sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Preço dos combustíveis vai aumentar nos Açores




As alterações que se têm registado no preço do petróleo nos mercados internacionais vão levar a um aumento de dois cêntimos no preço máximo dos combustíveis na Região Autónoma dos Açores. Apesar desse aumento, todos os combustíveis continuarão a ter um preço máximo na Região que é significativamente inferior ao que se regista no mercado nacional.

Assim, no caso das gasolinas 95 e 98, a diferença dos preços máximos praticados nos Açores para os preços praticados no Continente será de menos 12, 8% e 12,6%, respectivamente. No caso do Gasóleo Rodoviário, essa diferença será de menos 12,7%.

Os preços dos gasóleos agrícolas e pescas terão um diferença para o mercado nacional de, respectivamente, menos 23,1% e 22,5%.

Por último, quanto ao gás para consumo doméstico, o seu preço por quilo passa a ser inferior em 38,2% ao que é praticado no Continente e o preço do fuel inferior em 26%.

Os novos preços entram em vigor às 00:00 horas do dia 1 de Janeiro de 2011.


GaCS/SRE
Publicado por: Jorge Gonçalves

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Mensagem de Ano Novo



A passagem de ano é motivo de festejarmos a vida e de manifestarmos os votos de um novo ano feliz, com qualidade, sem grandes problemas. Mostramos assim que gostamos de viver, que apreciamos cada ano que passa e queremos mais anos e anos melhores. A pessoa humana vive do sonho do futuro. Temos consciência de que a vida termina na morte mas o nosso anseio profundo é a vida mais plena e um futuro mais radioso.


Mas o futuro próximo está ensombrado por nuvens negras. De facto, para 2011 prevê-se a agudização da crise económica, o drama do aumento do desemprego, a diminuição dos ordenados, o fim de alguns subsídios. Como podemos pretender qualidade de vida com estes prognósticos?


A qualidade de vida não depende apenas da economia, do bem-estar material, do poder de compra. Uma existência harmoniosa e feliz não depende só do que temos mas sobretudo do que somos. O que conta decisivamente para a qualidade de vida é a paz interior, a harmonia com a vida, com os outros, connosco mesmos e, em última análise, com Deus. Segundo a concepção bíblica, a paz é a síntese de todos os bens, aparece associada à justiça, à bondade, ao perdão, à boa relação. Por isso, celebramos no primeiro dia do ano o dia mundial da paz.


Assim, os meus votos para o novo ano de 2011, vão no sentido de um maior empenho de todos os cristãos e pessoas de boa vontade em construir a paz pela justiça e pelo combate à pobreza. Foi a reflexão de Bento XVI, em 1 de Janeiro de 2009, uma reflexão que volta a estar muito actual. A sociedade civil, disse na altura o Papa, desempenha um papel fundamental neste combate. Como cristãos devemos estar muito atentos para que ninguém, à nossa volta, passe necessidades primárias de alimentação ou vestuário. A prática da solidariedade tem de ser mais criativa, mais dinâmica. Não podemos apenas esperar que os necessitados venham ter connosco a pedir ajuda. Devemos descobri-los e ajudar de forma discreta e fraterna. Na diocese vamos procurar revitalizar o serviço de solidariedade e ajuda fraterna de forma a conjugar a acção da Caritas, Conferências Vicentinas e Associações de solidariedade como Centros Sociais Paroquiais e Santas Casas da Misericórdia.


A crise é uma oportunidade para rever o nosso estilo de vida consumista, ávido de luxos, fechado no bem-estar individual. É um convite a uma vida mais simples e mais solidária. Para superar a crise todos temos de colaborar e fazer o trabalho de casa. Resumo assim os meus votos de Ano Novo: Dêmo-nos as mãos, numa responsabilidade comum, para construir a paz e a justiça.


+ Manuel Pelino Domingues, Bispo de Santarém


Fonte: Agência Ecclesia

Publicado por: Jorge Gonçalves

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

A Galeriacores deseja a todos um Santo Natal e Feliz Ano Novo


Publicado por: Jorge Gonçalves

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Protecção Civil: chuvas fortes em todas as ilhas



O Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros dos Açores informa, que segundo o Instituto de Meteorologia, um sistema frontal associado a uma depressão, irá provocar um agravamento do estado do tempo na região dos Açores.

Nestas condições prevê-se:

Para o Grupo Ocidental:
No período entre as 22h00 de 22/DEZ/2010 e as 01h00 de 24/DEZ/2010 - Precipitação por vezes FORTE.

Para o Grupo Central:
No período entre as 01h00 de 23/DEZ/2010 e as 01h00 de 24/DEZ/2010 - Precipitação por vezes FORTE.

Para o Grupo Oriental:
No período entre as 01h00 de 23/DEZ/2010 e as 01h00 de 24/DEZ/2010 - Precipitação por vezes FORTE.


O SRPCBA recomenda que sejam tomadas as precauções habituais em situações desta natureza.
Mais informação em,
www.azores.gov.pt/Portal/pt/entidades/srcte-srpcba



GaCS/SRPCBA
Publicado por: Jorge Gonçalves

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Mensagem de Natal do Presidente do Governo dos Açores




De novo, o Natal. É a festa da luz – a festa em que se liberta a escuridão com a estrela brilhante, em que se iluminam os caminhos, em que se proclamam alentos, em que se restaura o percurso das nossas existências, ou em que se ganha o sentido que a nossa boa fé diligencia para a vida.

Bem sabemos que são milhões as pessoas e as famílias que, por este mundo fora, falecem sufocadas pela injustiça e pela desordem, e sofrem sem expectativa de melhoria. Na verdade, ainda pior do que o sofrimento momentâneo é a angústia de permanecer nessa obscuridade e a falta que nos faz a esperança.

Para os cristãos, como para a generalidade das mulheres e dos homens, esta época festiva incita a saudade e a consciência sobre o nosso presente, mas é, sobretudo, um tempo de recomeço e de um olhar sobre o Ano Novo, que é, como quem diz, sobre o futuro.

