumprimentos


David M. Santos
Ribeira Grande
davidxmsantos@gmail.com

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Publicado por: Jorge M. Gonçalves

sexta-feira, 10 de julho de 2015

PÉ DESCALÇO - DA SUÉCIA A PORTUGAL SEM UM TOSTÃO!

PÉ DESCALÇO - DA SUÉCIA A PORTUGAL SEM UM TOSTÃO!
Uma aventura única e fantástica
Ricardo Frade estará também na Graciosa e convida todos os graciosenses para estarem presentes na apresentação o seu livro, no dia 21 de julho, terça-feira, no Multiusos da Graciosa, pelas 21:30.































CMSCG

Publicado por: Jorge M. Gonçalves

quinta-feira, 9 de julho de 2015

Concerto "Músicas do Mundo" em Santa Cruz da Graciosa

O Governo dos Açores, no âmbito da Temporada Artística 2015, promove domingo, 12 de julho, pelas 21h30, no Centro Cultural de Santa Cruz da Graciosa, a realização de um concerto de canto e piano, intitulado “Músicas do Mundo”, com Natália de Lima Ferreira (soprano) e Irina Semenova (piano).

O programa do concerto inclui a interpretação de obras de compositores de três nacionalidades, proporcionando uma variedade de peças russas, portuguesas e espanholas, que se destacam pelo seu caráter e pelo seu estilo.

Em alguns casos, as composições que serão apresentadas distinguem-se por uma identidade própria, enquanto noutros convergem notáveis influências de Chopin, Debussy e Fauré.

A Direção Regional da Cultura informa que este e outros eventos estão disponíveis para consulta na Agenda Cultural do Portal CulturAçores, no endereço eletrónico www.culturacores.azores.gov.pt.



GaCS


Publicado por: Jorge M. Gonçalves

Sismo de magnitude 2,3 na Escala de Richter sentido na ilha Graciosa

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) informa que, segundo o Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA), foi registado às 11h15 de hoje um evento com magnitude 2,3 na Escala de Richter e epicentro a cerca de sete quilómetros a norte de Santa Cruz, na ilha Graciosa.

De acordo com a informação disponível até ao momento, o sismo foi sentido com intensidade máxima II/III na Escala de Mercalli Modificada em Guadalupe, naquela ilha.

O CIVISA e o SRPCBA continuam a acompanhar o evoluir da situação, emitindo novos comunicados caso necessário.

O SRPCBA recorda que o eventual impacto destes efeitos pode ser minimizado, sobretudo através da adoção de comportamentos adequados, pelo que, em particular nas zonas mais vulneráveis, recomenda-se a observação e divulgação das principais medidas de autoproteção para estas situações, nomeadamente:

Manter a calma e contar com a existência de possíveis réplicas.

Não acender fósforos nem isqueiros e cortar imediatamente o gás, a eletricidade e a água.

Observar se a sua casa sofreu danos graves e sair imediatamente se achar que a casa não oferece segurança.

Ter cuidado com vidros partidos, cabos de eletricidade e objetos metálicos que estejam em contacto com estes.

Em locais públicos, não se precipitar para as saídas e não utilizar os elevadores.

Evitar ferimentos, protegendo-se com roupa adequada e de acordo com a estação do ano.

Observar se há pequenos incêndios e, se possível, extingui-los. Informar os bombeiros.

Limpar urgentemente o derrame de tintas, pesticidas e outros materiais perigosos e inflamáveis.

Afastar-se das praias e zonas ribeirinhas. Depois de um sismo podem ocorrer tsunamis (onda gigante).

Soltar os animais, eles tratam de si próprios.

Se estiver na rua, não vá para casa, dirija-se a um local amplo, protegendo-se de estruturas que o possam atingir ao cair.

Não dificultar a circulação das equipas de socorro e seguir as indicações dos agentes de Proteção Civil no terreno.

Estar atento às informações e indicações da Proteção Civil e forças de segurança.



GaCS

Publicado por: Jorge M. Gonçalves