quarta-feira, 31 de março de 2010

Duração máxima das touradas à corda reduzida em 30 minutos



A duração máxima das touradas à corda nos Açores é reduzida, a partir de quinta-feira, em 30 minutos para “atender às preocupações do bem-estar animal”.

Nos termos de um Decreto Legislativo Regional, hoje publicado em Jornal Oficial, as touradas à corda no arquipélago devem ter uma duração máxima de três horas e a lide de cada touro um mínimo de 15 minutos e um máximo de 30 minutos.

Estas novas regras enquadram-se na primeira alteração ao diploma que estabelece o regime jurídico de actividades sujeitas a licenciamento das Câmaras Municipais na Região Autónoma dos Açores, aprovada em Fevereiro último pela Assembleia Legislativa

A partir de agora, passa também a ser possível realizar touradas não tradicionais em qualquer dia da semana, tendo em vista evitar a acumulação de diversos espectáculos taurinos ao fim-de-semana.

O diploma agora publicado impõe todavia que em cada freguesia e freguesias contíguas, dentro do mesmo concelho, só possa ser autorizada a realização de uma manifestação taurina no mesmo dia.

Nos Açores, existem actualmente classificadas como tal 158 touradas tradicionais, distribuídas pelas ilhas Terceira (115), Graciosa (25) e S. Jorge (18).


GaCS/FG

Esclarecimento da Secretaria Regional da Economia



Em relação a uma notícia divulgada hoje pela Antena 1 Açores, relacionada com o aumento do preço máximo de venda ao público das gasolinas 95 e 98 e dos gasóleos rodoviário e pescas, e porque na mesma são feitos alguns comentários que não correspondem à verdade, vem a Secretaria Regional da Economia esclarecer o seguinte:

1 – É falso que os preços máximos praticados na Região Autónoma dos Açores para a gasolina 95 e 98 e para os gasóleos rodoviário e agrícola estejam cada vez mais próximos dos preços praticados no continente;

2 – O regime de fixação do preço dos combustíveis nos Açores é diferente do utilizado no continente, motivo pelo qual os preços praticados numa determinada data nos Açores reflectem momentos diferentes no que diz respeito ao valor do barril de petróleo no mercado internacional.

3 – O período de maior proximidade entre os preços praticados nos Açores e no Continente para os diferentes combustíveis ocorreu no último trimestre de 2008, após alguns meses em que o preço do barril de petróleo no mercado internacional bateu sucessivos máximos históricos;

4 – Essa coincidência deveu-se, única e exclusivamente, ao facto de, nesse momento, se estar a registar nos preços praticados nos Açores o impacto provocado por essa sucessão de subidas do preço do barril do petróleo nos mercados internacionais, o que já não acontecia com os preços praticados, também nessa altura, no continente;

5 – Os novos preços máximos de venda ao público, que entram em vigor esta quinta-feira, mantêm-se a um nível significativamente inferior ao registado no mercado nacional, com diferenças de menos 16,3 por cento para a gasolina 95, de menos 15,9 por cento para a gasolina 98, de menos 13,6 por cento para o gasóleo rodoviário, menos 25,3 por cento para o gasóleo agrícola, de menos 26,3 por cento para o gasóleo pescas, de menos 39,6 por cento para o gás butanos e de menos 47,8 por cento para o fuel indústria.


GaCS/NM

Greve dos Enfermeiros com 76 % de adesão nos Açores




A greve dos enfermeiros nos Açores registou, no turno da manhã de hoje, uma adesão de 76%, no conjunto das unidades de saúde da Região.


Nos hospitais aderiram 85% dos enfermeiros, enquanto nos Centros de Saúde a adesão foi de 69%.


A Secretaria Regional da Saúde esclarece, uma vez mais, que a percentagem de adesão à greve é determinada em função dos funcionários escalados para o turno a que diz respeito e não ao total de enfermeiros existentes em cada unidade de saúde.


Esclarece, de igual modo, que esse cálculo resulta de um levantamento exaustivo de todas as unidades de saúde da Região, método que foi sempre utilizado em circunstâncias anteriores.


GaCS/RC

Preço dos combustíveis acompanha subida do petróleo nos mercados internacionais



As alterações que se têm vindo a registar no preço do petróleo nos mercados internacionais vão originar uma actualização dos preços máximos de venda ao público praticados nos Açores para as gasolinas e para os gasóleos rodoviário e agrícola a partir das 00h00 da próxima quinta-feira. Os aumentos serão de um cêntimo por litro para estes combustíveis.

Com a entrada em vigor dos novos preços de venda máxima ao público os combustíveis continuam, no entanto, a ser vendidos na Região a um preço significativamente inferior ao registado no mercado nacional, com diferenças que oscilam entre os 13,6 por cento no caso do gasóleo rodoviário e os 47,8 por cento de diferença no que diz respeito ao fuel.

Assim, as gasolinas de 95 e 98 octanas, passam a ser comercializadas nos Açores a €1,22 e €1,28 por litro respectivamente, enquanto que no continente são comercializadas a €1,41 e €1,48 por litro, o que significa uma diferença de menos 16,3 por cento e de menos 15,9 por cento.

O gasóleo rodoviário, será comercializado nos Açores a um preço máximo de €1,02 por litro, ou seja menos 13,6 por cento em relação ao continente, onde o seu preço por litro se encontra fixado em €1,15.

No caso do gasóleo agrícola o preço máximo agora fixado para os Açores é de 62 cêntimos por litro, o que corresponde a um valor 25,3 por cento mais barato do que no continente, onde o preço praticado para este combustível é de 77 cêntimos por litro.

No caso do gasóleo pescas, serão mantidas as actuais diferenças em relação ao mercado nacional: no Açores um litro deste combustível tem um preço de 48 cêntimos por litro, enquanto que no continente esse valor é de 60 cêntimos por litro, ou seja, uma diferença de menos 26,3 por cento nos Açores.

O gás de consumo doméstico mantém igualmente o seu preço máximo fixado em €1,05 por quilo, o que equivale a uma diferença de menos 39,6 por cento em relação ao preço praticado no continente, que é de €1,46.

Já no caso do fuel, a diferença de preços entre o continente e os Açores é ainda mais significativa: este combustível é vendido na Região a um preço de €0,380 por quilo enquanto que no continente o seu preço por quilo é de €0,562 por quilo.

Os novos preços máximos por litro praticados nos Açores entram em vigor às 00h00 desta quinta-feira.


