quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Governo reforça sinalização vertical de código nas estradas da ilha Graciosa






A Secretaria Regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos (SRCTE) adjudica o fornecimento de sinalização vertical de código para as estradas regionais da ilha Graciosa. O investimento de cerca de cinco mil e quinhentos euros representa mais uma aposta na segurança rodoviária regional.

Este fornecimento de sinalização, conforme justifica o departamento governamental, contribui para disciplinar o trânsito e, quando necessário, identificar os perigos existentes nas vias durante os trabalhos de conservação das estradas regionais que são levados a cabo pela Delegação de ilha da SRCTE.

Este reforço na sinalização vertical é mais um investimento público do Governo dos Açores em prol da redução dos índices de sinistralidade e garante, ao mesmo tempo, mais informação de segurança aos condutores.

Recorde-se que a SRCTE é o departamento público regional responsável pela conservação, manutenção e embelezamento das estradas regionais efectuando, neste âmbito, todos os anos, um conjunto vasto de obras e aquisições, com o fim de oferecer mais segurança e conforto a todos os que circulam na rede viária regional.


GaCS/VS

Publicado por: Jorge Gonçalves

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Governo apresenta anteproposta do Plano Estratégico para a Coesão dos Açores






O Vice-Presidente do Governo, Sérgio Ávila, procedeu hoje, na ilha Graciosa, à apresentação da ante-proposta do Plano Estratégico para a Coesão dos Açores.



Perante uma plateia constituída por empresários, autarcas, dirigentes cooperativos e de IPSS e deputados regionais, foram apresentadas as linhas estratégicas de actuação para as ilhas da coesão, assentes numa base de mobilização e auscultação dos actores locais, considerada essencial para um processo de tomada de decisão, na criação de uma lógica de parcerias locais, na identificação dos problemas da coesão, partilhando o diagnóstico com os actores locais, na abordagem da coesão numa óptica de desenvolvimento integrado, atendendo às especificidades de cada ilha, o que implica uma visão integrada dos desafios e dos processos de coesão, nomeadamente na identificação de projectos concretos e integrados.
De igual modo, avaliou-se da necessidade de envolvimento e mobilização entre o Governo dos Açores, os empresários, a economia solidária e a economia doméstica como forma de potenciar e aprofundar quer projectos já em curso, quer novas iniciativas que perspectivem um factor essencial para a coesão que aponta para a redução das importações e aumento das exportações através do reforço da competividade e intensidade da produção de produtos e serviços transacionaveis.
O Plano Estratégico para a Coesão dos Açores foi entendido como um documento flexível e dinâmico, em constante evolução decorrente das lógicas e dos projectos concretos.
Para esse efeito, são apresentadas um conjunto de medidas operacionais dando-se particular destaque a medidas de apoio à evolução demográfica, ao reforço e incremento da produção local, ao reforço das redes de distribuição e comercialização dos produtos que assegure uma gestão integrada nas ilhas da coesão, à aposta na criação de pacotes turísticos integrados em cada ilha, ao desenvolvimento do sector das pescas e à criação de um Fundo de Investimento para a Coesão entre muitos outros eixos de acção.
Esta ante-proposta estará, a partir do final da presente semana, à disposição de todos os açorianos para recolha de contributos, no Portal do Governo dos Açores –
http://www.azores.gov.pt/.



GaCS/VPGR

Publicado por: Jorge Gonçalves

sábado, 27 de agosto de 2011

Vice-Presidente dos Açores estará na Graciosa esta Segunda-feira, dia 29 de Agosto





O Vice-Presidente do Governo Regional, Sérgio Ávila, estará na Graciosa esta Segunda-feira para apresentar, no âmbito do início da respectiva discussão pública, a anteproposta do Plano Estratégico para a Coesão dos Açores, na Ilha Graciosa. Local: Graciosa Resort Business Hotel, às 10H30 da manhã.








Publicado por: Jorge Gonçalves

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Centro Cultural - Cinema em Setembro




CMSCG


Publicado por: Jorge Gonçalves

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Preço máximo de venda dos combustíveis actualizado nos Açores







As alterações registadas no preço do petróleo, durante as últimas semanas, nos mercados internacionais, vão levar a uma actualização do preço máximo de venda dos combustíveis na Região Autónoma dos Açores.

Esta actualização consiste na diminuição em dois cêntimos por litro no preço máximo das gasolinas 95 e 98 e dos gasóleos agrícola e pescas e de um cêntimo por litro no gasóleo rodoviário, mantendo-se o preço dos restantes combustíveis inalterado.