O Natal acende a luz prometedora – por mais ténue que seja – à nossa passagem. Devemos aproveitá-la, para que, ajudados, ou pelo nosso próprio pé, recuperemos forças perdidas e caminhemos em frente.

O mais profundo significado da celebração do nascimento de Jesus só pode ser o desse ressurgimento social, o desse ganho de energia, o da certeza de que há sempre uma nova oportunidade para a felicidade. É essa a fé que pode fazer mover positivamente a humanidade. É essa a mensagem que, entre nós, é também a mais importante.

A desistência, o conformismo e o fatalismo não servem nada de benéfico. É importante ter a capacidade de construir. Não é vergonha chorar, mas é indispensável construir o sorriso – para nós, tal como para emoldurar a vida dos outros. Por isso, aqueles que têm dificuldades devem lutar para ultrapassá-las com o seu próprio esforço e não contar apenas, ociosamente, com a serventia dos outros; e aqueles que podem ajudar não podem, nem devem, ficar isentos, egoisticamente, da prestação desse amparo. Na nossa sociedade não pode haver lugar à recusa do amor-próprio e também do amor pela vida dos que nos rodeiam. A nossa responsabilidade moral e cívica só acaba no limite do contributo que podemos dar para o bem-estar colectivo.

Os nossos Açores progrediram muito e as condições de vida de que usufruímos não têm, felizmente, comparação com as do passado. E continuaremos a progredir. Porém, na nossa comunidade açoriana, seja nas nossas ilhas seja entre famílias emigradas, também há quem atravesse dificuldades. Uns, por contratempos na sua vida afectiva e familiar, outros por razões de saúde, outros, ainda, por reveses na sua vida profissional ou económica. A todos, não só por palavras amigas como por actos concretos, devemos a nossa solidariedade.

É também essa a obrigação dos governos: ajudar nesta época de crise internacional todas as pessoas que precisam – primeiro os mais pobres, para comporem a sua vida, e, depois, os remediados, para não tombarem na pobreza. É fundamental não esquecermos uns e outros.

É o que tentamos fazer nos Açores, atentos às famílias com baixos rendimentos, desempregados ou com carências habitacionais, como atentos àquelas famílias que, com um rendimento médio, suportam, com o seu esforço, encargos significativos para terem uma casa, cuidarem dos seus idosos ou assegurarem a educação especializada ou superior dos seus filhos. Também temos dado prioridade – e julgo que temos razão em fazê-lo – a programas de apoio à iniciação profissional e aquisição ou arrendamento de habitações para os jovens que estão a iniciar a sua vida familiar. Tenho feito o possível para que o Governo os apoie a todos, na medida das nossas disponibilidades.

Este tempo de crises económicas e sociais, que se vive por quase toda a parte, deve unir-nos para a solidarização necessária, mas deve chamar-nos, igualmente, a todos, de modo a contribuirmos, com a nossa iniciativa e a nossa inteligência, para que a nossa economia melhore e para que as nossas empresas e os nossos produtores – do pescador ao empresário agrícola, da mais importante indústria ao mais pequeno comerciante, do empreendedor turístico aos mais diversos prestadores de serviços – tenham uma sustentação mais sólida, possam pagar melhor o trabalho e consigam criar mais empregos.

Estou convencido de que, apesar do ano difícil que se anuncia para Portugal e para a Europa em 2011, e, naturalmente, das consequências que daí advirão para nós, e que se somarão às insuficiências que ainda temos, vamos resistir e conseguir ultrapassar essas adversidades com a nossa melhor administração e com o nosso melhor empenho. Esta crise mundial não durará para sempre e o importante será a sabedoria que usarmos para nos defendermos o melhor possível enquanto ela durar. Para isso não há cidadão, nem partido ou outra instituição, que deva negar a sua colaboração.

Vamos, pois, ser mais unidos e mais professantes e construtores da esperança. Da esperança de que o Natal é mensageiro.

A todas as açorianas e açorianos, a todos os amigos dos Açores, onde quer que residam ou onde quer que estejam, e, de modo especial, aos que labutam nas nossas ilhas das Flores, do Corvo, de São Jorge, do Pico, do Faial, Graciosa, Terceira, de São Miguel e de Santa Maria, desejo, em nome do nosso Governo e em nome da minha família, umas boas festas e um ano novo cheio de felicidades.

Bom Natal.



GaCS/CT
Publicado por: Jorge Gonçalves

Erupção vulcânica submarina entre o Faial e Graciosa




Uma erupção vulcânica submarina pode estar a acontecer entre as ilhas Graciosa e Faial, segundo alertou o Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (Civisa), que se baseia no registo de mais de 300 sismos com epicentro no mar, numa zona da Crista Média-Atlântica, desde 6 de Dezembro.


Segundo a presidente do Civisa, Teresa Ferreira, a possível erupção localiza-se, aproximadamente, a meia distância entre as ilhas do Faial e Graciosa, no Grupo Central; e das Flores e Corvo, no Grupo Ocidental, a uma profundidade estimada que vai dos 800 metros a dois mil metros e a uma distância média de 120 quilómetros daquelas ilhas. Uma distância que, segundo o responsável pelo Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros dos Açores, Pedro Carvalho, não oferece perigo, nem é sentido pelas populações. "Estamos atentos e a acompanhar o fenómeno com atenção, não havendo qualquer risco para as pessoas neste momento", acentua.


Adianta o Civisa que a actividade sísmica em causa é o resultado do processo natural de expansão dos fundos oceânicos e poderá estar relacionada com uma fase de manifestações vulcânicas submarinas. Teresa Ferreira esclarece, no entanto, que desde a passada quarta-feira que o número de sismos tem vindo a diminuir, razão pela qual afirma que, "em princípio, este episódio estará a aproximar-se do seu fim". A actividade sísmica tem oscilado, em termos de magnitude, entre os níveis 3 e 4 da escala de Richter, na confluência das placas Americana, Euro-Asiática e Africana. O sismo mais intenso foi registado a 9 de Dezembro e atingiu 4,2.


O Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores já solicitou à autoridade marítima que envie um alerta às embarcações que passem no local para que transmitam informação sobre algo de anormal que se possa estar a passar.


Com indicações mais precisas ao nível da localização, Teresa Ferreira admite a possibilidade de uma missão científica se deslocar à zona atingida e estudar o que suspeita ser uma erupção vulcânica efusiva (não explosiva, com formação de lavas submarinas), que é o típico vulcanismo existente na Crista Média Atlântica. Esta expedição não se realiza agora, porque ainda não há uma indicação exacta do sítio onde está a ocorrer o fenómeno. Como refere, o "varrimento" agora pelos cientistas da Crista Média Atlântica seria um trabalho bastante complexo, porque se trata de uma área com algumas dezenas de quilómetros e o estado do mar alteroso não poderia dar garantias de sucesso.


O vulcanólogo Victor Hugo Forjaz explica que o que está a acontecer é uma situação normal na Crista Média-Atlântica, onde o "magma que se encontra a 14 quilómetros de profundidade, quase diariamente ascende no sentido da superfície".


Fonte: DN Portugal

Publicado por: Jorge Gonçalves

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Carla Veríssimo, Coordenadora do Projecto «Avifauna dos Açores» deseja a todos os graciosenses um Santo Natal e Feliz Ano Novo


A Carla Veríssimo, Coordenadora do Projecto «Avifauna dos Açores», deseja a todos um Santo Natal e Feliz Ano Novo e presenteia-vos com a linda paisagem da ilha Graciosa (com o ilhéu da Praia ao fundo), a sua preferida do arquipélago ;) e classificada pela UNESCO como Reserva da Biosfera.


Carla Alexandra Vitorino Veríssimo,

Coordenadora do Projecto Avifauna e Linhas Eléctricas dos Açores




Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves

Portuguese Society for the Study of Birds




SPEA Açores

Tel./Fax. +351 296 559 224

Rua Dr. Tito Pires Coelho

9650 - 422 Povoação, São Miguel



Publicado por: Jorge Gonçalves

Governo dos Açores apoia Comissão Vitivinícola Regional dos Açores



O Governo dos Açores atribuiu à Comissão Vitivinícola Regional dos Açores (CVRAçores) um apoio financeiro a fundo perdido, no valor de 27.000 euros, “com vista a responder à sua capacidade de promoção e divulgação da qualidade dos produtos vínicos regionais aos mais variados níveis”.

Fundada em 5 de Setembro de 1995, a CVRAçores é uma associação privada, sem fins lucrativos, que tem como objectivo garantir a genuinidade e a qualidade dos vinhos de indicação de proveniência regulamentada dos “Biscoitos”, “Pico” e “Graciosa”, bem como do vinho “Regional Açores”.

Com a atribuição deste apoio, concedido por portaria do Secretário Regional da Agricultura e Florestas, o Governo pretende potenciar a capacidade da CVRAçores na promoção e divulgação dos vinhos açorianos “quer na vertente da exposição agro-comercial, quer noutras, compreendendo as respectivas infra-estruturas e a assistência técnica especializada”.

Na portaria hoje publicada em Jornal Oficial, Noé Rodrigues justifica o apoio governamental com a importância da actividade da CVRAçores na elaboração do cadastro vitícola regional e a sua intervenção no processo de certificação dos “Vinhos de Qualidade” e “Regional dos Açores”.

Para além de invocar o apoio técnico e jurídico que aquela comissão presta aos vitivinicultores açorianos, o governante lembra ainda que a CVRAçores desenvolve um “papel de agente zelador do prestígio das indicações de proveniência regulamentada no mercado regional, nacional e estrangeiro, combatendo a sua utilização indevida”.


GaCS/HO/FG
Publicado por: Jorge Gonçalves

domingo, 19 de dezembro de 2010

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Edital da Câmara Municipal da Graciosa - Sessão Pública no dia 22 de Dezembro


João Manuel Bettencourt Cunha, Presidente da Assembleia Municipal de Santa Cruz da Graciosa, faz público, de acordo com as disposições aplicáveis, que no próximo dia 22 de Dezembro de 2010, pelas 20 horas, se realizará nos Paços do Concelho de Santa Cruz da Graciosa, uma Reunião Ordinária desta Assembleia.


Edital - Sessão Pública no dia 22 de Dezembro de 2010

CMSCG

Publicado por: Jorge Gonçalves

Governo dos Açores apoia Santa Casa da Misericórdia da Praia da Graciosa




O Governo dos Açores vai comparticipar a obra de remodelação e adaptação de quatro moradias para idosos da Santa Casa da Misericórdia da Praia da Graciosa até ao montante máximo de 298.000 euros.

Nos termos de um acordo de cooperação-investimento celebrado entre a Secretaria Regional do Trabalho e da Solidariedade Social e a Santa Casa da Misericórdia da Praia da Graciosa, a esta comparticipação governamental será repartida por dotação financeira do Plano de Investimentos pelos anos de 2010 (140.984,91 euros) e 2011 (157.415,09 euros).

O acordo hoje publicado em Jornal Oficial obriga a Santa Casa da Misericórdia a efectuar as obras de remodelação e adaptação daquelas quatro moradias para idosos até ao último trimestre de 2011.

Para efeitos de pagamento da verba prevista no acordo, a Santa Casa da Misericórdia da Praia da Graciosa autoriza a Direcção Regional da Solidariedade e Segurança Social a consultar a informação sobre a situação contributiva perante a Segurança Social.


GaCS/HO/FG
Publicado por: Jorge Gonçalves

Protecção Civil: precipitação e ventos fortes e aumento da agitação marítima



Na sequência do comunicado anterior, continuam a verificar-se as condições de instabilidade geradas por uma depressão complexa, provocando precipitação e vento FORTES e também um aumento da agitação marítima nas próximas horas. Nestas condições, emite-se:

Grupo Ocidental e Central
No período entre as 12:00 de 2010-12-16 e as 08:00 de 17-12-2010 AGITAÇÃO MARÍTIMA relativo a Altura Significativa das OndasOndas de Nordeste de 6 a 7 metros.

