sexta-feira, 30 de abril de 2010

Dia 1 de Maio, o dia do trabalhador na Ilha Graciosa

Ilha Graciosa este ano contou com a participação de 4 voluntários na contagem dos milhafres



Após a realização no fim-de-semana de 16 e 17 de Abril, do V Censo de Milhafres no arquipélago dos Açores, a SPEA orgulha-se em anunciar que no presente ano participaram mais de 40 voluntários em todo o arquipélago e pela primeira vez a ilha Graciosa contou com a participação de 4 voluntários.


No Arquipélago dos Açores, mais de 40 voluntários percorreram cerca de 1000 km e avistaram cerca de 330 milhafres, abrangendo todas as ilhas em que esta ave ocorre, à excepção do Faial (nas ilhas das Flores e Corvo não existem milhafres). Houve 4 voluntários na Graciosa, 3 no Pico, 1 em São Jorge, 22 em São Miguel, 4 em Santa Maria e 7 na Terceira.



SPEA

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Governo promove campanha de divulgação sobre a Rede Valorizar em todo o arquipélago



O Governo dos Açores vai promover em todas as ilhas do arquipélago, uma campanha de divulgação sobre a Rede Valorizar.

A campanha foi apresentada hoje no Centro de Interpretação Ambiental Dalberto Pombo, em Vila do Porto, e contou com a presença das secretárias regionais da Educação e Formação e do Trabalho e Solidariedade Social.

A Rede Valorizar tem como objectivo assegurar a todos os cidadãos residentes nos Açores, maiores de 18 anos, uma oportunidade de qualificação e certificação, de nível básico, secundário e profissional, reduzindo o défice de qualificação da população activa e elevando os níveis de certificação da população adulta, encaminhar, depois de operações de diagnóstico, adultos para respostas formativas adequadas às suas necessidades e perfis, permitindo o acesso a uma qualificação e valorizar socialmente os processos de reconhecimento, validação e certificação de competências, escolar ou profissional.

Implementar o dispositivo integrado de reconhecimento, validação e certificação de competências adquiridas em diferentes contextos de vida, nomeadamente em contexto profissional, desenvolver competências que favoreçam a integração/reintegração de adultos no mercado de trabalho, aumentar o nível de empregabilidade e progressão na carreira dos adultos e promover a partilha de informação, experiência e disseminação de práticas bem sucedidas são outras das finalidades desta medida.

A acção será divulgada através de folhetos, que serão enviados a todos os domicílios e distribuídos por várias entidades, empresas da Região, escolas profissionais e ensino regular. A divulgação da Rede será, igualmente, feita através de cartazes, muppis, banners e outdoors. Serão, também, constituídas equipas móveis de certificação que se deslocarão às restantes ilhas do arquipélago.

Através desta campanha, o Governo pretende generalizar o conhecimento público relativamente à existência da Rede Valorizar, divulgando a sua marca e potencialidades, promover o efectivo e reconhecimento da importância da aquisição de competências que permite ao adulto obter uma certificação oficial e sensibilizar os açorianos para uma oportunidade de qualificação e certificação, elevando, assim, o défice de qualificação da população activa e os níveis de certificação da população adulta.

Com esta iniciativa, o Governo pretende, nos próximo cinco anos, certificar entre 30 a 40 mil açorianos, em mais de 112 profissões.



GaCS/SM
astrologia, cursos CEAC,correspondência,estudo,escola profissional, ganhar dinheiro online, telemóveis, internet,software,jogos online,

36º Aniversário do 25 de Abril


O 36º aniversário do 25 de Abril foi comemorado na Graciosa com uma sardinhada, oferecida pela Câmara Municipal, no Parque de Merendas da Feteira, onde actuou a Filarmónica União Praiense. À noite o Grupo “Musica Nostra” actuou no Centro Cultural da Graciosa.





CMSCG

O Filme "A Princesa e o Sapo" no Cinema da Graciosa esta Sexta-feira


O filme de animação para os mais novos: "A Princesa e o Sapo", no Cinema da Graciosa esta Sexta-feira, dia 30 de Abril, pelas 22H00.

País: EUA
Género: Animação, Fantástico
Duração: 97 min.
Classificação: M/6

Realização: Ron Clements, John Musker

Intérpretes:Terrence Howard, Keith David, John Goodman

Versão portuguesa:
Ana Vieira, Paulo Vintém, Rui de Sá, Pedro Pereira, Mafalda Teixeira, Paulo Oom, André Gago, Natália Luísa, Luísa Salgueiro, Pedro Bargado, Fernando Luis, Beatriz Figueira, Francisca Borges, Carlos Freixo

Sinopse:
"A Princesa e o Sapo" é uma mutação moderna de um conto clássico, que conta com uma linda rapariga chamada Tiana (Anika Noni Rose), um príncipe sapo que tenta desesperadamente voltar a ser humano e um beijo fatídico que os levará numa hilariante aventura através dos fascinantes riachos do Louisiana.

CMSCG



quarta-feira, 28 de abril de 2010

Presidente do Governo: tolerância de ponto nas Festas do Senhor Santo Cristo dos Milagres e por ocasião da visita do Papa ao Santuário de Fátima




O Presidente do Governo Regional dos Açores, Carlos César, por despachos datados de 26 de Abril, concede tolerância de ponto aos trabalhadores da Administração Pública Regional dos Açores, cujos serviços se encontrem sedeados na ilha de São Miguel, nos dias 10 e 13 de Maio, tendo em consideração o profundo significado, para a população micaelense, das festividades em honra do Senhor Santo Cristo dos Milagres.

No corrente ano, a Quinta-feira do Senhor Santo Cristo dos Milagres, no dia 13 de Maio, é coincidente com a visita de Sua Santidade o Papa Bento XVI ao Santuário de Fátima, razão pela qual, o Presidente do Governo Regional determinou que a mesma observância de tolerância de ponto fosse alargada aos restantes trabalhadores da Administração Pública Regional dos Açores, naquele dia, permitindo, assim, que um maior número de açorianos possa acompanhar as respectivas celebrações religiosas.


GaCS/JMB

terça-feira, 27 de abril de 2010

Governo quer introduzir “psicologia do tráfego” aos condutores desrespeitadores do Código da Estrada



“Com o Código da Estrada não se brinca”. Esta vai ser a mensagem central da nova campanha de prevenção rodoviária apresentada hoje, Dia Europeu da Segurança Rodoviária, em Ponta Delgada, pelo Secretário Regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos.

A matriz da campanha publicitária de prevenção assenta num estilo inovador, abrangente e conhecedor do desrespeito das normas do Código da Estrada dos condutores, incentivando-os à mudança de comportamentos através do receio provocado pela inibição de conduzir.

Frases como “Tens direito a um prémio por seres o condutor mais rápido: 6 meses sem carta por excesso de velocidade”, entre outras, vão percorrer as ilhas e chegar aos açorianos. A linha de argumentação da campanha destaca o lado punitivo e coercivo do Código da Estrada, a fim de acabar com o sentimento de impunidade, ao mesmo tempo que informa sobre as sanções resultantes do desrespeito das normas do Código.

“Queremos que nos Açores se introduza esta cultura de prevenção e segurança que pode e deve ser uma marca dos Açores. Queremos ser reconhecidos por mais este factor positivo a nível nacional e europeu. Neste sentido, reafirmo a nossa firme intenção de continuar a trabalhar para que as estradas açorianas sejam seguras e tenham cada vez menos acidentes”, desafiou José Contente na cerimónia de apresentação da campanha.

O Secretário Regional relembrou o forte investimento que o Governo dos Açores, ao qual se têm associado outras entidades públicas, ao nível da prevenção rodoviária, na promoção de campanhas de prevenção e na melhoria constante das infra-estruturas rodoviárias, nomeadamente diminuindo os pontos críticos das estradas, melhorando a sinalização e garantindo melhores condições de segurança aos condutores.

Estes factores têm contribuído para que ao longo dos últimos anos o índice de sinistralidade nos Açores tenha melhorado significativamente, com menos 167 acidentes, menos 9 feridos graves e ligeiros, 134, e menos mortes, dados comparativos da sinistralidade de 2008 e 2009.

A propósito destes indicadores, José Contente acrescentou que “mesmo com o aumento do número de veículos, com a melhoria dos pisos que também faz aumentar a velocidade, há aqui um ganho, uma melhoria do índice de sinistralidade rodoviária, um exemplo para o país e também a nível europeu”.