GaCS/NM

terça-feira, 30 de março de 2010

Greve dos Enfermeiros com 75 % de adesão nos Açores



A greve dos enfermeiros nos Açores registou, hoje, uma adesão de 75%, no conjunto das unidades de saúde da Região.

Nos hospitais aderiram 86% dos enfermeiros, enquanto nos Centros de Saúde a adesão foi de 66%.




GaCS/RC

Governo reforça apoio à aquisição de produto de categoria fibrosa para alimentação animal



O Governo Regional apoia e reforça de modo extraordinário, a aquisição de produto para alimentação animal, de forma a colmatar as quebras verificadas na produção forrageira, provocadas pelas condições climáticas adversas, que de uma forma persistente, se têm feito sentir nos últimos meses.

Após a disponibilização de 11 mil toneladas, a Secretaria Regional da Agricultura e Florestas, iniciou uma nova operação reforçando o plafond inicial em mais 50 por cento, na quantidade de 5,5 mil toneladas de produto alimentar de categoria fibrosa, como forma de ajudar os produtores açorianos a ultrapassar as suas necessidades forrageiras normais, bem como os desequilíbrios na gestão dos stocks alimentares destinados aos seus efectivos pecuários.

Continua a ser concedido, tendo em conta a operação de reforço adicional que se iniciou, uma ajuda de cinco cêntimos por quilograma para as ilhas de São Miguel e Terceira e de sete cêntimos por quilograma nas restantes ilhas.

Como tal, todos os produtores detentores de efectivo bovino nos Açores, podem adquirir, com desconto já estabelecido no acto da compra pelo operador, o referido produto fibroso junto das fábricas e dos revendedores de concentrados e de rações para animais na Região, de forma a poderem cobrir as necessidades dos seus animais.

Até ao momento já foram disponibilizadas, a preços bonificados 11 mil toneladas de fibra alimentar para bovinos aos agricultores açorianos, tendo-se procedido a partir do dia 25 de Março, ao reforço suplementar de apoio de mais 5.500 toneladas, visando a ajuda directa às explorações pecuárias.


GaCS/MS

segunda-feira, 29 de março de 2010

Estão abertas as pré inscrições para o Curso de Treinadores de Futebol e Futsal


A Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa e a Associação de Futebol de Angra do Herísmo, informam que estão abertas as pré inscrições para o Curso de Treinadores de Futebol UEFA B (nível II) e para o curso de treinadores de Futsal Nível II, a decorrer no final da presente época desportiva na Ilha Terceira.

Para a realização dos cursos é necessário possuir o nível I da respectiva modalidade.

As inscrições podem ser efectuadas por telefone ou por correio electrónico para a Associação de Futebol de Angra do Heroísmo.

Telefone: 295 213 617

E-mail:
geral.afah@fpf.pt
CMSCG

Dois vídeos raros de 1986 das comemorações dos 500 anos da Vila de Santa Cruz


Tenho o prazer de vos apresentar dois vídeos raros que foram recentemente adicionados ao Grupo Galeriacores e que marcam toda a efeméride dos 500 anos de existência da Vila de Santa Cruz da Graciosa.


O primeiro vídeo apresenta imagens do cortejo e o segundo apresenta igualmente imagens de um bodo de leite com Juventino Ramos, ambos filmados no centro da Vila de Santa Cruz no ano de 1986 (há já quase 25 anos!) altura em que a Vila comemorava os 500 anos.


Ambos os vídeos são da autoria do nosso conterrâneo, Sr. Manuel Espínola, membro do Grupo Galeriacores, residente na Província do Ontário, Canadá.

Fica aqui os nossos agradecimentos ao Sr. Manuel Espínola pela simpática amabilidade de os partilhar com todos nós, o nosso muito obrigado.









domingo, 28 de março de 2010

Desporto na Graciosa para este fim de semana


Acompanhe a cobertura jornalística em vídeo desta e outras notícias actuais da nossa ilha e em directo na página "Graciosa Online" de Luís Costa. Para aceder ao site basta apenas clicar aqui neste banner do desporto.

sexta-feira, 26 de março de 2010

Secretário da Ciência e Tecnologia desafia Espaços TIC a oferecerem novas valências



Inovação e novas valências para o cumprimento eficaz da cultura científica e tecnológica dos açorianos. Foi este o desafio que o secretário regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos pediu, hoje, aos monitores e coordenadores dos Espaços de Tecnologias da Informação (TIC), da Rede da Sociedade de Informação dos Açores.

José Contente aproveitou a reunião dos monitores para lançar um novo estímulo a estas estruturas, referindo que “devem lançar novas acções, nós precisamos de inovar, de renovar práticas e oferecer, no seio dos postos de informática, novas valências”.

Nós estamos apostados a fazer nos Açores, a este nível, uma rede inteligente e pensante de Santa Maria ao Corvo, de modo a aumentar a cultura científica e tecnológica dos açorianos. E este trabalho é fundamental porque é sempre mais um degrau num conjunto de acções e medidas que o Governo tem no âmbito do programa do Sistema Científico e Tecnológico.

Manter os postos centros e núcleos TIC – no total existem 74 nos Açores - com elevado sentido pedagógico, cívico e cultural, é exigência que é feita, pelo executivo, aos monitores, a fim de os elevados níveis de procura que têm registado nos últimos anos, na sua maioria jovens, os quais, sobretudo em ilhas mais pequenas, vêm aqui o único espaço onde podem ter acesso, gratuitamente, às novas tecnologias da informação.

O governante apelou também ao sentido de responsabilidade de cada um dos monitores para salvaguardarem a integridade física dos espaços, exercendo uma liderança e uma gestão responsável porque, só assim, disse, “o Governo Regional poderá continuar a apoiar estes espaços, criados com um objectivo claro, melhorar a cultura científica e tecnológica dos açorianos e, por isso, não pode haver desvirtuamentos da utilização menos própria destes espaços”.

José Contente anunciou hoje que os Espaços TIC vão conhecer um novo impulso já a partir do final de 2010, altura em que a tutela irá lançar um novo concurso para que o funcionamento, desenvolvimento e manutenção destes equipamentos e infra-estruturas esteja assegurado, “a fim de ser dada a continuidade à medida de apoio aos Espaços TIC, fundamental para o objectivo global de difusão da cultura científica e tecnológica nos Açores”, acrescentou.

No ano de 2009 os Espaços TIC foram apoiados através de um financiamento global na ordem dos 750 mil euros para gestão, aquisição de novos equipamentos e formação na área das tecnologias.

José Contente dirigiu ainda uma palavra de reconhecimento ao trabalho dos monitores, coordenadores e utentes dos Espaços TIC porque, diariamente, contribuem para o enraizamento e crescimento da cultura científica nos açorianos.