Grupo Oriental
No período entre as 02:00 de 2010-12-16 e as 08:00 de 16-12-2010
Precipitação por vezes FORTE.
No período entre as 11:00 de 2010-12-16 e as 23:00 de 16-12-2010
Ondas de Leste de 6 a 7 metros.

O SRPCBA recomenda que sejam tomadas as precauções habituais em situações desta natureza.





GaCS/SF/SRPCBA

Publicado por: Jorge Gonçalves

Preço dos combustíveis actualizado nos Açores



As alterações que se têm registado no preço do petróleo nos mercados internacionais vão levar a um aumento de dois cêntimos no preço dos combustíveis na Região Autónoma dos Açores. No entanto, todos os combustíveis continuarão a ter um preço máximo na Região significativamente inferior ao que se regista no mercado nacional.

Assim, no caso das gasolinas 95 e 98, a diferença dos preços praticados nos Açores para o mercado nacional será de menos 13 e menos 12,8 por cento respectivamente. No caso do Gasóleo Rodoviário, essa diferença será de menos 12,5 por cento.

Os preços dos gasóleos agrícola e pescas terão uma diferença, para o mercado nacional, de menos 24,6 por cento e de menos 24,7 por cento, respectivamente.

Por fim, no caso do gás para consumo doméstico, o seu preço por quilo terá um preço 40,7 por cento inferior ao mercado nacional, enquanto o fuel terá, também por quilo, um preço 26,9 por cento inferior ao que é praticado no continente português.

Os novos preços entram em vigor às 00h00 do dia 17 de Dezembro.


GaCS/SRE
Publicado por: Jorge Gonçalves

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Protecção Civil: prolongado o período de ocorrência de precipitação e vento forte



Na sequência do comunicado anterior e devido ao aumento das condições de instabilidade geradas pela depressão complexa, com vários núcleos, que tem estado a afectar o estado do tempo nos Açores, prolonga-se o período de ocorrência de precipitação FORTE e vento FORTE com rajadas.

Assim emite-se:

Para o Grupo Ocidental:

No período entre as 17:00 de 2010-12-15 e as 23:00 de 15-12-2010
PRECIPITAÇÃO forte.

No período entre as 20:00 de 2010-12-15 e as 23:00 de 15-12-2010
VENTO com velocidade média entre 65 a 74 km/h e a rajada máxima entre 85 e 100Km/h, com direcção de NORDESTE.

Para o Grupo Central:

No período entre as 08:00 de 2010-12-15 e as 23:00 de 15-12-2010
PRECIPITAÇÃO forte.

No período entre as 11:00 de 2010-12-15 e as 23:00 de 15-12-2010
VENTO com velocidade média entre 65 a 74 km/h e a rajada máxima entre 85 e 100Km/h, direcção de LESTE.


Para o Grupo Oriental:

No período entre as 05:00 de 2010-12-15 e as 21:00 de 15-12-2010
PRECIPITAÇÃO forte.

No período entre as 11:00 de 2010-12-15 e as 24:00 de 15-12-2010 VENTO com velocidade média entre 65 a 74 km/h e a rajada máxima entre 85 e 100Km/h, com direcção de LESTE.


O SRPCBA recomenda que sejam tomadas as precauções habituais em situações desta natureza.


GaCS/SRPCBA

Publicado por: Jorge Gonçalves

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Concertos de Natal na Graciosa



Concerto pelo Quarteto de Saxofones da Filarmónica Recreio dos Artistas




Concerto pelo Quarteto de Saxofones da Filarmónica Recreio dos Artistas, dia 19 de Dezembro (Domingo), no Centro Cultural da ilha Graciosa, pelas 21h. Este concerto é integrado na Temporada Musical 2010, promovido pela Câmara Municipal e a Academia Musical da Ilha Graciosa.



Concerto de Natal por Grupos Corais e Rancho de Natal local




No dia 18 de Dezembro (Sabádo) haverá um concerto de Natal pelos Grupos Corais e Rancho de Natal local no Centro Cultural pelas 20h. Uma iniciativa promovida pelo Museu da Graciosa. Natal pelos Grupos Corais e Rancho de Natal.



cmscg



Publicado por: Jorge Gonçalves

domingo, 12 de dezembro de 2010

Carlos César realça o papel da agricultura em tempo de dificuldades a nível internacional



Numa mensagem de confiança no sector agrícola regional, o Presidente do Governo dos Açores enfatizou “o valor inestimável da terra, sobretudo numa altura de dificuldades como a que o mundo atravessa.”

Carlos César disse mesmo que “a agricultura é uma actividade que se revaloriza no tempo actual de crise global” e que, no caso dos Açores, transmite esperança na revitalização da economia.

“É uma âncora de fixação e de dignificação das nossas comunidades rurais”, afirmou, acrescentando ser essa uma das razões pelas quais o Governo dos Açores tem procurado garantir à agricultura os mecanismos para a sua sustentabilidade enquanto actividade fundamental no contexto da economia regional.

O Presidente do Governo considerou ainda que “o rejuvenescimento a que se assiste no empresariado agrícola dos Açores é um factor de acréscimo na esperança de um grande futuro” para o sector.

Carlos César falava no decorrer de um Jantar de Natal organizado pela Associação Agrícola e pela Associação de Jovens Agricultores da Ilha Graciosa, que reuniu cerca de duas centenas de sócios daquelas associações, os presidentes da Câmara e da Assembleia municipais de Santa Cruz, deputados eleitos pela ilha e presidentes de juntas de freguesia.



GaCS/CT
Publicado por: Jorge Gonçalves

sábado, 11 de dezembro de 2010

Carlos César aponta requalificação do Museu da Graciosa como um dos muitos benefícios que vão transformando a ilha






A inauguração das obras de remodelação e requalificação do Museu da Graciosa – que representam um investimento de cerca de um milhão e meio de euros – foi esta tarde considerada, por Carlos César, que presidiu à cerimónia, um dos muitos benefícios e investimentos que vão transformando para melhor a ilha.