De acordo com o governante, a tutela prepara-se para avançar, a nível regional, com a aplicação da chamada “psicologia do tráfego”, prevista na legislação, ou seja, anunciou, “os condutores que sofrem infracções poderão substitui-las por acções de formação dentro dos parâmetros que a lei já permite. A Prevenção Rodoviária Açoriana tem um papel importante nesta área e há infracções e penalizações que podem e devem ser substituídas por acções de formação e com mais ganhos globais se essas acções forem eficazes na mudança de atitudes e mentalidades dos condutores”.

Neste sentido José Contente lançou um repto às escolas de condução para que se associem a este tipo de iniciativas, promovendo uma cultura de prevenção rodoviária mais eficaz junto de futuros condutores.

“Continuamos a apostar em campanhas de prevenção, no caso da que apresentamos hoje ela assenta em critérios de inovação e numa perspectiva agregadora para continuarmos a chamar a atenção das pessoas para mudarem os comportamentos desrespeitadores do Código da Estrada e assim contribuírem para a redução de todas as cifras da sinistralidade”, apelou o governante.

O Secretário Regional deixou ainda um voto de confiança no êxito da campanha “Com o Código da Estrada não se brinca”, elogiando os criativos da empresa regional HDG Açores pela criatividade e sensibilidade que dedicaram ao projecto.

A campanha de prevenção rodoviária arranca já durante o início do mês de Maio nos jornais, televisão, rádio, em outdoors, folhetos e material a ser distribuído pelos condutores, sobretudo em locais de diversão nocturna, como alcoolímetros.



GaCS/VS

Agricultura açoriana prepara-se para os desafios do futuro




O Secretário Regional da Agricultura e Florestas destacou hoje o momento “crucial” que o sector agrícola vive, “em particular no que dependemos de decisões da política comunitária, da revisão da PAC, aos novos desafios e realidades que condicionam e que determinam muito do nosso futuro”.

Declarações de Noé Rodrigues que presidiu à sessão de abertura do XII Congresso Regional da Agricultura, que decorre em Ponta Delgada sob a organização da Federação Agrícola dos Açores.

Apesar do modelo rígido e muitas vezes desadequado das realidades nacionais ou regionais, a PAC “está hoje mais flexível e por isso mais adaptada a cada Estado membro”.

No caso dos Açores, a PAC está hoje vertida em programas próprios que a adaptaram à realidade regional, programas que foram elaborados e apresentados pela Região após debate e concertação regional, num processo que voltará em breve para preparar o novo período de programação 2013/2020.

Com o apoio comunitário e com a consequente aposta do Governo Regional no sector agrícola, têm vindo a ser executadas as orientações estratégicas delineadas para a agricultura regional no ordenamento agrário, através da melhoria das acessibilidades e das redes de distribuição de água e luz às explorações, uma vez que estes investimentos melhoram as condições de trabalho agrícola, induzem maior qualidade dos produtos agrícolas, reduzem custos de exploração e reforçam o rendimento dos profissionais do sector.

Noé Rodrigues realçou ainda a evolução que se tem conseguido no que diz respeito à sanidade animal e vegetal, através do aprofundamento do programa global de sanidade animal que apresenta actualmente melhores indicadores em doenças como a brucelose e leucose, permitindo agora o inicio de um novo ciclo da sanidade animal nos Açores dirigido ao combate a doenças de natureza económica.

O Governo dos Açores tem apostado também na rastreabilidade dos produtos agro-alimentares através do controlo e fiscalização para a segurança alimentar, defesa da saúde pública e para o reforço da confiança dos consumidores nos produtos agro-alimentares dos Açores.

Na informação e formação dos activos agrícolas têm sido realizadas acções de divulgação dos apoios ao rendimento e ao investimento e aumentadas as acções de formação profissional específicas e especializadas aumentando o profissionalismo e competência dos agentes do sector.

Em resultado do esforço contínuo de investimento no sector, em todas as áreas de produção, Noé Rodrigues destacou o registo de “crescimentos interessantes”, como são os exemplos do aumento de 37 por cento da produção de leite na Região, apesar da manutenção do número de animais e a quantidade de quota regional distribuída igual ao que é produzido, “significando um reforço do rendimento”.

Na produção de carne, com os investimentos feitos na rede regional de abate que está homologada e certificada, foi invertido o modo tradicional de comercialização, “tornando-nos mais eficazes e ganhando prémios, como o prémio ao abate, que tradicionalmente perdíamos”, frisou.

São também assinaláveis os crescimentos nas áreas da diversificação, como na floricultura, fruticultura, apicultura e horticultura, verificando-se que estes crescimentos estão normalmente associados à existência de organizações com actuação no mercado.

Apesar dos progressos alcançados, como revelam todos os indicadores da agricultura açoriana, o governando diz existirem “muitos e novos desafios a enfrentar”, desde logo o relacionado com o anunciado desmantelamento do regime de quotas leiteiras.

Neste caso em particular, mediante a deliberação tomada em 2003, o Governo dos Açores tem sido claro ao continuar a defender o regime de quotas, para toda a Europa porque, “apesar de ter sido um regime que durante muitos anos limitou a nossa real capacidade produtiva, contribuiu para uma sensação de protecção da nossa produção, de estabilidade e segurança e de uma maior previsibilidade dos mercados”.

Mas na impossibilidade de se manter o regime de quotas, perante a liberalização do sector, “tivemos a possibilidade de construir com todos os agentes do sector (produtores e suas organizações, unidades industriais de leite e até com as forças políticas) um “caderno reivindicativo” regional, defendendo a possibilidade de desenvolvermos a nossa produção leiteira, porque para ela temos boas e conhecidas condições naturais e porque nela temos muito investimento feito e muito saber acumulado”.



GaCS/MS

Governo apoia iniciativas para favorecer o conhecimento da Europa junto dos açorianos




O Governo dos Açores atribuiu hoje apoios de 40.845 euros a três iniciativas culturais que visam potenciar, durante o corrente ano, o conhecimento da Europa junto dos açorianos.

Concedidos por despachos do Secretário Regional da Presidência, hoje publicados em Jornal Oficial, estas verbas destinam-se também a apoiar manifestações artísticas e culturais que possam contribuir para criar novos públicos e elevar o nível geral de fruição dos mesmos.

Os Açores foram distinguidos com o galardão de “Região Europeia do Ano de 2010”, sendo intenção do Governo “preencher lacunas na oferta cultural, desportiva e científica da Região e dar a conhecer outras realidades culturais, com destaque para as regiões europeias, atlânticas e ultra-periféricas”.

À Azores Film Commission, uma associação sem fins lucrativos, sedeada em Angra do Heroísmo, o Executivo atribuiu um apoio de 13.000 euros para a execução de um ciclo de cinema europeu, que arranca dia 5 de Junho, na cidade da Horta.

No âmbito daquele ciclo, serão exibidos nos Açores durante o corrente ano algumas das obras cinematográficas de realizadores mais emblemáticos do cinema na Europa no pós-1957, ano da criação da então Comunidade Económica Europeia.

Por sua vez, a Associação Musical Vox Cordis foi contemplada com uma verba de 14.650 euros que se destina a apoiar a realização, no Continente português, em Agosto próximo, dos seus espectáculos “Sharing the Music”, “Musicais em Concerto” e “Em nós…o Fado”.

O Governo atribuiu também ao Instituto Açoriano de Cultura um apoio de 13.195 euros para edição do livro “A Europa no pensamento dos açorianos ao longo da História”, uma publicação a cargo do Prof. Onésimo Teotónio de Almeida, na qual será feita uma recensão das teses e pensamentos de alguns dos maiores vultos da cultura açoriana sobre a Europa do seu tempo.


GaCS/FG

domingo, 25 de abril de 2010

Graciosa tem cinco geosítios que farão parte integrante do futuro geoparque dos Açores


Um inédito parque geológico a nível mundial, envolvendo meia centena de geosítios espalhados por nove ilhas, está a ser criado nos Açores, onde a imensa variedade geológica começa há milhões de anos e vem até à actualidade.

«Os Açores são muito ricos ao nível do património geológico, que é incrível e inclui desde património com milhões de anos até ao que está a ser formado neste momento», afirmou Frederico Cardigos, director regional do Ambiente, em declarações à Lusa.

Para preservar e valorizar este vasto património está a ser preparada uma candidatura às redes europeia e mundial de geoparques que assenta no conceito de geosítios.

«Os geoparques desenvolvem-se em torno de um único elemento, mas nós entendemos que não deveríamos privilegiar uma ilha e que o Geoparque dos Açores deveria ser homogéneo em todo o arquipélago, pelo que criamos o conceito de geosítio», salientou.

Com base em critérios puramente científicos, foram inicialmente identificados mais de uma centena de locais com interesse geológico, posteriormente reduzidos aos 57 que vão integrar a candidatura dos Açores.