De salientar que o preço máximo de todos os combustíveis mantém-se dentro dos limites definidos pelo Governo dos Açores como diferença mínima para os preços em vigor no continente português.

Assim, no caso das gasolinas 95 e 98, a diferença nos preços máximos por litro praticados nos Açores em relação ao mercado nacional será de menos 11 por cento. No caso do Gasóleo Rodoviário, essa diferença será igualmente de menos 11 por cento em relação ao preço verificado no mercado nacional.

Os gasóleos agrícola e pescas terão um preço máximo por litro, nos Açores, inferior em 21 por cento ao registado no continente.

Em relação ao gás doméstico, a diferença entre os preços máximos por quilo praticados nos Açores e os preços praticados no continente é de menos 33 por cento. No caso do fuel a diferença de preço entre os Açores e o continente é de menos 23 por cento.

Em relação à Região Autónoma da Madeira, os preços máximos praticados nos Açores são inferiores em menos 5 por cento para a gasolina 95, e em menos 10 por cento para a gasolina 98.

No que respeita ao gasóleo rodoviário, a diferença entre o preço máximo por litro praticado nos Açores e o preço registado na Madeira é de menos 4 por cento, enquanto no gasóleo agrícola o preço máximo por litro nos Açores é inferior ao daquela Região Autónoma em menos 15 por cento.

Os novos preços entram em vigor às 00h00 de quinta-feira.



GaCS/GM

Publicado por: Jorge Gonçalves

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Esclarecimento das secretarias regionais da Economia e da Saúde sobre médicos reumatologistas no Carapacho







A propósito de notícias divulgadas hoje na Antena 1/Açores sobre as pretensas negociações entre o Governo Regional e os concessionários das Termas do Carapacho para levar à Graciosa médicos reumatologistas, as secretarias regionais da Economia e da Saúde entendem ser necessário esclarecer o seguinte:

1- Não é verdade que o Governo Regional, através das as secretarias regionais da Economia e da Saúde, estivesse em negociações com o concessionário para levar à Graciosa médicos reumatologistas.
2- Quanto a esse processo o Governo dos Açores foi apenas informado pelo concessionário de que o que o impedia a deslocação de médicos reumatologistas nos meses de Julho e Agosto às Termas do Carapacho era a exigência de uma quantia semanal de mil euros.
3- A verdade é que o processo de reabilitação das Termas do Carapacho representou um investimento da responsabilidade do Governo dos Açores, de cerca de 3 milhões de euros, dotando o empreendimento, entre outras valências, da possibilidade da prática de consultas médicas da especialidade, no sentido de criar as condições para a melhor exploração comercial daquele complexo termal por parte de uma entidade privada.

4- Foi nessa sequência que o Governo dos Açores adjudicou a exploração comercial e turística do Complexo Termal do Carapacho, à empresa Janelas da Natureza, Lda., por um período de três anos, prorrogável até cinco, e com uma anuidade de 2.500 euros, permitindo associar a exploração das Termas à exploração do Graciosa Resort & Business Hotel, também da responsabilidade daquela empresa, de capitais maioritariamente graciosenses.

5- Compete pois à empresa Janelas da Natureza, Lda maximizar as excelentes condições que foram proporcionadas pelo Governo dos Açores aos público em geral, e aos Graciosenses em particular, e para as quais os concessionários se disponibilizaram a explorar.



GaCS/GM


Publicado por: Jorge Gonçalves

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Chaminés hidrotermais gigantescas descobertas a 420 milhas a norte da ilha Graciosa






A três mil metros de profundidade no Atlântico, e cerca de 420 milhas a norte da ilha Graciosa, uma equipa de cientistas irlandeses e britânicos descobriu um campo de fontes hidrotermais com grandes chaminés – a maior ultrapassa os dez metros de altura.






O novo campo de fontes hidrotermais – emanação de água quente vinda do interior da Terra carregada de metais e minerais – situa-se na Dorsal Médio-Atlântica, uma cordilheira no meio do Atlântico que é fronteira de placas tectónicas. Os metais e minerais precipitam-se e originam as chaminés, que acabam rodeadas de vida invulgar.


Nesta dorsal já se descobriram vários campos, como o Lucky Strike e o Menez Gwen, ambos dentro da zona económica exclusiva (ZEE) portuguesa e que têm despertado interesse científico e económico.