GaCS/VS

Publicada lista ordenada de graduação do concurso interno de provimento




A lista ordenada de graduação do Concurso Interno de Provimento, ao qual foram opositores 334 docentes com vínculo aos quadros de escola e de zona pedagógica, já se encontra disponível no endereço http://concursopessoaldocente.azores.gov.pt/

A esta fase do concurso, aberto a nível nacional e para colocação regional, cuja apresentação de candidaturas decorreu de 29 de Janeiro a 11 de Fevereiro, segue-se o prazo para recurso hierárquico, de 31 de Março a 12 de Abril, a realizar através de formulário electrónico, disponível em
http://concursopessoaldocente.azores.gov.pt/

Informações complementares sobre o processo estão acessíveis em
http://concursopessoaldocente.azores.gov.pt/


GaCS/RM

quinta-feira, 25 de março de 2010

Governo Regional concede tolerância de ponto na tarde de Quinta-Feira Santa



O executivo açoriano decidiu conceder tolerância de ponto aos trabalhadores da Administração Pública Regional dos Açores no período da tarde do próximo dia 1 de Abril, Quinta-Feira Santa.

O despacho do presidente do Governo Regional dos Açores, Carlos César, tem em consideração a necessidade de produtividade asssociada à preocupação de garantir serviços de qualidade aos cidadãos mas também a tradição no período da Páscoa.


GaCS/CM

Campanha contra o consumo abusivo do álcool




A Direcção Regional da Prevenção e Combate às Dependências apresentou hoje a campanha de prevenção do abuso do álcool, nas festas de Verão.

A primeira acção conta com a colaboração da Comissão das Sanjoaninas, em Angra do Heroísmo, mas a intenção é alargar a campanha a outras festividades da Região.

A directora regional da Prevenção e Combate às Dependências, Paula Costa, sublinha que a intenção não é reprimir o espírito festivo, mas mostrar que “existem várias formas de fazer a festa”.

A campanha iniciou-se hoje com a apresentação de uma pulseira onde está impressa a frase, “FAZ A FESTA 100 _X_ _ _ _ _”, que se irá completando ao longo das diversas etapas.

A iniciativa incluirá outras acções de sensibilização que serão divulgadas ao longo do Verão.

O envolvimento das comissões das festas, como acontece agora com as Sanjoaninas, pretende expressar a participação activa da sociedade.

A Direcção Regional da Prevenção e Combate às Dependências, lança esta campanha, tendo em conta estudos que demonstram que há uma maior prevalência de consumo álcool por parte dos jovens e porque o uso excessivo é facilitador de outros comportamentos de risco.



GaCS/RC

O filme "NOVE" em cinema na Graciosa esta Sexta-feira


Vai ser exibido esta Sexta-feira em cinema o filme "NOVE" no Centro Cultural de Santa Cruz, dia 26 de Março pelas 21H00.


País: EUA


Género: Musical, Romance


Duração: 110 min.


Classificação: M/12Q


Realização: Rob Marshall


Intérpretes: Daniel Day-Lewis, Marion Cotillard, Penélope Cruz, Nicole Kidman, Judi Dench, Kate Hudson, Sophia Loren


Sinopse: Guido (Daniel Day-Lewis), um famoso realizador de cinema, enfrenta uma crise de enormes proporções, tanto a nível criativo como pessoal, enquanto se reparte entre as numerosas mulheres da sua vida, incluindo a sua mulher (Marion Cotillard), a amante (Penélope Cruz), a musa do seu filme (Nicole Kidman), a sua confidente (Judi Dench), uma jornalista americana (Kate Hudson), uma prostituta (Fergie) e a sua mãe (Sophia Loren).



Fonte: CMSCG




quarta-feira, 24 de março de 2010

Vias verdes para salvar vidas



A implementação da via verde coronária e da via verde do AVC constituem os eixos do Programa Regional de Prevenção e Controlo das Doenças Cérebro - Cardiovasculares.

O médico Dinis Martins, gestor do programa, diz que a sua aplicação vai permitir salvar muitas vidas e diminuir significativamente as sequelas dessas doenças. Por outras palavras vai promover "maior sobrevivência com melhor sobrevivência".

A implementação destas vias verdes implica a realização de protocolos, de modo a que as diferentes unidades de saúde harmonizem os procedimentos de tratamento, de referenciação e de encaminhamento dos doentes.

Por outro lado, serão desenvolvidas campanhas de divulgação com o objectivo de informar as pessoas sobre os sintomas que constituem sinais de alerta e que devem levá-las a procurar os serviços de urgência.

O gestor do programa diz que é importante que as pessoas tenham informação que lhes permita distinguir a dor coronária, de uma picada ou pontada. A dor no coração, que pode constituir motivo de preocupação, explica Dinis Martins, "é uma dor tipo peso, aperto, queimadura ou ardor no meio do peito, que pode espalhar-se para a garganta, para a mandíbula, ou também para os braços, para as mãos, ou para o estômago e que dura mais de trinta minutos".

Neste caso, a pessoa deve procurar ajuda no serviço de urgência mais próximo.

Os profissionais de saúde, por seu lado, terão formação específica para reconhecerem rapidamente esses sintomas e documentarem com brevidade o diagnóstico para se proceder a uma terapêutica rápida e eficaz.

O protocolo definido para a via verde coronária determina que seja feito um electrocardiograma no espaço de dez minutos, de modo a confirmar se se trata ou não de um enfarte do miocárdio.

No caso do acidente vascular cerebral (AVC), os sintomas são a perturbação da fala, o desvio da estrutura labial ou a perca súbita de força num braço ou numa perna. Nestas circunstâncias, a pessoa deve, de igual modo, recorrer o mais rapidamente possível a um serviço de urgência.

As unidades de saúde também disporão de protocolos que lhes permitam, com celeridade, identificar e encaminhar o doente.

O programa Regional de Prevenção e Controlo das Doenças Cérebro - Cardiovasculares -- um dos quatro programas do Plano Regional de Saúde já concluídos - assenta, de igual modo, em campanhas sobre estilos de vida saudáveis e factores de risco, estratégias que são, de resto, transversais a outros programas.

As doenças cérebro - cardiovasculares, nomeadamente os acidentes vasculares cerebrais (AVC) e a doença coronária (DC) ou doença isquémica do Coração (DIC), são a principal causa de mortalidade na Região Autónoma dos Açores, tal como se verifica no resto do país e em muitos países ocidentais. Estas doenças são também importantes causas de morbilidade, invalidez e anos potenciais de vida perdidos na população.