Concretizando a afirmação, o Presidente do Governo começou por referir a estrutura portuária, que “continua a ser modernizada, servindo progressivamente melhor o transporte de mercadorias e passageiros e actividades económicas como a pesca, e o mesmo acontecerá mais uma vez com o seu aeroporto.”

Para o governante, “os sectores agrícola e transformador, apesar das crises de mercados, melhoraram em qualidade e produção. O turismo, que cresceu muito na ilha, passou a ser servido por uma moderna e atractiva unidade hoteleira. Problemas ambientais, como o dos resíduos, vão ter uma resolução definitiva com a construção do Centro de Processamento de Resíduos, num investimento superior a seis milhões de euros.”

Por outro lado, prosseguiu Carlos César, “a escola básica e secundária está reabilitada, incluindo o ensino artístico a partir deste ano, e vai sendo melhorada no seu equipamento. A rede de apoio social continua a ser requalificada, quer em instalações de instituições como o lar de idosos de Santa Cruz, quer na construção prevista de uma creche, quer na construção do novo e bem equipado Centro de Saúde que custará mais de sete milhões de euros.”

Salientando que “este sentido de continuidade, aperfeiçoamento e progresso é excepcionalmente importante na época que vivemos – pois contraria a tendência para a estagnação e a renúncia típicas do percurso intermédio de crises económicas e financeiras como as que se atravessam na actualidade – o Presidente do Governo sustentou que “ainda é mais importante quando este impulso realizador ocorre num espaço e num mercado limitado como é o da Graciosa.”

Para além da ampliação do Museu da Graciosa, está em curso um conjunto de acções do Governo visando a melhoria da rede de museus, salientando-se, como referiu Carlos César, o Museu das Flores, onde ocorrerá muito em breve, após a conclusão de obras de reparação da cobertura do Convento de S. Boaventura, a instalação de uma exposição que ilustrará as vivências e o papel da ilha das Flores nos circuitos da navegação marítima no Atlântico Norte. Também nas Flores está em curso a elaboração do projecto museográfico destinado à recentemente recuperada antiga Fábrica da Baleia do Boqueirão.

Na ilha do Faial decorrem obras de reabilitação da Casa Manuel de Arriaga, que poderá abrir ao público durante o segundo semestre do próximo ano de 2011, e no Pico, concluída que foi, a requalificação do espaço exterior do Museu da Indústria Baleeira, na vila de S. Roque, já está a ser feito o projecto de ampliação do Museu dos Baleeiros e, em simultâneo, no Museu do Vinho, a montagem de um projecto museográfico explicativo da produção, comercialização e promoção do vinho verdelho do Pico.

Já na ilha de S. Jorge o Governo regional quer instalar o Museu Francisco Lacerda num novo imóvel, esperando determinar a sua localização e iniciar as diligências para o seu projecto de arquitectura nesta legislatura.

No Museu de Angra do Heroísmo decorre, por sua vez, a execução de um importante projecto que requalifica, por completo, a exposição central desta instituição – “Do Mar e da Terra… uma história no Atlântico” –, com uma área de cerca de 500 metros quadrados.

Na ilha de S. Miguel foi inaugurado, em Maio último, o núcleo do Recolhimento de Santa Bárbara, e está a ser preparada a elaboração do projecto de requalificação do edifício do convento de Santo André, onde será instalado o principal núcleo expositivo do Museu Carlos Machado.

E na ilha de Santa Maria, como também referiu o Presidente do Governo, estão a ser adquiridos três imóveis na zona histórica de Vila do Porto, para a instalação de mais áreas para além da existente em Santo Espírito.

Tudo para que a rede de museus de ilha possa, nas melhores condições, agregar “o património rico e plural do território que interpreta e dando conta das representações que contribuam para a história local e regional”, como realçou Carlos César.



GaCS/CT
Publicado por: Jorge Gonçalves

Intervenção do Presidente do Governo na inauguração do novo Edifício do Museu da Graciosa



Texto integral da intervenção do Presidente do Governo Regional dos Açores, Carlos César, proferida hoje, em Santa Cruz da Graciosa, na cerimónia de inauguração do novo edifício do Museu da Graciosa:

“Inaugurámos hoje estas novas instalações do Museu da Graciosa, que constituem um elemento de significativa valorização para o património da Vila de Santa Cruz e para a memoração e dinâmica cultural da Ilha Graciosa e dos Açores.

O Museu da Graciosa, criado em 1977, passa a integrar, com outro valor, a nossa rede de museus de ilha, agregando o património rico e plural do território que representa e dando conta das representações que contribuam para a história local e regional.

Estamos, ainda, no que se refere à rede regional de museus de ilha, carecidos de muitos melhoramentos como este, não só ao nível dos respectivos imóveis como dos projectos expositivos, mas temos progredido e contado também com a colaboração inventiva dos nossos técnicos e amigos dos museus.

De Santa Maria ao outro extremo do arquipélago temos acções em curso ou planeadas, por exemplo no Museu das Flores, onde ocorrerá muito em breve, após a conclusão de obras de reparação da cobertura do Convento de S. Boaventura, a instalação de uma exposição, que, fazendo uso das mais recentes técnicas e discursos museográficos, ilustrará as vivências e o papel da ilha das Flores nos circuitos da navegação marítima no Atlântico Norte. Também nas Flores está em curso a elaboração do projecto museográfico destinado à recentemente recuperada antiga Fábrica da Baleia do Boqueirão.

Na ilha do Faial decorrem obras de reabilitação da denominada Casa Manuel de Arriaga, que estimamos poder abrir ao público durante o segundo semestre do próximo ano de 2011, invocando a personalidade de Manuel de Arriaga e revisitando os ideais e valores republicanos de que foi influente protagonista.