«Nove Ilhas - Um Geoparque»

O futuro Geoparque dos Açores terá 10 geosítios em S. Miguel, oito no Pico, sete na Terceira, seis nas Flores e seis no Faial.

A candidatura incluirá ainda cinco geosítios em S. Jorge, cinco na Graciosa, cinco em Santa Maria e três no Corvo, além de duas áreas marinhas.

Com o tema «Nove Ilhas - Um Geoparque», os Açores pretendem proporcionar uma viagem pelo património geológico do arquipélago, que possui uma paisagem marcada por rochas, relevos e estruturas originadas por erupções vulcânicas.

O futuro Geoparque dos Açores vai, por isso, aproveitar a rica geodiversidade vulcânica do arquipélago, apresentando um conjunto de locais, como caldeiras, campos lávicos ou cordilheiras vulcânicas, que reportam a memória geológica do planeta.

O Governo açoriano espera que o geoparque estimule a actividade económica e desenvolvimento sustentável das populações, através da promoção de uma imagem de excelência que possa atrair visitantes e fomentar o turismo de natureza, em particular o geoturismo.


Fonte: IOL

sábado, 24 de abril de 2010

25 de Abril comemorado na Graciosa este domingo com sardinhada

Uma pequena rapsódia das Canções do 25 de Abril. Adriano Correia de Oliveira - Trova do Vento que Passa; Padre Fanhais - Cantata Da Paz; Fernando Tordo - Tourada; José Mario Branco - O Charlatão; In Clave-Tonicha-Tordo - Portugal Ressuscitado; Sérgio Godinho - Que força é Essa; Luis Cilia - Assim Cantamos; Ermelinda Duarte - Somos Livres; Pedro Barroso - Agua mole em Pedra dura.


A Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa realiza neste domingo, dia 25 de Abril pelas 14h30, a habitual sardinhada no Parque de Merendas da Feteira.


O momento de convívio decorrerá pela tarde com distribuição de sardinhas e animação musical a cargo da Filarmónica Recreio dos Artistas.

À noite haverá ainda, a partir das 21h00, um concerto no Centro Cultural com o Grupo Música Nostra de S. Miguel.

CMSCG

Resultados do V Censo de Milhafres



A SPEA agradece a todos os que participaram no V Censo de Milhafres, realizado no último fim-de-semana nos Açores. Veja a reportagem efectuada nos Açores na RTP (a partir do minuto 18).

Aproveitamos ainda para solicitar a todos os participantes nesta verdadeira acção de “citizen science” o envio das fichas do censo, devidamente preenchidas, para o nosso e-mail (acores@spea.pt ou madeira@spea.pt) de forma a avaliarmos o sucesso das contagens, nomeadamente saber quantos milhafres foram avistados em cada ilha do arquipélago e quantos quilómetros foram percorridos pelos voluntários.


Esperamos agora contar consigo numa próxima actividade! Pode ainda consultar os resultados obtidos em anos anteriores em: www.spea.pt/censobuteo.



SPEA




Desporto na Graciosa para este fim de semana


Acompanhe a cobertura jornalística em vídeo desta e outras notícias actuais da nossa ilha e em directo na página "Graciosa Online" de Luís Costa. Para aceder ao site basta apenas clicar aqui neste banner do desporto.

Para mais notícias da Graciosa poderá ainda visitar o "Jornal Informativo da Rádio Graciosa", clicando aqui neste link.

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Dia Mundial do Livro



O dia Mundial do Livro e do Direito de Autor comemora-se a 23 de Abril, deliberado pela UNESCO, desde 1996.


Tradição oriunda da Catalunha, segundo a qual neste dia os cavaleiros ofereciam às suas damas uma rosa vermelha de S. Jorge e recebiam em troca um livro.

Também neste dia celebra-se o aniversário da morte de dois grandes nomes da literatura: Shakespeare e Cervantes.

A Biblioteca Municipal assinala este dia com várias visitas das escolas do concelho


CMSCG

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Governo critica proposta para generalizar apoios do FUNDOPESCA



O Subsecretário Regional das Pescas qualificou hoje como “insólita” e “demagógica” a proposta do PSD no sentido de “generalizar a toda a gente, sem quaisquer critérios, os apoios do FUNDOPESCA”.

Falando esta tarde na Assembleia Legislativa Regional, Marcelo Pamplona considerou “insólito” que uma iniciativa deste género parta de um partido que, tendo de sido poder durante cerca de 20 anos, “não introduziu na Região qualquer mecanismo de apoio social aos pescadores”.

“Até de 1996 não havia nos Açores nenhum instrumento legal que permitisse dar apoio aos pescadores por causa do mau tempo”, disse o governante, adiantando ainda que, naquele tempo, “só interessava o atum”.

Para Marcelo Pamplona, “querer agora generalizar aquele apoio a toda a gente, sem quaisquer critérios, não é mais do que pura demagogia”.

Segundo revelou o governante, o FUNDOPESCA, que entrou em vigor em 2002, já apoiou desde então os pescadores açorianos em mais de 4 milhões de euros, o equivalente a 10 ou 15 vezes o valor dos apoios que tinham sido dados até 1996.

O Subsecretário das Pescas adiantou ainda que, graças aos apoios disponibilizados pelo FUNDOPESCA, os pescadores açorianos tiveram nos últimos meses um rendimento semelhante ao verificado em idêntico período do ano passado.

Conforme explicou, aos 6,7 milhões de euros que os pescadores facturaram na venda do pescado em lota, há ainda a acrescentar, no período de Dezembro de 2009 a Março de 2010, cerca de 1,2 milhões de euros de apoios recebidos do FUNDOPESCA.


GaCS/FG

Secretário do Ambiente exorta as pessoas a pensarem na Terra como habitat da Humanidade



O Secretário Regional do Ambiente e do Mar afirmou esta quinta-feira, na Horta, que o Dia da Terra, cuja data se celebra hoje a nível planetário, é um bom pretexto para pensarmos na Terra com habitat da Humanidade.

Álamo Meneses fez esta declaração à margem do IX Encontro Regional de Educação Ambiental e Eco-Escolas, a cuja cerimónia de abertura presidiu, ao princípio da tarde, no auditório da Escola Secundária Manuel de Arriaga.

Além do mais, adiantou o governante, em 2010 comemora-se também o Ano Internacional da Biodiversidade, que “está especialmente voltado para as questões da manutenção do bom estado de conservação das outras espécies”.

Lembrou ainda que o planeta que habitamos “tem recursos limitados” e que começa a ser “muito pequeno para aquilo que é hoje a dimensão da população humana”, razão pela qual “há cada vez menos espaço” para que outros seres vivos o partilhem connosco.

Segundo defendeu Álamo Meneses, importa que esta constatação de que vivemos “num mundo muito pequeno” seja levada a todos os cidadãos e, de forma particular, às escolas, que considerou serem um “veículo privilegiado” de comunicação.

Um quarto da população açoriana está nas escolas, daí que, através delas, conseguimos também “chegar virtualmente a todas as famílias da Região”, argumentou.

Nesse contexto, acrescentou o governante, a educação ambiental assume um papel extremamente importante, sendo que actualmente já “temos cerca de 90% das escolas dos Açores empenhadas nesta tarefa e, nos próximos anos, queremos chegar à plenitude”.

Para Álamo Meneses, o objectivo é que “todas as escolas participem no processo” e que a educação ambiental “não seja mais uma das muitas educações que estão no sistema e que seja, de facto, um dos pilares da formação dos cidadãos”.

Numa iniciativa da AZORICA – Associação de Defesa do Ambiente, com o apoio do Governo Regional através da Secretaria Regional do Ambiente e do Mar, o IX Encontro Regional de Educação Ambiental e Eco-Escolas, que tem como tema central a “Preservação e Promoção do Espaço Natural”, decorre até sábado, na ilha do Faial, com a participação de 150 professores e técnicos de ambiente.


GaCS/FG

Esclarecimento da Secretaria Regional do Ambiente e do Mar




O pombo-torcaz-dos-Açores é endémico do arquipélago e teve origem nas primeiras entradas nas ilhas atlânticas pelas populações continentais europeias de pombo-torcaz. Curiosamente, foram estas mesmas invasões que estiveram na origem do pombo da Madeira e dos pombos turqueza e rabil no arquipélago das Canárias. A primeira referência à presença do pombo-torcaz nas ilhas açorianas data de 1591, na obra “Saudades da Terra” do Padre Gaspar Fructuoso, que nessa obra o refere como abundante na ilha de S. Miguel.