Com o Plano Regional de Saúde, pretende-se atingir melhores indicadores de Saúde, no ano de 2012.



GaCS/RC

Governo apoia cerca de 400 pessoas em grupos de exclusão social



A secretária do Trabalho e Solidariedade Social presidiu, hoje, a uma reunião com quatro das instituições de solidariedade social que fazem parte da Rede de Apoio à Mobilidade Humana.

A reunião, que aconteceu em Angra do Heroísmo, teve como objectivo uma análise sobre o funcionamento da rede, que tem como principal objectivo apoiar pessoas em situação de exclusão social, como repatriados, sem-abrigo e imigrantes.

A Rede de Apoio à Mobilidade Humana foi criada em 2005, e abrange uma série de instituições que desenvolvem um trabalho que vai desde o atendimento especializado até à atribuição de prestações que são destinadas a essas pessoas.

Segundo Ana Paula Marques, neste momento cerca de 400 casos estão a ser acompanhados, o que se exprime anualmente cerca de um milhão de euros em apoios. Só no ano passado, em São Miguel o programa apoiou cerca de 470 pessoas, e 181 na Terceira.

No entanto, a secretária regional salienta a importância deste investimento para que seja possível “minimizar a insegurança social”, entre outros factores. “Sem o apoio social algumas destas pessoas praticariam crimes, e a paz da nossa sociedade seria outra”.

Desde 1989 que os Açores receberam cerca de mil repatriados, contudo Ana Paula Marques lembra que muitas destas pessoas já constituíram família e já estão perfeitamente inseridos na sociedade.

A secretária regional do Trabalho e Solidariedade Social lembrou ainda que a inclusão social é um trabalho que tem de ser desenvolvido por todos, incluindo a sociedade civil, e que é necessário “um amplo debate público para alertar as pessoas a serem solidárias com os excluídos socialmente”, uma vez que uma “sociedade equilibrada protege os desfavorecidos”.



GaCS/AMP

Hora muda domingo nos Açores




A chamada “hora de Verão”, que coincide no arquipélago com o tempo universal coordenado (UTC), entra em vigor nos Açores no próximo domingo, dia 28.


A mudança da hora efectua-se adiantando os relógios 60 minutos às zero horas de domingo.


O regime da “hora de Verão” vigorará nos Açores até ao último domingo de Outubro próximo.


GaCS/FG

terça-feira, 23 de março de 2010

Director da Juventude exorta jovens açorianos a intervirem na sociedade



O director regional da Juventude afirmou hoje, na Horta, que viver a República, cujo primeiro centenário da sua implantação se celebra este ano em Portugal, é também “participar e intervir na sociedade”.

Bruno Pacheco fez esta afirmação na abertura da sessão regional do Parlamento dos Jovens relativo ao ensino secundário, que decorre esta terça-feira na sede da Assembleia Legislativa dos Açores, dedicada à temática do centenário da República Portuguesa.

Segundo referiu, é interessante verificar que, ano após ano, os Açores apresentam os melhores índices de participação per capitae do país nesta iniciativa da Assembleia da República, tanto para os alunos do ensino secundário como para os alunos dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico.

Ora, isso é um dado relevante e deve ser visto como motivo de orgulho para todos nós, adiantou Bruno Pacheco.

O director regional anunciou também o lançamento de um programa de fomento à participação dos jovens na sociedade, denominado “Fórum Jovem – 100% Cidadão”.

A iniciativa, que será apresentada amanhã na Escola Secundária Jerónimo Emiliano de Andrade, em Angra do Heroísmo, terá a duração de três anos e percorrerá todas as freguesias dos Açores.

Favorecer a participação dos jovens e a sua capacidade de intervir e levar os decisores políticos a todas as freguesias, confrontando-os com as necessidades e ambições dos jovens açorianos, são os principais objectivos deste fórum.

Bruno Pacheco adiantou ainda que esta iniciativa, para além da sua vertente presencial, assente numa metodologia itinerante, tem também uma componente electrónica, que permite a participação dos jovens através do site do fórum.

Na sessão regional do Parlamento dos Jovem que hoje decorre na Horta participam mais de quatro dezenas de alunos em representação das Escolas Básicas e Secundárias das Flores, de Vila Franca do Campo, da Graciosa, das Velas e de S. Roque do Pico, da Escola Básica Integrada Mouzinho da Silveira, das Escolas Profissionais da Praia da Vitória e de S. Jorge e das Escolas Secundárias Antero de Quental, Manuel de Arriaga, Domingos Rebelo, Vitorino Nemésio, da Ribeira Grande e da Lagoa.

A sessão nacional do Parlamento dos Jovens do ensino secundário terá lugar no hemiciclo da Assembleia da República, nos dias 26 e 27 de Abril, e contará com seis jovens dos Açores, em representação de três escolas.

Paralelamente a esta iniciativa, decorre também hoje, na Horta, a fase regional do concurso Euroescola, com a participação de 12 alunos em representação de quatro escolas.

Os deputados eleitos pelas respectivas escolas deverão redigir um argumento de defesa das suas medidas, sobre o tema “A luta Contra a Pobreza e a exclusão Social”, o qual será avaliado por um júri independente com conhecimentos sobre aquela temática.


GaCS/FG

Programas do PRS em consulta pública



O Programa Regional de Saúde Escolar e de Saúde Infanto-Juvenil e o Programa Regional de Controlo da Dor encontram-se, a partir de hoje, em discussão pública.

Os documentos podem ser consultados, até ao dia seis de Abril, no portal do Governo, na página da Direcção Regional da Saúde, ou directamente através do endereço:

http://www.azores.gov.pt/Portal/pt/entidades/srs/textoImagem/Consulta+Pública+do+Anteprojecto+do+Plano+Regional+de+Saúde+2009-2012.htm.

As sugestões devem ser enviadas para a Direcção Regional da Saúde, Solar dos Remédios, Angra do Heroísmo, ou por correio electrónico, para o endereço:
sres-drs@azores.gov.pt.


GaCS/RC

Açores, local privilegiado para observar cetáceos



Nos Açores têm sido avistados indivíduos de várias espécies de cetáceos, algumas delas raras. Para além disso, alguns dos animais aqui registados são também observados em diferentes locais do planeta, o que, para a Direcção Regional do Ambiente, constitui uma rara oportunidade para entender as grandes rotas migratórias e tentar relacioná-las com os factores ambientais que as condicionam.