Na ilha do Pico, concluída que foi, recentemente, a requalificação do espaço exterior do Museu da Indústria Baleeira na vila de S. Roque, já está a ser feito o projecto de ampliação do Museu dos Baleeiros e, em simultâneo, no Museu do Vinho, a montagem de um projecto museográfico explicativo da produção, comercialização e promoção do vinho verdelho do Pico.

Na ilha de S. Jorge pretendemos instalar o Museu Francisco Lacerda num novo imóvel, mais adequado e compatível com a sua missão, esperando poder, pelo menos, determinar a sua localização e, se possível, iniciar as diligências para o seu projecto de arquitectura nesta legislatura.

No Museu de Angra do Heroísmo decorre, por sua vez, a execução de um importante projecto que requalifica, por completo, a exposição central desta instituição – “Do Mar e da Terra… uma história no Atlântico” –, com uma área de cerca de 500 metros quadrados.

Na ilha de S. Miguel foi inaugurado, em Maio último, o núcleo do Recolhimento de Santa Bárbara, obra que há muito se desejava concluída. Agora, estamos a iniciar a elaboração do projecto de requalificação do edifício do convento de Santo André, onde será instalado o principal núcleo expositivo do Museu Carlos Machado.

Na ilha de Santa Maria, estamos a adquirir três imóveis na zona histórica de Vila do Porto, de modo a instalarmos mais áreas para além da existente em Santo Espírito.

Hoje foi a vez da Graciosa, numa obra da qual nos podemos orgulhar. Esta intervenção arquitectónica, para além de requalificar o edifício pré-existente e ampliar as áreas administrativa e de acolhimento, de exposição permanente e temporária e de serviço educativo, honra o centro histórico, promovendo, na malha urbana, um diálogo conceptual equilibrado e marcante da nossa contemporaneidade. Nesta obra, bem como na museografia e mobiliário, investimos cerca de um milhão e meio de euros. Foram bem empregues.

Aliás, são felizmente muitos os benefícios e investimentos que vão transformando para melhor a ilha Graciosa, em conjugação com o esforço dos seus autarcas e dos seus cidadãos empreendedores. A sua estrutura portuária continua a ser modernizada, servindo progressivamente melhor o transporte de mercadorias e passageiros e actividades económicas como a pesca, e o mesmo acontecerá mais uma vez com o seu aeroporto. Os sectores agrícola e transformador, apesar das crises de mercados, melhoraram em qualidade e produção. O turismo, que cresceu muito na ilha, passou a ser servido por uma moderna e atractiva unidade hoteleira. Problemas ambientais, como o dos resíduos, vão ter uma resolução definitiva com a construção do Centro de Processamento de Resíduos, num investimento superior a seis milhões de euros. A escola básica e secundária está reabilitada, incluindo o ensino artístico a partir deste ano, e vai sendo melhorada no seu equipamento. A rede de apoio social continua a ser requalificada, quer em instalações de instituições como o lar de idosos de Santa Cruz, quer na construção prevista de uma creche, quer na construção do novo e bem equipado Centro de Saúde que custará mais de sete milhões de euros.

Este sentido de continuidade, aperfeiçoamento e progresso é excepcionalmente importante na época que vivemos, pois contraria a tendência para a estagnação e a renúncia típicas do percurso intermédio de crises económicas e financeiras como as que se atravessam na actualidade. E ainda é mais importante quando este impulso realizador ocorre num espaço e num mercado limitado como é o da Graciosa.

Dou, pois, os parabéns, aos graciosenses, por este dia e por mais este momento inaugural. Estamos todos, afinal, na nossa Região, com motivos de congratulação, pois o que se faz na Graciosa e serve os graciosenses favorece os Açores e é bom para os Açorianos. E no que me diz respeito, alegra-me ainda poder dizer, uma vez mais: “compromisso assumido, compromisso cumprido”.

Obrigado.”


GaCS/CT
Publicado por: Jorge Gonçalves

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Governo comparticipa remodelação de lar de idosos na Graciosa em mais de 900.000 euros



O Governo dos Açores vai comparticipar a obra de remodelação e adaptação do interior do lar de idosos da Santa Casa da Misericórdia da Vila de Santa Cruz da Graciosa até ao montante de 903.207,75 euros.

Nos termos de um acordo de cooperação-investimento celebrado entre a Secretaria Regional do Trabalho e da Solidariedade Social e a Santa Casa da Misericórdia da Vila de Santa Cruz da Graciosa, o apoio governamental será repartido pelos anos de 2010 (37.643,77 euros) e 2011 (865.563,98 euros).

O referido acordo, hoje publicado em Jornal Oficial, obriga ainda aquela Misericórdia a efectuar as obras de remodelação e adaptação do interior do lar idosos até ao último trimestre de 2011.

Para efeitos de pagamento da verba prevista no acordo, a Santa Casa da Misericórdia da Vila de Santa Cruz da Graciosa autoriza a Direcção Regional da Solidariedade e Segurança Social a consultar a informação sobre a situação contributiva perante a Segurança Social.


GaCS/FG
Publicado por: Jorge Gonçalves

O programa "Rádio Portugal de Peabody" já pode ser ouvido na Internet



O programa radiofónico "Rádio Portugal", da comunidade de emigrantes açorianos de Peabody, MA, EUA (Nova Inglaterra) transmitido há 40 anos, na Grande Área Metropolitana de Boston, aos Domingos das 8:00 às 11:00 da manhã (das 12:00 às 15:00, hora dos Açores), agora pode ser ouvido também na Internet, através deste link:


Mário Costa é o director deste programa e é igualmente o seu principal locutor. A "Rádio Portugal" conta também com a participação da Professora Maria da Luz Ortins, nossa conterrânea residente em Peabody, natural da Freguesia da Luz, Graciosa.

A voz amiga da "Rádio Portugal" leva a todos os emigrantes graciosenses radicados naquela comunidade um pouco da sua cultura e tradições musicais.