O Atlas das Aves nidificantes em Portugal afirma que o pombo-torcaz ocorre em todas as ilhas, frequentando formações vegetais de faia, matas de urze e cedro-do-mato e pinhais. A subespécie endémica pombo-torcaz dos Açores é mais abundante nos grupos Oriental e Central. As estimativas de densidade efectuadas, em Agosto de 2003, em sete das nove ilhas açorianas, apontam para 15 aves/Km2 na ilha Terceira, e uma média de 5 aves/Km2 nas restantes ilhas, estimando-se portanto em 15 mil aves em sete das nove ilhas da Região.

Parece clara a utilização das espécies agrícolas, como alternativas às dietas preferenciais para esta subespécie durante as estações de Outono e Inverno, nos períodos em que a disponibilidade de frutos e sementes naturais dos Açores é mais reduzida. Por esta razão, não surpreende que, ocasionalmente, existam conflitos como os que agora ocorreram na Ilha do Pico.

De acordo com a legislação nacional, o pombo-torcaz-dos-Açores é classificado como de interesse comunitário (consequência da Directiva Aves) e cuja conservação requer a designação de Zonas Especiais de Conservação e a subespécie presente nos Açores é mesmo considerada como prioritária o que implica a impossibilidade de, entre outras, capturar, abater, deter ou perturbar os espécimes respectivos, qualquer que seja o método utilizado, destruir os ninhos, os locais de repouso ou as áreas de reprodução. Apesar disso, há condições em que pode ser excepcionalmente permitida a limitação das populações desde que não exista alternativa satisfatória, não seja prejudicada a manutenção das populações da espécie em causa, na sua área de distribuição natural, e quando se vise, por exemplo, evitar graves prejuízos à agricultura ou para estudos científicos.

Dados os recentes eventos registados em algumas plantações na Ilha do Pico, a direcção regional do Ambiente irá, excepcionalmente, iniciar um processo de limitação da população de pombo-trocaz-dos-Açores nesta ilha. Para delimitar as áreas da acção, os agricultores que se sintam lesados deverão, com a brevidade possível, contactar os serviços operativos da SRAM e da Secretaria Regional de Agricultura e Florestas e iniciar um procedimento de inscrição. Através desta acção, esperam-se obter informações cruciais para a determinação do património genético desta ave e a verificação de alguns índices ecológicos.


GACS/SF/SRAM

A Bela e o Paparazzo no cinema da Graciosa esta Sexta-feira, 23 de Abril


Este filme português será exibido no Centro Cultural da Graciosa esta Sexta-feira, dia 23 de Abril, pelas 22h00.


País: Portugal

Género: Comédia, Romance

Duração: 107 min.

Classificação: M/12

Realização: António-Pedro Vasconcelos

Intérpretes: Soraia Chaves, Marco D'Almeida, Pedro Laginha, Nicolau Breyner, António-Pedro Vasconcelos


Sinopse: Mariana, uma jovem vedeta da nossa televisão, está muito perto de um colapso nervoso. As filmagens não estão a correr bem, a sua popularidade na novela está a descer mas todos os passos da sua vida privada continuam a ser matéria de capa das revistas "cor-de-rosa". E há uma culpada por esta total ausência de privacidade: Gabriela Santos, a mais temível paparazzo de Lisboa, a pessoa que sabe sempre onde ela está e que consegue as fotos mais comprometedoras. Gabriela Santos é o nome artístico de João, o paparazzo que é contratado para perseguir Mariana dia e noite, captando a sua vida diária e fazendo dela uma presença habitual nas capas das revistas sociais sem que a sua presença alguma vez seja detectada. Até ao dia em que se conhecem de forma fortuita. A partir desse momento, nasce uma relação amorosa na qual o fotógrafo terá que fazer todos os impossíveis para que Mariana não descubra a sua verdadeira identidade, ao mesmo tempo que tenta lidar com a excentricidade dos dois amigos com quem partilha o apartamento e com o facto de se ver agora como alvo das mesmas revistas para as quais trabalha.


CMSCG



quarta-feira, 21 de abril de 2010

Bancada do PS destaca evolução da Ilha Graciosa


O deputado do PS/Açores José Ávila destacou, esta quarta-feira, a evolução que o desenvolvimento da Graciosa registou nos últimos anos, materializado através de melhores ligações aéreas e marítimas, melhores cuidados de saúde e reforço da democracia.“Hoje, na Graciosa, vive-se muito melhor. Temos melhores acessibilidades, passagens aéreas mais baratas, melhor saúde, mais democracia. Este ano vamos beneficiar de mais ligações marítimas, ao abrigo do novo contrato de serviço público”, afirmou o parlamentar socialista, numa intervenção em plenário sobre a visita que o Governo efectuou, recentemente, à ilha.

Segundo José Ávila, é, também, reconhecido por todos que foi dado “um grande impulso à agricultura, criaram-se novas condições para a pesca singrar e, agora, aposta-se num novo sector, o turismo”.

Perante os deputados açorianos, José Ávila recordou, ainda, que a Ilha Graciosa, durante anos, “sofreu de uma atroz dupla insularidade devido à sua difícil situação geográfica e também à estratégia política de então”.

“Sair dessa situação não tem sido fácil, confesso, até porque durante muitos anos tivemos gente a puxar para trás, a denegrir, a atacar. Ocuparam-se tanto com estas minudências fora do contexto, que nem tiveram tempo para ajudar a construir o futuro da Graciosa e dos Graciosenses”, afirmou o deputado do PS/Açores.

Na sua intervenção de tribuna, José Ávila realçou, também, que, depois das eleições autárquicas de 2009, a nova Câmara Municipal, já despida da camisola partidária, começou já a “arregaçar as mangas e recuperar o tempo perdido, em prol de uma população pouco habituada a ver como normal a cooperação entre poderes públicos.”

“É nesse âmbito que houve, nesta visita do Governo dos Açores, “concertação no sentido de iniciar o processo de construção de um porto de recreio, estrutura muito importante para a dinamização do turismo naquela ilha”, disse José Ávila.

Na ocasião, o deputado socialista recordou, ainda, uma série de investimentos e projectos para a Graciosa, caso de um contrato ARAAL para a resolução de 30 casos de habitação degradada de um total de 61 casos sinalizados, o projecto de instalação da Estação de Infra-Sons do Sistema Internacional de Monitorização de Ensaios Nucleares, a assinatura do contrato para a construção do novo Centro de Saúde e o financiamento à Santa Casa da Misericórdia de Santa Cruz da Graciosa destinado à construção da Creche, Jardim de Infância e Centro de Actividades Ocupacionais, entre outros.

José Garcia na cidade da Horta


Fonte: Azores Digital

Governo transfere verbas para corporações de Bombeiros dos Açores





O Secretário Regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos autorizou, através das Portarias n.º 12, 13, 14 e 15/2010, a transferência de cerca de 290 mil euros para o Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros dos Açores.

Os montantes transferidos para as associações humanitárias desde Santa Maria ao Corvo, 17 no total, garantem o cumprimento “das competências e responsabilidades financeiras” da tutela referentes às corporações de bombeiros da Região, pode ler-se nas Portarias.

José Contente autorizou ainda a transferência, através da Portaria 15/2010, de três mil e quinhentos euros para a Delegação da Cruz Vermelha Portuguesa, em Angra do Heroísmo, na sequência de um protocolo celebrado entre o Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros dos Açores e a instituição.

A verba destina-se a regular a cooperação da Unidade de Socorro no sistema de Protecção Civil dos Açores, nomeadamente ao nível formação e informação.

GaCS/VS

Secretário da Saúde considera residuais os casos de desumanização por parte dos médicos



O Secretário Regional da Saúde assegurou hoje, na Horta que são residuais os casos de desumanização médica no Serviço Regional de Saúde.

Miguel Correia fez esta afirmação na Assembleia Legislativa Regional, na sequência da denúncia, por parte do deputado Artur Lima, do CDS/PP, de algumas situações de tratamento desumano nas unidades de saúde do arquipélago.

Na ocasião, o governante esclareceu que as situações descritas “são inaceitáveis” também para o Governo e pediu ao deputado que lhe fizesse chegar esses casos para que os mesmos “possam ser corrigidos”.

De qualquer forma, sublinhou Miguel Correia, a maioria dos médicos “não é assim, não é desumana e não faz parte de uma corrente desumana”.

O Secretário Regional da Saúde disse ainda que devemos “relativizar” essas situações, já que “não podemos generalizar e dizer que este comportamento de desumanidade se estende a toda a classe médica”.

“Acho que os doentes também sentem isso”, referiu Miguel Correia, adiantando que “não têm sido poucos os elogios que tenho recebido de doentes que terminam o seu internamento e elogiam a dedicação dos médicos”.

Quanto à rede de cuidados continuados e paliativos, o Secretário Regional da Saúde disse que essa rede, que constitui um objectivo do Governo, “está a ser consolidada” nos Açores.