Segundo Lisa Steiner, da empresa Whale Watch Azores, em 1990 foi observado um cachalote nos Açores que, posteriormente, foi avistado nas Canárias em 1993 e em 2008, passados 18 anos da observação inicial, foi novamente registado nos Açores, agora por Jasmine Zereba da empresa Futurismo. Três cachalotes machos que foram avistados pela primeira vez nos Açores, um em 1993, outro em 1999 e ainda outro 2003, foram observados pela segunda vez na Noruega em 2008, 2007 e 2008, respectivamente. Uma vez que se conhece muito pouco sobre os movimentos dos machos de cachalote no Atlântico Norte, considera-se que estes avistamentos constituem raras oportunidades para aumentar o conhecimento sobre a ecologia destes animais.

Em Cabo Verde foi avistada em Abril de 2009, por Fred Wenzel, uma baleia-de-bossas observada previamente nos Açores em Junho de 2006. A confirmação foi feita com a utilização do Catálogo das baleias-de-bossas do Atlântico Norte, mantido pelo Colégio do Atlântico. Os indivíduos desta espécie que ocorrem na Região pertencem à população mais ampla do Atlântico Norte. Embora não existam estimativas fiáveis do seu efectivo populacional actual, a sobre-exploração massiva resultou na depleção da população em algumas das antigas áreas de caça, incluindo o Atlântico Norte. Também por esta razão, a observação e as inerentes tentativas de verificação do manancial fornecem aos cientistas dados cruciais para tentarem verificar se as tendências de declínio ainda se mantêm ou já estarão invertidas.

Segundo a investigadora Mónica Silva, em Janeiro de 2009, biólogos do Departamento de Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores (DOP/UAç) e da empresa Whale Watch Azores, observaram uma baleia-franca boreal a sul da ilha do Pico. Trata-se da espécie de cetáceo mais ameaçada do Atlântico Norte, com um efectivo populacional que ronda os 400 indivíduos, pelo que a sua observação constitui um fenómeno extraordinário. A baleia avistada nos Açores pertence à população do Atlântico Noroeste, que vive nas águas costeiras dos Estados Unidos e do Canadá, e foi observada pela primeira vez, enquanto juvenil, em Junho de 2002 no Grande Canal Sul, a cerca de 100 km do Cabo Cod. A baleia foi baptizada como Pico, em homenagem à ilha dos Açores onde foi observada. Antes de ter sido observada nos Açores, o último avistamento da Pico tinha ocorrido em Setembro de 2008, na Baía de Fundy, Canadá. Isto significa que Pico viajou pelo menos 3320 quilómetros em 101 dias. A Pico foi novamente encontrada na Baía de Fundy, em Setembro de 2009, 237 dias após ter sido observada nos Açores. O avistamento desta baleia foi amplamente divulgado na página internet do DOP/UAç (IntraDOP) e nos meios de comunicação social regionais, nacionais e internacionais.

Ainda segundo Lisa Steiner, da empresa Whale Watch Azores, “estas notícias são surpreendentes e mostram como é útil a criação de bases de dados de longa duração, que podem mesmo ser determinantes no acompanhamento dos movimentos dos animais de longo alcance. Mostram também como é importante a colaboração entre os investigadores, sobretudo quando os animais estudados se movimentam entre diferentes áreas.”

Para Frederico Cardigos, director regional do Ambiente, "estes avistamentos são, para algumas espécies, uma ocorrência extraordinária e rara, vêm relançar o debate sobre os percursos por eles efectuados e qual a importância dos Açores na sua ecologia e vêm ainda provar que a aposta da Região na protecção do meio marinho tem sido positiva".

Também por estas razões, o jornal Sunday Telegraph identificou recentemente o destino Açores como o terceiro melhor do mundo para a observação de cetáceos, logo a seguir ao Alasca e à Noruega.



GaCS/SF/DRA

segunda-feira, 22 de março de 2010

Graciosa é uma das principais ilhas onde morrem mais pássaros em linhas eléctricas por colisão e eletrocussão


A colisão com linhas elétricas e a eletrocussão provocam anualmente a morte de cerca de 3000 aves nos Açores, segundo estimativas da Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA) que preocupam a Eletricidade dos Açores (EDA).


“Estimamos que a interação com as linhas elétricas provoque a morte a cerca de 3000 aves por ano”, afirmou Hugo Sampaio, técnico da SPEA, que desenvolveu um estudo sobre este problema em oito das nove ilhas dos Açores.


Neste estudo, que apenas não incluiu a ilha do Corvo, foram encontradas 452 aves mortas por eletrocussão ou colisão com linhas de transporte de eletricidade no espaço de um ano, o que levou à estimativa de cerca de 3000 mortes anuais no arquipélago.


“Se acontece este mal, é porque alguma coisa está a falhar”, admitiu José Manuel Marques, responsável pela Qualidade e Ambiente da EDA, acrescentando que a solução do problema pode passar pela colocação de sinalizadores nas zonas onde ocorrem mais colisões.


A SPEA e a EDA assinaram há quatro anos um protocolo para avaliar a interação entre a avifauna e a rede de transporte e distribuição de energia elétrica nos Açores.


O estudo, realizado durante um ano, detetou 452 aves mortas, das 315 por colisão com linhas elétricas e 137 por eletrocussão.


A espécie mais afetada pela eletrocussão foi o milhafre, devido ao seu porte e hábitos de caça.


“Os milhafres têm uma visão muito apurada, é das poucas espécies que gosta de poisar nos postos para caçar”, salientou Hugo Sampaio, acrescentando, no entanto, que o problema também atinge espécies mais pequenas, como gaivotas de patas amarelas, pombos das rochas, estorninhos malhados ou melros.


As ilhas Graciosa, Terceira, Santa Maria e Pico são, segundo este especialista, as que apresentam mais mortes por eletrocussão, enquanto em S. Miguel se encontram as linhas mais modernas e os postes mais seguros.


A EDA, segundo José Manuel Marques, considera que “é importante atuar” nesta área, tendo passado a realizar desde 2009 “algumas ações na manutenção e construção de linhas conducentes à diminuição do impacto na avifauna”.


Nesse sentido, a elétrica açoriana pretende adquirir em breve dispositivos anticolisão, que serão colocados inicialmente em S. Miguel e na Terceira.


José Manuel Marques garantiu, no entanto, que a EDA vai intervir em todas as ilhas até 2011, alterando a configuração dos suportes de apoio das linhas, o que deverá evitar as mortes de aves por eletrocussão.


“O plano da EDA abrange todas as ilhas, de acordo com o que foi estabelecido com a SPEA”, afirmou, acrescentando que “os resultados deverão aparecer já este ano”.