Publicado por: Jorge Gonçalves

Natal do Idoso na Graciosa



No dia 16 de Dezembro, Quinta-feira, será exibido o filme "Pátio das Cantigas" pelas 14:00 no Centro Cultural da Ilha Graciosa. Uma iniciativa da Câmara Municipal destinada a todos os idosos da ilha para celebrar o Natal do Idoso.

CMSCG

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Governo apoia Espaços de Tecnologias de Informação e Comunicação



A Secretaria Regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos abriu um concurso destinado ao apoio da instalação, funcionamento e desenvolvimento de Espaços de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) permanentes para o acesso público e gratuito à Internet em banda larga.

Nos Espaços TIC, para além do acesso gratuito à Internet, promove-se igualmente a aquisição de competências básicas em TIC, assim como a socialização e integração dos cidadãos na Sociedade de Informação e do Conhecimento.

O presente concurso tem como objectivos apoiar a instalação, funcionamento e actualização de Espaços TIC de acesso público, bem como melhorar a acessibilidade das populações às TIC e proporcionar alternativas de ocupação de tempos livres aos cidadãos, em geral, e aos jovens, em particular, numa perspectiva educacional.

É ainda intenção da SRCTE promover a realização de actividades formativas na área das TIC e facilitar a transferência de know-how tecnológico.

As candidaturas deverão ser submetidas à Direcção Regional da Ciência, Tecnologia e Comunicações até às 17h00 do dia 22 de Dezembro de 2010, através do site
http://www.azores.gov.pt/Gra/sctr/.


GaCS/VS

Governo está a preparar projecto para apoiar o idoso



A Secretaria Regional do Trabalho e Solidariedade Social, através do Instituto de Acção Social, encontra-se a preparar um projecto experimental, no âmbito do apoio ao idoso, que visa a criação de uma comissão de ilha para a protecção do idoso.

O anúncio foi feito hoje pela Directora Regional da Igualdade de Oportunidades durante a abertura das I Jornadas da APAV Açores contra a violência, em Ponta Delgada.

Na ocasião, Natércia Gaspar considerou ainda de “urgente” a recuperação do papel da família enquanto “veículo de transmissão de valores e de respeito pelos outros”.

A Directora Regional disse mesmo ser necessário inverter a actual situação, uma vez que as crianças adquirem as suas competências pessoais e sociais através da do contacto com os outros.

Neste contexto, Natércia Gaspar realçou a importância de educar os jovens para a consciencialização dos seus direitos e deveres.

Segundo acrescentou, “só educando as novas gerações, recuperando os valores que devem coexistir numa sociedade saudável, conseguiremos prevenir a perpetuação de situações de violência”.

Aliás, de acordo com a Directora Regional da Igualdade de Oportunidades é este o caminho que já está a ser trilhado nos Açores.

Com vista a minimizar o impacto da violência conjugal nas crianças, o Governo encontra-se ainda a elaborar um programa, em pareceria com diversas entidades.

Outro dos projectos em fase de elaboração é o programa para a parentalidade positiva, o qual visa, entre outros, a educação sem violência.



GaCS/SM

Novas instalações do Museu da Graciosa inauguradas este Sábado, 11 de Dezembro



A Presidência do Governo Regional, através da Direcção Regional da Cultura, inaugurará no próximo dia 11 de Dezembro, pelas 16h30, as novas instalações do Museu da Graciosa, numa cerimónia a que presidirá Carlos César, Presidente do Governo Regional dos Açores.

Da autoria da arq. Mariana Godinho o projecto de arquitectura procurou, além de requalificar o edifício pré-existente, integrar o espaço de um terreno anexo entretanto adquirido beneficiando, assim, de uma ampliação das instalações que, de 376m2 evoluíram para 549m2 e um acréscimo de área útil, distribuída por áreas de acolhimento e administrativa, áreas de exposição permanente e temporária, e salas de Serviço Educativo.

O novo discurso expositivo procura caracterizar a Graciosa e salienta as particularidades do ambiente natural e da adaptação humana ao espaço da ilha, fazendo uso do variado acervo que o museu recolheu e protegeu desde 1977.

O investimento importou em cerca de 1.500.000,00€ e decorreu entre Abril de 2009 e Dezembro de 2010.

No contexto da inauguração estará patente uma exposição temporária da pintora Vera Bettencourt e o Museu da Graciosa disponibilizará até ao final do ano um conjunto de iniciativas dirigidas ao público graciosense entre 11 e 19 de Dezembro (visitas guiadas, actividades educativas, abertura do barracão dos botes, palestras e concerto de natal).



GaCS/DRaC

Criadas Unidades de Saúde nas ilhas Graciosa, Faial e em Santa Maria



O Conselho do Governo aprovou quarta-feira, em Ponta Delgada, os diplomas que criam as Unidades de Saúde de Ilha na Graciosa, Faial e em Santa Maria, aprovando igualmente as respectivas orgânicas e quadros de pessoal.

Ao apresentar hoje o comunicado da última reunião governamental, o Secretário Regional da Presidência disse que esta decisão “dá seguimento ao processo de implementação das unidades de saúde de ilha”, já adoptadas nas ilhas do Pico, São Jorge, Flores e Corvo.

A medida visa também “consolidar a estrutura organizativa e o funcionamento dos serviços de modo a obter ganhos de eficiência na gestão das unidades Serviço Regional de Saúde, não comportando qualquer aumento de encargos”, adiantou André Bradford.

Na sua reunião de quarta-feira, o Governo procedeu igualmente “à primeira delimitação de áreas potencialmente infestadas por térmitas na Região, segundo a espécie e respectiva freguesia, e à divulgação de um mapa de risco de infestação referente às ilhas Terceira, Faial, São Miguel, Santa Maria e São Jorge, ilhas onde é conhecida a presença de térmitas”.

No que se refere às térmitas de madeira seca e às subterrâneas que afectam edifícios, André Bradford adiantou que “a venda ou arrendamento de imóveis nas freguesias agora identificadas terá, por imperativo legal, de ser acompanhada por um certificado oficial de inspecção”.