“Temos agora um acordo com a Santa Casa da Misericórdia de Ponta Delgada para mais 15 camas de cuidados continuados, cinco das quais serão, por nossa proposta, de cuidados paliativos”, lembrou o governante.

Além do mais, concluiu o governante, nas ilhas onde não existe hospital temos internamentos, que na verdade são cuidados continuados, em todos os centros de saúde.


GaCS/FG

terça-feira, 20 de abril de 2010

Esta Quarta-feira a partir das 11h00 os graciosenses vão poder visitar uma exposição itinerante a bordo do navio Santorini



A Presidência do Governo Regional, através da Direcção Regional da Cultura, promove na Graciosa esta Quarta-feira dia 21, a bordo do navio Santorini, um ciclo de cinema e uma exposição.

O navio “Santorini” chega ao Porto da Praia da Graciosa esta Quarta-feira pelas 11h00 da manhã.

O ciclo de cinema intitulado “Dos livros para o Cinema” foi organizado pela Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada e apresentará 10 filmes comerciais, cujas obras cinematográficas resultaram da adaptação de livros à sétima arte, entre os quais “O Nome da Rosa”, “O Pianista”, “Código da Vinci”, “Henry Potter e a ordem da Fénix”.

Esta exposição está a percorrer todas as ilhas dos Açores e inclui “Escritas dos Açores, Escritas do Mundo” e é constituída por 12 painéis com textos de escritores açorianos, que incluem também poemas e excertos de obras, e foi concebida pelo escritor Daniel de Sá.

Para o Director Regional da Cultura, Jorge Paulus Bruno, “esta iniciativa terá continuidade e pretende facilitar o acesso do público à cultura e ao conhecimento, num ambiente diferente do habitual, pelo que estamos certos que despertará o interesse e curiosidade dos açorianos”.

Os interessados, nomeadamente os responsáveis por escolas, poderão obter mais informações através da Direcção Regional da Cultura pelo e-mail: drac.info@azores.gov.pt ou pelo telefone 205 403 000.GaCS/DRaC



GaCS

Nuvem de cinzas vulcânicas vai passar à Graciosa na madrugada desta Quarta-feira



Carlos Ramalho, do Instituto de Meteorologia, afirmou à Antena 1/ Açores que, na madrugada de amanhã, Quarta-Feira, a manga de cinzas, proveniente do vulcão da Inslândia, passará a Norte das Ilhas Terceira e Graciosa.

Por sua vez, Teresa Ferreira, do SIVISA, explicou que a referida nuvem, em aproximação ao arquipélago açoriano, já atravessou toda a Europa, pelo que está mais diluída, embora possa ainda constituir perigo para a aviação.

Fonte da Notícia: Antena 1 /Açores

30º aniversário Graciosa Community Centre of Toronto




O presidente da autarquia graciosense, Manuel Avelar deslocou-se a Toronto onde participou nas comemorações do 30º Aniversário Graciosa Community Centre of Toronto.



O edil durante a sua estada no Canadá conviveu com a comunidade graciosense radicada em Toronto, levando um pouco da Graciosa áqueles que se encontram longe da Ilha.






CMSCG

sábado, 17 de abril de 2010

Desporto na Graciosa para este fim de semana


Acompanhe a cobertura jornalística em vídeo desta e outras notícias actuais da nossa ilha e em directo na página "Graciosa Online" de Luís Costa. Para aceder ao site basta apenas clicar aqui neste banner do desporto.

Para mais notícias da Graciosa poderá ainda visitar o "Jornal Informativo da Rádio Graciosa", clicando aqui neste link.

sexta-feira, 16 de abril de 2010

A SPEA, Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves, procura voluntários para a contagem dos milhafres na Graciosa


A SPEA, Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves, vem por este meio convidar todos os interessados a participarem neste fim-de-semana na contagem dos milhafres da Ilha Graciosa. Saiba como em:

Torne o seu passeio de fim-de-semana num contributo para o estudo das aves emblematicas, ao participar na contagem dos milhafres da sua ilha.

O que deve fazer

1. Contacte-nos para sabermos a rota que vai fazer
2. Identifique num mapa o percurso que irá percorrer.
3. Imprima a ficha de registo e preencha a ficha de rigisto durante a contagem.
4. Envie a sua ficha preenchida.

O V Censo de Milhafres é já neste fim de semana e contamos com a vossa colaboração para conseguir monitorizar todas as ilhas.

Para mais informações consulte o nosso site:
www.spea.pt/censobuteo

Cumprimentos,

Azucena de la Cruz Martín
Coordenadora do Centro Ambiental do Priolo
Priolo's interpretation Center coordinator


Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves
Portuguese Society for the Study of Birds
SPEA Açores Azores Tel. +351 296 488 455 Apartado 14 Fax. +351 296 488 455 9630 Nordeste E-mail acores@spea.pt

Marionetas/fantoches, dias 18 e 19 de Abril no Centro Cultural


O Grupo de Teatro Jodicus de Beja leva à cena um teatro de Marionetas/fantoches intitulado "É um regalo na vida à beira da água morar", nos dias 18 de Abril às 17h e dia 19 de Abril às 10h, no Centro Cultural da Graciosa.


CMSCG

Apresentação Pública do Projecto da Praça





A Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa informa toda a população que na próxima 2ª feira dia 19 de Abril, pelas 20h30, vai ter lugar nos Paços do Concelho a apresentação e discussão pública do projecto da Praça Fontes Pereira de Melo e zonas envolventes.


Convida-se toda a população a estar presente e a participar para em conjunto se poder encontrar a melhor solução para o embelezamento da Praça.


Contamos com os graciosenses.

CMSCG

Pesca com armadilhas tem novas regras




Governo dos Açores decidiu limitar o exercício da pesca com armadilhas na zona até às 6 milhas da costa às embarcações de pesca registadas ou com armamento num porto da ilha em causa.


A medida consta de uma Portaria do Subsecretário Regional das Pescas, hoje publicada em Jornal Oficial, e é justificada com a necessidade de “melhor garantir um equilíbrio sustentável das actividades da pesca”.


Com esta alteração à regulamentação da pesca com armadilhas na subárea dos Açores da ZEE Nacional para as embarcações registadas nos portos da Região, que datava já de Abril de 2004, o Governo pretende também “ordenar a actividade de pesca com estas artes de forma a reforçar as zonas de protecção à pesca artesanal local”.


Todavia, em casos bem fundamentados, o membro do Governo Regional responsável pelas pescas poderá autorizar temporariamente qualquer embarcação de pesca a exercer a actividade de pesca com armadilhas em zonas entre a costa e as 6 milhas da costa de ilha diferente da do seu porto de registo ou de armamento.


Nos termos desta Portaria, a concessão dessas autorizações temporárias será sempre precedida de audição da associação representativa da frota de pesca da ilha em causa, bem como do Departamento de Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores.


Essa autorização poderá ser concedida desde que a embarcação em causa tenha a bordo equipamento de monitorização contínua, vulgarmente conhecido por MONICAP ou caixa azul, ou que, não o tendo, tal situação não resulte de causas imputáveis ao armador ou mestre ou à falta de condições da própria embarcação.


GaCS/FG

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Câmara Municipal da Graciosa realiza a tradicional sardinhada do 25 de Abril



A Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa vai realizar, no dia 25 de Abril pelas 14h30, a habitual sardinhada no Parque de Merendas da Feteira.


O momento de convívio decorrerá pela tarde com distribuição de sardinhas e animação musical a cargo da Filarmónica Recreio dos Artistas.

À noite haverá ainda, a partir das 21h00, um concerto no Centro Cultural com o Grupo Música Nostra de S. Miguel.

CMSCG

Santorini com exposição a bordo chega à Graciosa no dia 21 de Abril



A Presidência do Governo Regional, através da Direcção Regional da Cultura, promoverá de 17 a 24 de Abril de 2010 um ciclo de cinema e uma exposição que viajarão pelos mares dos Açores percorrendo 8 ilhas do arquipélago a bordo do navio “Santorini”, da AtlânticoLine.

O ciclo de cinema intitulado “Dos livros para o Cinema” foi organizado pela Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada e apresentará 10 filmes comerciais, cujas obras cinematográficas resultaram da adaptação de livros à sétima arte, entre os quais “O Nome da Rosa”, “O Pianista”, “Código da Vinci”, “Henry Potter e a ordem da Fénix”.

A exposição “Escritas dos Açores, Escritas do Mundo” é constituída por 12 painéis com textos de escritores açorianos, que incluem poemas e excertos de obras, e foi concebida pelo escritor Daniel de Sá.