A equipa que divulgou nesta sexta-feira o novo campo apenas disse, em comunicado, que fica a norte dos Açores. Ao PÚBLICO, John Joyce, assessor de imprensa do Instituto Marinho da Irlanda, que financia a investigação do mar, referiu uma localização mais aproximada: “O campo hidrotermal é a oés-sudoeste da Irlanda, perto da Dorsal Médio-Atlântica, aproximadamente a 46 graus Norte.”


Portanto, o campo está a cerca de 420 milhas da Graciosa. É no limite norte da proposta portuguesa de alargamento da plataforma continental para lá das 200 milhas da ZEE, apresentada à ONU em 2009 e na qual se defende que a soberania sobre o fundo do mar seja alargada em 2,15 milhões de quilómetros quadrados. Só em 2015 o processo estará concluído.


A bordo do navio Celtic Explorer, a equipa usou um veículo operado à distância, o Holland 1, para encontrar o campo. Já foi baptizado: “Chamamos-lhe Moytirra, o nome de uma batalha na mitologia irlandesa, que significa ‘planície de pilares’. À maior chaminé, com mais de dez metros, demos o nome de um gigante mítico, Balor”, disse Patrick Collins, da Universidade Nacional da Irlanda, no comunicado. “Em comparação com outros campos, Moytirra tem chaminés monstruosas e, invulgarmente, está no sopé de uma escarpa – uma beleza.”





Fonte: Publico.pt

Publicado por: Jorge Gonçalves

Graciosa recebe Bienal de Turismo Subaquático (vídeo)











A Graciosa acolhe entre 14 e 16 de Outubro a III Bienal de Turismo Subaquático dos Açores.

Setenta participantes vão discutir temas como "Turismo e mergulho", "Empreendedorismo e qualidade associados ao mergulho", "Saúde e Segurança no mergulho" e "Aspetos técnicos do mergulho".
O objetivo da
iniciativa é afirmar os Açores como centro de referência do mergulho nível nacional.


Notícia Vídeo: RTP Açores Telejornal

Publicado por: Jorge Gonçalves

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Programa das Festas do Senhor Santo Cristo dos Milagres 2011




Programa completo das festas do Senhor Santo Cristo 2011








CMSCG




Publicado por: Jorge Gonçalves

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Preço máximo de venda dos combustíveis actualizado nos Açores






As alterações registadas no preço do petróleo, durante as últimas semanas, nos mercados internacionais, vão levar a uma actualização do preço máximo de venda dos combustíveis na Região Autónoma dos Açores.

Esta actualização consiste no aumento em um cêntimo por litro no preço do fuel.

O preço máximo de todos os combustíveis mantém-se dentro dos limites definidos pelo Governo dos Açores como diferença mínima para os preços em vigor no continente português.

No caso do fuel a diferença nos preços máximos por litro praticados nos Açores em relação ao mercado nacional passará a ser de menos 24 por cento.

Os novos preços entram em vigor às 00h00 de quarta-feira.


GaCS/GM

Publicado por: Jorge Gonçalves

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Prescrição electrónica nos Açores já em Agosto







Serão em breve aprovados e publicados os novos modelos de receitas médicas, electrónica e manual, do Serviço Regional de Saúde.

Esses modelos serão semelhantes aos que vigoram a nível nacional, promovendo a adesão à prescrição electrónica, uma vez que as empresas que comercializam este tipo de software estarão em condições de disponibilizar as aplicações, devidamente certificadas, para os consultórios médicos privados que funcionam nos Açores.

A portaria entrará em vigor no dia seguinte à sua publicação para todos os médicos que tenham aderido à prescrição electrónica ou que se encontrem desde já preparados para avançar. Para todas as entidades ou médicos que por razões técnicas não o possam fazer, o prazo limite é alargado até 1 de Setembro, o que permite um período de preparação e adaptação ao sistema.

A portaria regional prevê, também, que os médicos possam continuar a proceder à prescrição manual, nos casos de inadaptação ao sistema ou de prescreverem menos de 50 receitas por mês, ou então se se provar a avaria no sistema ou se a prescrição for efectuada nos domicílios. Nesses casos, devem indicar, na própria receita, que se trata de uma “excepção”.

A prescrição electrónica, que em breve irá entrar em vigor, é um instrumento facilitador do acesso dos cidadãos ao medicamento e será também um incentivo à informatização do sistema de saúde, promovendo a segurança do doente, por diminuição do risco de erro ou confusão na prescrição e garantindo um maior nível de segurança no circuito do medicamento contra a ocorrência de fraudes.


GaCS/RC

Publicado por: Jorge Gonçalves