Relativamente às novas linhas de transporte de eletricidade que vierem a ser construídas, José Manuel Marques assegurou que “já terão em consideração as novas tipologias de apoio”.


Fonte: I Informação

“Passado… Presente… Futuro…História das estradas da Graciosa”.

O Secretário Regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos, José Contente, inaugurou na sede do Sport Club Marítimo, uma exposição intitulada, “Passado… Presente… Futuro…História das estradas da Graciosa”.



A cerimónia na qual participou o presidente da autarquia, contou com a participação de várias individualidades da Ilha, que ao percorrer a mostra, visualizaram algumas imagens e utensílios que se usavam antigamente para construir as estradas, numa viagem que passa pelos dias de hoje e termina numa projecção do futuro.



CMSCG

Câmara Municipal promove sensibilização sobre ambiente nas escolas


Câmara Municipal no âmbito da comemoração do Dia Mundial da Árvore e do Dia Mundial da Água, promove sensibilização nas escolas primárias abordando os temas da compostagem caseira e reciclagem.


Nestas intervenções pelas técnicas do ambiente da Câmara Municipal serão distribuídos cadernos alusivos à compostagem bem com um compostor a cada escola sendo este feito com materiais reutilizados e um caderno comemorativo do dia Mundial da Árvore.


No âmbito da sensibilização para a reciclagem serão oferecidos a cada sala de aula um conjunto de três sacos para a reciclagem.



CMSCG

Edital de trânsito

Dia Mundial da Árvore assinalado na Graciosa com plantação de árvore na Praça Fontes Pereira de Melo



O presidente da Câmara, juntamente com as crianças do 4º Ano da Escola de Santa Cruz, marcaram a passagem do dia Mundial da árvore, plantando uma araucária na Praça Fontes Pereira de Melo. Esta árvore foi baptizada de árvore da República, assinalando também as comemorações do Centenário da República Portuguesa.



No local onde foi plantada a nova árvore, foi retirada uma da mesma espécie que devido a encontrar-se doente, colocava algum perigo devido á sua envergadura e ao facto de poder tombar com os ventos fortes que se têm sentido na Ilha.


A nova araucária foi oferecida por Duarte Silva e tem 5 anos.



O Presidente da autarquia graciosense antes de proceder á cerimónia simbólica da comemoração do dia Mundial da árvore, numa conversa lúdica com as crianças da turma do 4º Ano da Escola de Santa Cruz, explicou-lhes a importância e a necessidade de se preservar as plantas e o ambiente.


CMSCG

Sistema Regional de Informação sobre a Água apresentado hoje


O secretário regional do Ambiente e do Mar presidiu, esta manhã, em Ponta Delgada, à cerimónia de lançamento do portal geográfico relativo ao SRIA - Sistema Regional de Informação sobre Água, no âmbito das comemorações do Dia Mundial da Água.

Este é um instrumento referiu, na ocasião, o director regional do Ordenamento do Território e dos Recursos Hídricos que vai permitir juntar numa mesma plataforma tecnológica, informação da Administração Pública Regional, ao nível da Secretaria Regional do Ambiente e do Mar mas também, informação de outros departamentos governamentais e que é de interesse para a abordagem das temáticas da água e ainda das autarquias.

Nesse sentido cria-se uma plataforma coerente com dados validados, o que permitirá às entidades públicas poder dar respostas aos cidadãos com base em ferramentas que estão actualizadas a uma cartografia moderna permitindo, em simultâneo, que os cidadãos possam observar o que se vai passando no arquipélago em matéria de recursos hídricos.

No final desta semana, o portal do Sistema Regional de Informação sobre a Água vai estar disponível com toda a informação relativa a todas as ilhas.

Quanto às questões relacionadas com os sistemas de aviso e de alerta, João Luís Gaspar afirmou, que estas são matérias bastante complexas porque exigem que se façam abordagens distintas ou seja, que se apliquem modelos de análise com base em dados.

Esses dados existem sob o ponto de vista qualitativo mas existem, mais recentemente, sob o ponto de vista quantitativo. Existem algumas séries mais antigas que foram obtidas através das estações do Instituto de Meteorologia dos Açores.

Porventura, a Universidade dos Açores, também, há alguns anos começou a recolher informação quantitativa e agora a Administração Pública Regional passa a ter uma importante rede.

Esta rede visa integrar todas as estações para permitir depois aos especialistas que desenvolvem modelos de aviso e de alerta oferecer probabilidades de ocorrência que permitam aos diferentes departamentos da Administração Pública Regional, às autarquias e aos próprios cidadãos responderem em conformidade.

Trata-se de um objectivo importante e urgente, mas a sua implementação no terreno vai levar algum tempo, porque são necessários dados sólidos que agora é que se estão a começar a obter para os modelos terem um maior realismo, garantiu.

É de salientar que a Universidade dos Açores, nalgumas teses de investigação, tem estado a desenvolver, em cooperação com a Administração Regional modelos muito interessantes.

Por seu turno a Direcção Regional do Ordenamento do Território em colaboração com a Universidade dos Açores vai disponibilizar um sistema de alerta e aviso para a possibilidade de ocorrência de movimentos de massa no concelho da Povoação, ainda este ano.

Trata-se de um ensaio, refere João Luís Gaspar, os dados são bons e em seu entender é um sistema muito válido e que depois pode ter implicações, mesmo para efeitos de outros departamentos, como o Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros dos Açores e os Serviços Municipais de Protecção Civil.

Este sistema quando estiver a funcionar vai permitir identificar, a ilha, ou mesmo o concelho onde há maior probabilidade da ocorrência de deslizamentos de terras, por exemplo, através do correio electrónico ou mensagens de sms, para as entidades ficarem alerta em tempo real.

No que toca às zonas balneares, o director regional, afirmou, que este inverno tem sido muito pluvioso, o que tem alterado por completo a paisagem da ilha de S. Miguel e não só, criando algumas zonas de instabilidade. Nessa linha, o executivo açoriano está a efectuar a monitorização de algumas zonas mais problemáticas, como é o caso do porto da Ribeirinha e da praia de Água D’Alto.



GaCS/LM

domingo, 21 de março de 2010

Sistema Regional de Informação da Água será disponibilizado ao público no Dia Mundial da Água




A Secretaria Regional do Ambiente e do Mar vai lançar esta Segunda-feira, dia 22 de Março, por ocasião das comemorações do Dia Mundial da Água, o portal geográfico relativo ao Sistema Regional de Informação sobre a Água (SRIA).