Para o Director Regional da Cultura, Jorge Paulus Bruno, “esta iniciativa terá continuidade e pretende facilitar o acesso do público à cultura e ao conhecimento, num ambiente diferente do habitual, pelo que estamos certos que despertará o interesse e curiosidade dos açorianos”.

O navio “Santorini” efectuará uma viagem, entre os dias 17 e 24 de Abril, pelas seguintes ilhas, com permanência de um dia em cada uma delas, podendo ser visitado pelo público em geral: S. Jorge (17 de Abril - chegada às Velas às 8h00); Pico (18 de Abril – chegada a S. Roque às 9h00); Flores (19 de Abril – chegada às Lajes às 8h00); Faial (20 de Abril – chegada à Horta às 8h00); Graciosa (21 de Abril – chegada à Praia às11h00); Terceira (22 de Abril – chegada a Angra às11h30); Santa Maria (23 de Abril – chegada a Vila do Porto às 8h00) e S. Miguel (23 de Abril – chegada a Ponta Delgada às 23h30, onde permanecerá durante todo o dia 24 de Abril).

Os interessados, nomeadamente os responsáveis por escolas, poderão obter mais informações através da Direcção Regional da Cultura pelo e-mail:
drac.info@azores.gov.pt ou pelo telefone 205 403 000.


GaCS/DRaC

Subida do petróleo nos mercados internacionais leva a ajustamento do preço dos combustíveis



A subida constante do preço do petróleo nos mercados internacionais vai originar uma actualização dos preços máximos de venda ao público praticados nos Açores para as gasolinas e para os gasóleos rodoviário, agrícola e pescas a partir das 00h00 desta sexta-feira.

Os aumentos serão de um cêntimo por litro para as gasolinas e de dois cêntimos por litro para os gasóleos rodoviário, agrícola e pescas. O gás e o fuel indústria mantêm os preços máximos sem qualquer alteração.

De salientar, no entanto, que os combustíveis continuam a ser vendidos na Região a um preço significativamente inferior ao registado no mercado nacional, com diferenças que variam entre menos 14,8 por cento no caso do gasóleo rodoviário e menos 49,2 por cento de diferença no que diz respeito ao fuel indústria. No caso das gasolinas 95 e 98, essas diferenças situam-se em menos 16,6 por cento e em menos 16,2 por cento para os preços praticados nos Açores.

No caso dos gasóleos agrícola e pescas essa diferença é ainda mais significativa com os preços praticados na Região a situarem-se 27,5 por cento e 28,6 por cento abaixo dos preços praticados no território continental.

Assim, as gasolinas de 95 e 98 octanas, passam a ser comercializadas nos Açores a €1,23 e €1,29 por litro respectivamente, enquanto que no continente são comercializadas a €1,43 e €1,49 por litro.

O gasóleo rodoviário será comercializado nos Açores a um preço máximo de €1,04 por litro, ou seja, menos 14,8 por cento em relação ao continente, onde o seu preço por litro se encontra fixado em €1,19.

Para o gasóleo agrícola o preço máximo por litro é agora fixado nos Açores em 64 cêntimos por litro. No continente o preço praticado para este combustível é de 81 cêntimos por litro.

No caso do gasóleo pescas, o preço máximo por litro fixado na Região é de 50 cêntimos por litro, enquanto que no continente esse valor é de 64 cêntimos por litro.

O gás de consumo doméstico mantém o seu preço máximo fixado em €1,05 por quilo, o que equivale a uma diferença de 39,6 por cento em relação ao preço praticado no continente, que é de €1,46 por quilo.

Já no caso do fuel indústria, a diferença de preços entre o continente e os Açores é ainda mais significativa: na Região este combustível é vendido a um preço máximo de €0,380 por quilo enquanto que no continente o seu preço por quilo é de €0,562.




GaCS/NM

O filme "Nas nuvens" no cinema da Graciosa para esta Sexta-feira


O filme "Nas Nuvens" será exibido esta Sexta-feira, dia 16 de Abril, no Centro Cultural de Santa Cruz da Graciosa pelas 22H00


Descrição


País: EUA

Género: Comédia, Drama

Duração: 109 min.

Classificação: M/12

Realização: Jason Reitman

Intérpretes: George Clooney, Vera Farmiga, Anna Kendrick, Jason Bateman


Sinopse: Ryan Bingham (George Clooney), um perito em downsizing corporativo, é protótipo máximo do moderno viajante. Ryan habituou-se a um estilo de vida livre por entre aeroportos, hotéis e carros de aluguer. Consegue levar tudo o que necessita no seu pequeno trolley; é membro VIP de todos os programas de fidelização que existem; e está prestes a atingir o seu objectivo de vida: 10 milhões de milhas, como cliente regular - e porém... Ryan não tem na vida a que se possa agarrar. Quando se apaixona por uma companheira de viagem (Vera Farmiga), o seu patrão (Jason Bateman), inspirado por uma ambiciosa jovem perita em eficiência (Anna Kendrick), ameaça limitá-lo ao escritório, longe das constantes viagens. Deparando-se com a perspectiva, simultaneamente aterradora e excitante de ter de deixar de voar, Ryan começa a vislumbrar o verdadeiro significado de ter um lar.


CMSCG



quarta-feira, 14 de abril de 2010

Express Santorini vem à Graciosa neste mês de Abril com uma exposição itinerante dos Centros de ciência dos Açores



Os Centros de Ciência dos Açores vão percorrer as ilhas do arquipélago a bordo do Express Santorini, até ao final do mês de Abril.

A exposição itinerante, uma iniciativa conjunta da Secretaria Regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos e da Atlanticoline, irá demonstrar o trabalho científico que tem vindo a ser desenvolvido em cada um dos seis Centros de Ciência dos Açores.

Além dos painéis temáticos, vai ser exibido o filme alusivo a cada um dos Observatórios – o OASA, Observatório Astronómico de Santana, o Expolab, o OVGA, Observatório Vulcanológico e Geotérmico dos Açores, o OMA, Observatório do Mar, o OAA; Observatório do Ambiente, e o OMIC, Observatório Microbiano das Furnas.

A mostra inclui ainda módulos interactivos que habitualmente despertam a curiosidade de crianças e adultos, pois associam a ciência à diversão. A iniciativa lúdico-pedagógica pretende estimular o gosto pela investigação científica através de jogos didácticos.

Numa das áreas sociais do barco os visitantes podem ver parte da exposição patente no Expolab ““Evolução: resposta a um planeta em mudança”.

A partir de sexta-feira a Secretaria Regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos convida os açorianos a embarcarem na aventura da ciência viva e divertida, a bordo do Santorini, nas diferentes ilhas dos Açores.


GaCS/VS

Governo Regional investe em novos recursos interactivos para os alunos do Ensino Básico




A Secretaria Regional de Educação e Formação adquiriu uma plataforma digital de ensino assistido, intitulada Recursos Interactivos para a Educação nos Açores – RIED Açores, com conteúdos que visam melhorar os resultados escolares de alunos do1º e 2º Ciclos do Ensino Básico.

Esta plataforma foi concebida pela Universidade de Aveiro e visa contribuir para a melhoria da qualidade do processo de ensino e aprendizagem. Esta iniciativa é mais uma medida que vem ao encontro da aposta da tutela no1º e 2º Ciclos do Ensino Básico.

Os conteúdos programáticos disponibilizados abrangem no 1º Ciclo do Ensino Básico as disciplinas de Português, Matemática e Estudo do Meio e no 2º Ciclo Português, Matemática, História e Ciências Naturais.

As unidades orgânicas que vão participar neste projecto piloto integram escolas que obtiveram nas Provas de Avaliação Sumativa Externa resultados abaixo da média, nos diferentes graus de ensino e disciplinas nos últimos três anos.

Os conteúdos digitais da plataforma permitem a partilha de recursos e a criação de provas de avaliação e diagnóstico comuns aos vários utilizadores deste recurso interactivo criado para a Educação nos Açores.

Além disso a plataforma permite, entre outras funcionalidades, obter indicadores de utilização, pesquisa de utilizadores, produção de inquéritos e fichas de avaliação.

A colaboração com a Universidade de Aveiro compreende, ainda, formação específica para professores que vão ter de utilizar a nova plataforma e conteúdos.

A Secretária Regional da Educação e Formação assiste, sexta-feira, pelas 11 horas, na Escola Básica dos Biscoitos, na Terceira, ao encerramento da primeira sessão de formação, frequentada por cerca de 20 docentes.

Até Maio a mesma formação vai decorrer nas ilhas do Faial (19 a 21 de Abril) e de São Miguel (11 a 13 de Maio).