De acordo com o comunicado hoje apresentado, a evolução dos estudos e os resultados dos programas de combate às térmitas em curso vão permitir, “a curto e a médio prazo, afinar as delimitações ora feitas, introduzindo as correcções que se julguem necessárias”.



GaCS/FG

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

O filme "Hachiko - Amigos para Sempre" no cinema da Graciosa esta, Sexta-feira, dia 10 de Dezembro




O filme"Hachiko - Amigos para Sempre" será exibido esta Sexta-feira, dia 10 de Dezembro, no Centro Cultural da Graciosa, pelas 21h.


País: U.S.A., Reino Unido
Género: Drama
Duração: 93m
Classificação: M12
Realização: Lasse Hallström
Interpretação: Richard Gere, Joan Allen, Cary-Hiroyuki Tagawa, Jason Alexander
Hora: 21h


Sinopse

Este filme é uma adaptação de um famoso conto japonês sobre um fiel cão Akita chamado Hachiko. Este cão especial, com a alcunha de "Hachi", acompanha o seu dono Parker (Richard Gere), um professor universitário, todos os dias, até a estação de comboios para o ver partir e retorna à estação, todas as tardes, para cumprimentá-lo ao final de cada dia. A natureza emocionalmente complexa do que sucede quando esta sua rotina descontraída é interrompida, faz da história de Hachi, um conto intemporal; a fiel devoção de um cão ao seu dono mostra o grande poder do amor e revela que o mais simples dos actos pode tornar-se no mais grandioso gesto de todos.




cmscg

Concerto pelo Coro de São Mateus



O Coro de São Mateus actua dia 12 de Dezembro (Domimngo) no Centro Cultural pelas 21h. Um concerto integrado na Temporada Musical 2010, promovida pela Câmara Municipal e Academia Musical da Ilha Graciosa.




cmscg

Protecção Civil: ondas de 6 a 7 metros nos grupos Ocidental e Central




O Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros dos Açores informa que, segundo o Instituto de Meteorologia, se prevêem as seguintes condições:

Para o Grupo Central:
AGITAÇÃO MARÍTIMA relativa a Altura Significativa das Ondas
No período entre as 8:00 horas de 2010-12-07 e as 03:00 horas de 2010-12-08
Ondas de Nordeste com alturas entre 6 a 7 metros.

Para o Grupo Ocidental:
AGITAÇÃO MARÍTIMA relativa a Altura Significativa das Ondas
No período entre as 08:00 horas de 2010-12-07 e as 15:00 horas de 2010-12-07
Ondas de Nordeste com alturas entre 6 a 7 metros.

O SRPCBA recomenda que sejam tomadas as precauções habituais em situações desta natureza, que estão disponíveis em
http://www.srpcba.pt/.


GaCS/SRPCBA

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Novo edificio do Museu da Graciosa inaugurado a 11 de Dezembro




O novo edifício do Museu da Graciosa e a abertura da respectiva exposição permanente serão inaugurados no dia 11 do corrente mês de Dezembro, pelas 16h30. Esta cerimónia será presidida pelo presidente do Governo Regional dos Açores. Na mesma ocasião será também inaugurada a exposição de pintura de Vera Bettencourt.

Relacionado com esta inauguração, a Agenda Cultural do Museu da Graciosa para este mês de Dezembro apresenta um Ciclo de eventos, que vão de 11 a 19, integrando: nos dias 12, 14, 16 e 17, das 14h30 às 17h00, visitas guiadas à exposição permanente do Núcleo-sede do Museu e reabertura do Barracão dos Botes Baleeiros de Santa Cruz, após requalificação museográfica; Serviço educativo, denominado “Água, um bem precioso”, orientado por Lurdes Cunha e Jorge Cunha, Directores da Ecoteca e do Museu, respectivamente, nos dias 13 e 15, das 9h30 às 12h00; a palestra “A Importância dos Museus nas Comunidades”, que será proferida por Jorge Cunha, no dia 18, pelas 17h00, no Museu; e no dia 19, pelas 17h00, no Centro Cultural da Ilhas Graciosa, o Concerto de Natal com a participação de três coros e do Rancho de Natal da ilha “branca”.


GaCS/SF/DRaC

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Preço dos combustíveis actualizado nos Açores



As alterações que se têm registado no preço do petróleo nos mercados internacionais vão levar a um aumento de dois cêntimos no preço dos combustíveis na Região Autónoma dos Açores. No entanto, todos os combustíveis continuarão a ter um preço máximo na Região significativamente inferior ao que se regista no mercado nacional.

Assim, no caso das gasolinas 95 e 98, a diferença dos preços praticados nos Açores para o mercado nacional será de menos 11,3 e menos 11,1 por cento respectivamente. No caso do Gasóleo Rodoviário, essa diferença será de menos 10,9 por cento.

Os preços dos gasóleos agrícola e pescas terão uma diferença, para o mercado nacional, de menos 21,8 por cento e de menos 21,9 por cento, respectivamente.

Por fim, no caso do gás para consumo doméstico, o seu preço por quilo terá um preço 43,3 por cento inferior ao mercado nacional, enquanto o fuel terá, também por quilo, um preço 34,3 por cento inferior ao que é praticado no continente português.

Os novos preços entram em vigor às 00h00 do dia 3 de Dezembro.


GaCS/NM

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Protecção Civil: chuva forte para os grupos Ocidental e Central




O Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros dos Açores informa que, segundo o Instituto de Meteorologia, a aproximação e passagem de um sistema frontal pelo arquipélago vai provocar um agravamento do estado do tempo. Assim emite-se:

Para o Grupo Central
No período entre as 19:00 horas de 2010-12-01 e as 08:00 horas de 2010-12-02:
Chuva por vezes FORTE


Para o Grupo Ocidental
No período entre as 11:00 horas e as 23:00 horas de 2010-12-01:
Chuva por vezes FORTE

O SRPCBA recomenda que sejam tomadas as precauções habituais em situações desta natureza. Mais informação em
www.azores.gov.pt/Portal/pt/entidades/srcte-srpcba


GaCS/SF/SRPCBA