Trata-se de uma ferramenta informática interactiva baseada numa plataforma de informação geográfica que permitirá, a todas as entidades públicas e privadas e aos cidadãos em geral, aceder a informação georeferenciada produzida pela administração pública regional no âmbito dos recursos hídricos.

O sistema prevê a introdução gradual de toda a informação sobre a água coligida e publicada pelas autarquias e privados.



GaCS/SF/SRAM

sábado, 20 de março de 2010

José Contente participou na cerimónia de aniversário da corporação de bombeiros da Graciosa






O secretário regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos voltou a apelar, hoje, ao uso racional das ambulâncias, ou seja, apenas em situações de emergência. Na cerimónia de aniversário da corporação de bombeiros de Santa Cruz da Graciosa, José Contente referiu que “é fundamental que o socorro prestado pelos bombeiros dos Açores seja devidamente equilibrado segundo as solicitações, ou seja, é preciso utilizar as ambulâncias de um modo racional”.



Para a concretização deste objectivo, o governante apelou aos órgãos com responsabilidades na área da saúde e nas respectivas corporações, além dos cidadãos em geral, para que “usem mas não abusem do chamamento das ambulâncias, porque qualquer situação do uso indevido das ambulâncias poderá estar a comprometer uma verdadeira emergência”, assumindo que este é um aspecto que é preciso melhorar de Santa Maria ao Corvo, porque, acrescenta, “precisamos de usar os recursos da protecção civil na devida proporção do risco”.



Na cerimónia dos 29 anos da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Graciosa, na qual o secretário regional condecorou vários bombeiros, José Contente realçou o empenho do Governo dos Açores no reforço do equipamento e das viaturas dos bombeiros, o que nos últimos anos representou um investimento de 35 milhões de euros.




“Nesta região, pelo seu enquadramento geodinâmico, é preciso ter as forças de segurança equipadas para garantirem a tranquilidade dos cidadãos que vivem nesta região. E hoje podemos orgulharmo-nos de termos bombeiros bem equipados, bem preparados mas precisamos de continuar a trilhar a qualificação dos recursos humanos para que as repostas sejam mais eficazes e mais consentâneas com os riscos que impedem sobre a Região”, disse o membro do Governo Regional.


O secretário da tutela sublinhou a coragem e o empenhamento das corporações de bombeiros, e apelou novamente aos cidadãos para participarem deste sistema global de protecção civil, como cidadãos conscientes e com a noção da sua responsabilidade na auto-prevenção.





José Contente relembrou a criação de um Centro de Emergência com várias valências, “mais um sinal de como a nossa Protecção Civil está cada vez mais bem preparada”. Outro dos aspectos realçados pelo governante foi assessoria técnica de outras instituições – como a Universidade dos Açores e outras estabelecimentos de ensino superior do continente - como contributo fundamental para que a resposta seja cada vez de mais e melhor qualidade, adequada a cada um dos cenários que podem surgir no quotidiano.


A propósito, relembrou a integração do Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros dos Açores Europeia no novo Observatório do Risco, que será uma realidade ainda este ano, e onde, disse, “estabelecemos novas parcerias, novos acordos de cooperação com o melhor que se faz na Europa na segurança civil. Queremos uma protecção civil bem preparada, equipada e já temos uma certeza, nós temos a melhor protecção civil do país”.




GaCS/VS

Reabilitação completa da rede viária da Graciosa concluída na actual legislatura


A ilha Graciosa é a única ilha dos Açores com uma extensão de quilómetros de estradas regionais superiores à sua superfície, “e isso significa a grande densificação do sistema viário desta ilha”, constatou o secretário regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos, ontem à noite, em Santa Cruz da Graciosa.




José Contente, que falava na inauguração da exposição de fotografias “História das Estradas da Graciosa – Passado…Presente…Futuro”, sublinhou o facto de mais de 80 por cento da rede viária da ilha ter sido alvo de reabilitação nos Governos de Carlos César, um investimento de cerca de oito milhões de euros, garantindo que no decorrer desta legislatura os restantes 12,5 quilómetros, nomeadamente no troço Pedras Brancas/Limeira e Limeira/Porto Afonso, vão ser reabilitados.


O governante sublinhou ainda aquilo que na mostra fotográfica está designado de “futuro”, a construção do novo acesso ao futuro Centro de Saúde, referindo que “será uma realidade a curto prazo”.

A propósito da exposição, José Contente realçou o facto de não ser comum fazerem-se exposições sobre estradas, “normalmente associam-se as estradas a uma actividade mais dura, o asfalto e o betão, mas nós queremos salientar que a Secretaria Regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos pensa este tipo de infra-estruturas em várias dimensões, neste caso, também numa perspectiva histórica, representa o nosso pensar sobre as estradas”, disse.


Esta iniciativa tem percorrido as diferentes ilhas dos Açores como forma de valorizar e promover o acervo iconográfico das estradas regionais, e, por outro, homenagear o trabalho de aqueles que no passado “tiveram grandes dificuldades em rasgar as nossas estradas regionais, sem equipamentos, sem maquinaria, apenas com o seu engenho e a sua arte”, afirmou o governante, acrescentando que “ com estas exposições queremos também ilustrar as diferenças entre o passado, em alguns casos um passado recente, com a actualidade e projectar o futuro”.


Este projecto tem a particularidade de valorizar de dedicar-se a cada ilha por onde passa, ilustrando a evolução da rede viária das ilhas, mas é também um contributo para destacar e valorizar os aspectos que identifiquem a ilha em questão, neste caso além da vegetação, a exposição incluía um moinho, as valetas e as guardas metálicas, que identificam a Graciosa.

José Contente Realçou ainda o facto de as exposições desta natureza além de promoverem “o modo como cuidamos das estradas regionais, promove igualmente o embelezamento e arranjos urbanísticos que também aqui na Graciosa já começam a ter a sua expressão”.


Neste contexto, disse ainda que na Graciosa vão ser construídos novos merendários e miradouros nas sobras junto às estradas regionais, no âmbito do ordenamento paisagístico que se pretende que as estradas também cumpram, desde logo com a limpeza das bermas, o plantio junto às estradas, “o que corresponde a uma exigência do nosso desenvolvimento sustentável de forma a garantirmos um cartão de visita para quem nos visita”, rematou.