GaCS/RM

terça-feira, 13 de abril de 2010

Jovens que apresentaram “Ilhéus da Restinga” da Escola Básica da Graciosa são apurados finalistas no concurso de multimédia dos Açores



O Governo dos Açores anunciou os finalistas do concurso de trabalhos multimédia “Açores, onde a Europa chega mais longe”, iniciativa integrada no programa da Região Europeia do Ano 2010, destinada a estudantes do ensino do secundário da Região.

Inscreveram-se 26 equipas e foram entregues 18 trabalhos, que foram apreciados e avaliados pelo júri, composto pelo jornalista Rui Goulart e pelo repórter de imagem Alexandre Jesus, da RTP-Açores, bem como por elementos dos Gabinetes do Secretário Regional da Presidência e do Subsecretário Regional dos Assuntos Europeus e Cooperação Externa.

Foram apuradas as seguintes equipas finalistas: - Os “Eurocorvos” da Escola Básica Integrada Mouzinho da Silveira, os “Bordões” da Escola Básica e Secundária das Flores, os “AMT” da Escola Secundária Manuel de Arriaga, os “Vulcões” Escola Básica e Secundária de São Roque do Pico, os “Ilhéus da Restinga” da Escola Básica e Secundária da Graciosa, os “FPS EuroTeam” da Escola Básica e Secundária da Calheta de São Jorge, “As Ultraperiféricas” da Escola Básica e Secundária do Nordeste e “As Cagarras” da Escola Básica e Secundária de Santa Maria.

As equipas finalistas, formadas por 3 alunos, participarão, agora, no próximo dia 6 de Maio, na Escola Básica e Secundária das Flores, nas comemorações do Dia da Europa, onde serão anunciados e premiados os melhores trabalhos multimédia.

Os elementos das equipas finalistas disputarão, ainda, o concurso “Europa Quiz”, cujos vencedores receberão como prémio uma viagem a Bruxelas, incluindo visitas às instituições da União Europeia e aos locais mais emblemáticos do centro de decisão política da Europa, sendo atribuídos, também, prémios para os segundos e terceiros classificados, bem como brindes a todos os participantes na final.

Com mais esta iniciativa, promovida pelo Gabinete do Subsecretário Regional dos Assuntos Europeus e Cooperação Externa, integrada no Programa da Região Europeia do Ano 2010, o Governo dos Açores pretende contribuir para uma maior divulgação de temáticas relativas à União Europeia, em particular junto dos estudantes da Região, bem como estimular a criatividade nos alunos e a utilização de novos meios audiovisuais e de comunicação.

Os resultados finais e outras informações podem ser consultadas na página do Gabinete do Subsecretário Regional dos Assuntos Europeus e Cooperação Externa, no portal do Governo dos Açores,
http://www.azores.gov.pt/.


GaCS/LFC

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Governo investe mais 286 mil euros em habitação



A Secretaria Regional do Trabalho e Solidariedade Social, através da Direcção Regional de Habitação, atribuiu mais um pacote de apoios à habitação, num investimento superior a 286 mil euros.

O novo pacote de investimentos abrangeu 13 agregados familiares oriundos das ilhas S. Miguel, Pico, Graciosa e Terceira.

No âmbito do programa de apoio à recuperação de habitação degradada, o Governo investiu mais de 198 mil euros, tendo sido, ainda, concedido um montante superior a 88 mil euros através do programa de apoio à construção e aquisição de habitação.

Com estes apoios, o Governo dos Açores visa proporcionar às famílias abrangidas melhores condições de segurança e de habitabilidade.


GaCS/SM

Graciosa representada por 4 alunos nos jogos Mega Sprinter e Mega Salto





Um total de 80 alunos açorianos vão disputar, terça e quarta-feira, a Fase Regional do MegaSprinter/ MegaSalto Escolar, uma prova desportiva que vai decorrer no Complexo Desportivo Tomás de Borba, na ilha Terceira.

Estarão representados os alunos apurados nas respectivas fases de ilha em representação de diferentes escolas do arquipélago, com excepção da ilha do Pico.

A Terceira estará representada por 54 alunos, S. Miguel por 11, São Jorge por cinco, Graciosa por quatro, seguindo-se Santa Maria e o Corvo com dois alunos e as Flores e o Faial com apenas um.

O Projecto MegaSprinter/MegaSalto visa entre outros objectivos, a detecção de jovens com capacidade ao nível da velocidade, já que esta é uma capacidade motora condicional transversal à grande maioria das modalidades desportivas.

As provas consistem numa corrida na distância de 40 metros e num salto em comprimento.
Na terça-feira, das 14h30 até às 16h30, será realizado um estágio de aperfeiçoamento técnico, com a participação de todos os participantes, orientado pelos técnicos da Associação de Atletismo da Ilha Terceira, Hugo Bernardo e Ricardo Matias.

As provas propriamente ditas serão disputadas na quarta-feira.

Esta organização da Direcção Regional do Desporto e do Serviço de Desporto da Terceira, conta com o apoio da Associação de Atletismo da Terceira, da Escola Básica e Secundária Tomás de Borba, da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo, da Câmara Municipal da Praia da Vitória, dos alunos do Curso Tecnológico de Desporto da Escola Secundária Vitorino Nemésio, da Delegação da Cruz Vermelha em Angra do Heroísmo e o patrocínio das seguintes empresas; Hipermercado Modelo de Angra do Heroísmo, Escritório Digital, Gertal, Unicol/Pronicol, Luís Vicente, SA

Os participantes com a melhor marca por escalão/sexo, na corrida e/ou no salto, deste que ultrapassem os mínimos exigidos, serão apurados para representarem os Açores na Fase Nacional do MegaSprinter / MegaSalto.


GaCS/RM

Alteração de trânsito


A Câmara Municipal deliberou alterar o sentido de trânsito da Estrada da Pesqueira, no troço compreendido entre o Pavilhão Desportivo Municipal e o Hotel Graciosa, que ficará apenas com um sentido (direcção Pavilhão/Hotel).


CMSCG

Governo defende equilíbrio nas mais-valias geradas na fileira do leite



O Secretário Regional da Agricultura e Florestas defendeu domingo à noite, na Vila Nova, Praia da Vitória, um equilíbrio entre os diversos agentes nas mais-valias geradas na fileira do Leite.

Noé Rodrigues, que falava na sessão de encerramento das III Jornadas Agrícolas da Praia da Vitória, precisou que esse equilíbrio deve acontecer com os rendimentos dos produtores, da transformação e da distribuição.

“Aos produtores pede-se que produzam com qualidade e maior eficiência, aos transformadores pede-se que façam chegar ao mercado produtos diversificados, com maior valor acrescentado, e à distribuição pede-se que pratique preços justos, ou seja, aqueles que o mercado e o consumidor estão dispostos a pagar”, enunciou o governante.

Esse entendimento permitirá que “haja uma distribuição harmoniosa do rendimento do sector, o que é determinante para a sustentabilidade de todas as actividades ligadas à fileira”, acrescentou Noé Rodrigues,

Esta simbiose não está a acontecer, como mostram dados de do Comité Económico e Social da Comunidade Europeia indicando que quando o preço do leite subiu em 2007 houve um correspondente aumento do preço ao consumidor, “mas quando, em 2008 e 2009, o preço da matéria-prima baixou e representou descidas do preço de produtos lácteos lançados no mercado, em alguns casos com percentagens na casa dos dois dígitos, houve uma diminuição de apenas 2% no preço ao consumidor”, exemplificou o Secretário Regional.

Noé Rodrigues disse, por outro lado, que a incerteza que alguns produtores dizem sentir perante o desmantelamento das quotas leiteiras é a mesma que aconteceu aquando da implantação desse método de controlo da produção europeia de leite. Defendeu que o fundamental é as explorações continuarem o caminho da modernização, criando condições para serem cada vez mais produtivas e competitivas, aumentando, assim, o rendimento.

“Temos condições naturais para produzir leite com qualidade e com rentabilidade”, sublinhou, acrescentando que a produção animal continua a ser a área com melhores condições de sustentabilidade e quantidade, apesar de a diversificação agrícola estar a revelar-se um sucesso, “mas sempre limitado porque raramente se pode produzir hortícolas, frutícolas, vinícolas e florícolas acima dos 200 metros de altitude”.

As jornadas decorreram sexta-feira, sábado e domingo, com diversos painéis técnicos, organizacionais e de política agrícola.



GaCS/FA

sábado, 10 de abril de 2010

Governo Regional vai fortalecer os direitos dos utentes do sector da Saúde



O Secretário Regional da Saúde salientou, esta manhã, em Ponta Delgada, o grande objectivo do Governo Regional dos Açores em concretizar uma reforma no sector da Saúde, na Região, sustentada no fortalecimento dos direitos dos respectivos utentes.

Miguel Correia, que falava na sessão de abertura da 10.ª Reunião Anual da Primavera da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia, precisou, a respeito, que, medidas como a criação Provedor do Utente, a criação da Inspecção Regional de Saúde, o novo enquadramento jurídico das farmácias e das unidades privadas e a implementação dos Tempos Máximos de Resposta, constituem os eixos fundamentais da reforma que o Governo pretende executar.

Aos participantes no importante encontro da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia, o Secretário Regional destacou algumas das medidas e acções que estão em curso, no sector da Saúde, na Região Autónoma dos Açores, nomeadamente, a entrada em execução do Plano Regional de Saúde 2009-2012, que integra onze programas específicos de saúde pública. Miguel Correia referiu a intenção de se melhorar a prevenção, o diagnóstico e o tratamento das doenças cardiovasculares, das doenças oncológicas, das doenças respiratórias, da diabetes e das doenças mentais.

A apresentação do Plano Regional de Saúde Escolar e Saúde Infanto-juvenil, que prevê o acompanhamento das crianças e jovens até aos 18 anos, foi, igualmente, realçada pelo Secretário Regional da Saúde, como uma iniciativa prioritária, que vai promover uma avaliação periódica dos parâmetros de saúde das crianças e jovens nos Açores.

No domínio das infra-estruturas, Miguel Correia salientou a construção, em curso, do novo hospital da ilha Terceira e referiu que, em breve, será assinado o contrato de parceria para a construção do Centro de Radioterapia dos Açores. O concurso para a construção no bloco C do Hospital da Horta será lançado, proximamente, e, também, avançam as obras do novo Centro de Santa Cruz da Graciosa, estando em elaboração os projectos para a construção de novos centros de saúde em Ponta Delgada e Madalena do Pico.

Na reunião de Ponta Delgada participam várias dezenas de especialistas que vão discutir temáticas relacionadas com as doenças alérgicas. A este propósito, o Secretário Regional da Saúde sublinhou a importância do encontro tanto para o enriquecimento da prática clínica, como para o aumento do conhecimento das inovações tecnológicas que vão surgindo. Miguel Correia considerou que as doenças imuno-alérgicas têm um impacto social significativo, tornando-se, normalmente, doenças crónicas que condicionam a vida das pessoas, resultando daí consequências indirectas no rendimento escolar e do trabalho, afectando-se, com isso, o funcionamento da sociedade. Por isso, concluiu o governante, tudo deve ser feito para se aumentar a qualidade de vida das pessoas tornando a sociedade mais produtiva.



GaCS/JMB

Desporto na Graciosa para este fim de semana


Acompanhe a cobertura jornalística em vídeo desta e outras notícias actuais da nossa ilha e em directo na página "Graciosa Online" de Luís Costa. Para aceder ao site basta apenas clicar aqui neste banner do desporto.

Para mais notícias da Graciosa poderá ainda visitar o "Jornal Informativo da Rádio Graciosa", clicando aqui neste link.

sexta-feira, 9 de abril de 2010

OTLJ com novos sub-programas



O Programa de Ocupação de Tempos Livres dos Jovens, OTLJ, apresentado hoje em conferência de imprensa em Ponta Delgada, apresenta duas novidades: o sub-programa Férias com Cultura e o sub-programa Jovens Activos.

Promovido pela Governo dos Açores, através da Direcção Regional da Juventude, o OTLJ tem por objectivo proporcionar aos jovens uma forma inovadora de ocupar os seus tempos livres, contribuindo para a sua educação não formal, pela aquisição de novos saberes, normas e valores inerentes a uma cidadania responsável, bem como o acumular de experiências sociais e profissionais decisivas para a formação de cidadãos habilitados e responsáveis.

O Programa OTLJ, este ano, desenvolve-se por sete sub-programas: Ocupação em Férias; Férias com Cultura; Ambiente; Ciência em Férias; Jovens Estudantes; Jovens Solidários; e Jovens Activos.

“Resultado de uma avaliação continuada”, como referiu o Director Regional da Juventude “o Programa que se apresenta contém duas novidades, nomeadamente, os sub-programas Férias com Cultura e Jovens Activos”, os quais constituem uma nova resposta, cada vez mais consentânea com as expectativas dos jovens.

O sub-programa Férias com Cultura tem como objectivo estimular o interesse dos jovens por actividades de carácter cultural e compreende actividades nas seguintes áreas: recuperação das tradições populares; protecção do património cultural; promoção de actividades de investigação, animação e divulgação do património histórico e cultural; museologia e conservação; arqueologia e arqueologia submarina.

No que respeita ao Jovens Activos, Bruno Pacheco salientou que “ este sub-programa vem no seguimento de um projecto-piloto que foi implementado em 2007, denominado Projectos de Integração, e visa contribuir para o fortalecimento do respeito pela diferença e possibilitar, aos jovens com menos oportunidades, experiências de aprendizagem não formal, através do contacto com diversas áreas de actividade profissional”.

A reformulação do OTLJ também pretende prepará-lo para que, num futuro próximo, seja possível, a partir dos projectos desenvolvidos pelos jovens, certificar as competências adquiridas em contexto não formal.

Também para dar nova resposta às expectativas dos jovens, o sub-programa Jovens Estudantes decorrerá entre a primeira semana de Novembro e a última semana de Maio, ao contrário dos anos anteriores cujo terminus era a última semana do mês de Março, em projectos com a duração mínima de um mês e máxima de cinco meses.

Tendo em conta que Programa do Governo Regional prevê a evolução e reforço do programa OTLJ, este será enquadrado nas estratégias e planos regionais e europeus relacionados com as políticas de juventude, os quais estabelecem como prioridade de acção a valorização da aprendizagem não formal e o papel complementar na formação cívica das actividades educativas não formais, enquanto parte integrante da aprendizagem ao longo da vida.

O Director Regional da Juventude apelou ainda a “todas as entidades com projectos no âmbito do programa para que cumpram os prazos estipulados no regulamento, sobretudo no que respeita aos mapas de assiduidade dos jovens participantes”.

Inscrições podem ser feitas online clicando aqui neste link: http://www.otl.drj.azores.gov.pt/

GaCS/DRJ

Mostra itinerante “Craig Mello, Prémio Nobel da Medicina 2006” na Graciosa



A mostra itinerante “Craig Mello, Prémio Nobel da Medicina 2006” vai estar patente na Biblioteca Municipal de Santa Cruz da Graciosa de 12 de Abril a 5 de Maio.

A exposição surge na sequência da visita aos Açores, em Julho de 2009, de Craig Mello a convite da Presidência do Governo Regional e tem como principal objectivo dar a conhecer a todos os açorianos aspectos da vida e da obra do laureado bem como sensibilizar e motivar o interesse dos jovens açorianos pelo conhecimento científico.

Após a sua apresentação no Museu Municipal da Ribeira Grande, concelho de origem dos familiares ascendentes de Craig Mello, e no Museu dos Baleeiros, nas Lajes do Pico, esta mostra estará presente agora em Santa Cruz da Graciosa e ainda no primeiro semestre do corrente ano, em Angra do Heroísmo, percorrendo as restantes ilhas dos Açores no decurso do segundo semestre e no próximo ano.

A inauguração na Biblioteca Pública de Santa Cruz da Graciosa terá lugar pelas 10:30 horas e contará com a presença de alunos, do curso de ciência e tecnologia, da Escola Básica e Secundária da Graciosa. Na ocasião será proferida uma conferência por Luísa Mota Vieira, investigadora principal na área da genética do Hospital do Divino Espírito Santo de Ponta Delgada, sobre o laureado e a investigação que conduziu à atribuição do Prémio Nobel da Medicina e Fisiologia em 2006.

Esta é uma iniciativa da Presidência do Governo, através da Coordenação dos Palácios e da Direcção Regional da Cultura, com a colaboração das Direcções Regionais da Ciência, Tecnologia e Comunicações, dos Equipamentos e dos Transportes Terrestres e da Educação, que, em conjunto, procuram mobilizar jovens e os açorianos para participarem e se integrarem no estímulo e no espírito que representa esta mostra.

A mostra consiste num “kit expositivo” constituído por um conjunto de módulos expositores onde está patente, entre outros, a medalha e o diploma do Prémio Nobel, bem como o livro com a genealogia do laureado, editado pela Presidência do Governo Regional dos Açores, através da Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada. É ainda possível visionar a conferência proferida por Craig Mello durante a sua estada na ilha de São Miguel e aceder, através de terminais interactivos, a páginas da Internet relacionadas com a sua vida e trabalhos científicos.



GaCS/FA/DRaC