GaCS/VS

Desporto na Graciosa para este fim de semana


Acompanhe a cobertura jornalística em vídeo desta e outras notícias actuais da nossa ilha e em directo na página "Graciosa Online" de Luís Costa. Para aceder ao site basta apenas clicar aqui neste banner do desporto.

sexta-feira, 19 de março de 2010

Vice-presidente dos Açores visita a ilha Graciosa este fim-de-semana


O vice-presidente do Governo Regional dos Açores, Dr.Sérgio Ávila, vai estar de visita à Graciosa este fim-de-semana para participar na abertura da exposição comemorativa do 80.º aniversário do Farol da Ponta da Barca.

A exposição será este domingo, dia 21 de Março pelas 17H00.

Local: lugar do Farol da Ponta da Barca, em Santa Cruz da Graciosa.


GaCS

quinta-feira, 18 de março de 2010

Bombeiros Voluntários da Graciosa comemoram 29º aniversário


Bombeiros Voluntários da Graciosa comemoram 29º aniversário neste Sábado, dia 20 de Março.


José Contente, secretário regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos preside à cerimónia comemorativa no quartel dos bombeiros pelas 11H00.



GaCS

Dia Mundial da árvore



A Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa, juntamente com a Turma do 4º ano da Escola de Santa Cruz, vai plantar uma árvore dia 19 de Março pelas 11h00 na Praça Fontes Pereira de Melo, numa cerimónia simbólica, integrada nas comemorações do dia Mundial da árvore e da Floresta assinalando a entrada na Primavera .

Não esqueça que uma árvore é sinónimo de Vida.





Neste dia plante uma árvore!



A comemoração oficial do Dia da Árvore teve lugar pela primeira vez no estado norte-americano do Nebraska, em 1872.As comemorações do Dia Mundial da Floresta têm as suas raízes em manifestações mais longínquas, nomeadamente o ancestral culto das Árvores e das Florestas que existiu em diversas culturas primitivas;Alguns factos:

. As florestas constituem um valioso recurso natural renovável gerador de bens e serviços;


. As florestas contribuem para o equilíbrio do planeta. Têm um importante papel no combate à desertificação, às alterações climáticas e na defesa da biodiversidade;


. As florestas mais antigas constituem um importante património cultural;


. As florestas actuais resultam de um longo processo evolutivo de milhões de anos;


. A "Primavera boreal" tem início, a 20 de Março e termina a 21 de Junho



CMSCG

Recuperação de casa no Carapacho


A Câmara Municipal está a recuperar uma habitação no Carapacho.




Devido às más condições e à consequente impossibilidade de ser habitada, a Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa iniciou a recuperação de uma habitação no Carapacho, estando a mesma quase pronta para ser entregue.


A recuperação de habitação degradada é uma das preocupações do novo executivo camarário.



CMSCG

Arranjos urbanísticos da estrada regional na Graciosa garantem segurança e sustentabilidade ambiental



O secretário regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos visitou, esta manhã, o arranjo urbanístico do Charco Boga, no lugar da Vitória, freguesia de Guadalupe, na ilha Graciosa. No local, José Contente assinalou a preocupação constante do executivo regional no arranjo das sobras da estrada regional, garantindo não só a segurança mas também a integração paisagística.

O novo parque de estacionamento do Largo Charco Boga veio dar uma nova configuração ao local, transformando-o num espaço agradável com a plantação de árvores, arranjo dos muros de pedra, construção de passeios e pavimentação das respectivas baias de estacionamento criadas.

O governante visitou também o arranjo urbanístico do lugar da Cruz do Bairro na estrada regional n.º 5-2ª, que apresentava anteriormente um “aspecto descuidado e era utilizado como estacionamento desordenado e para depósito de alfaias agrícolas”, referiu. Depois da intervenção, o local ganhou estacionamento ordenado, passeios e arranjo dos muros.

Os arranjos urbanísticos nas sobras das estradas regionais implicou um investimento na ordem dos 60 mil euros.

“Além de garantir vários lugares de estacionamento ordenados, também procedemos ao plantio de árvores, garantindo uma sustentabilidade ambiental, adequado à configuração que queremos para as nossas estradas regionais”, disse José Contente.

O secretário regional reiterou o investimento de 7,8 milhões de euros para a reabilitação, até ao momento superior a 80 por cento da rede viária da Graciosa, acrescentando que ainda no decorrer desta legislatura serão intervencionados os troços de estrada regional em falta, “reforçando o plantio de árvores e construindo miradouros e merendários para embelezar as estradas transformando-as em cartões de visita”, sublinhou o governante.



GaCS/VS

O filme "Sherlock Holmes" será exibido esta Sexta-feira no Centro Cultural da Graciosa



O filme "Sherlock Holmes" será exibido no Centro Cultural de Santa Cruz da Graciosa esta Sexta-feira, dia 19 de Março, pelas 21H00.

Países: Reino Unido, EUA, Austrália

Género: Crime, Aventura, Thriller

Duração: 128 min.

Classificação: M/12

Realização:
Guy Ritchie

Intérpretes:
Robert Downey Jr., Rachel McAdams, Jude Law, Mark Strong

Sinopse:

O detective Sherlock Holmes e o seu leal parceiro Watson encontram o seu último desafio. Revelando habilidades de luta tão letais quanto o seu lendário intelecto, Holmes vai lutar como nunca para derrubar um novo inimigo e desvendar uma conspiração mortal que pode destruir o país.


CMSCG




quarta-feira, 17 de março de 2010

Exposição de fotografia “Histórias das Estradas da Graciosa: passado…presente…futuro”


José Contente, o secretário regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos vai estar presente na abertura desta exposição de fotografia “Histórias das Estradas da Graciosa: passado…presente…futuro”, esta Sexta-feira, dia 19 de Março, pelas 18H00.

Local: Sport Clube Marítimo, em Santa Cruz da Graciosa.



GaCS

Farol Ponta da Barca vai comemorar neste fim-de-semana o seu 80º aniversário



No dia 21 de Março a Marinha irá assinalar os 80 anos de funcionamento do Farol da Ponta da Barca, na ilha Graciosa, através da Capitania do Porto de Angra do Heroísmo, da Delegação Marítima da Graciosa e da Direcção de Faróis.

Nesse dia, em comemoração do seu aniversário, irão realizar-se várias actividades tais como um passeio de ciclo turismo pelos Faróis e farolins, um passeio equestre e um passeio de motos que visitarão diferentes lugares.

Nesses pontos haverá uma breve explicação sobre o funcionamento dos faróis e farolins.

Estas actividades serão organizadas em parceria com o Serviço de Desporto da Graciosa e da Câmara Municipal de Santa Cruz assim como com a Associação Equestre Graciosense e com o Motoclube da Graciosa.

Para além dos passeios, decorrerá também a actividade de mergulho e limpeza subaquática do Porto de Pesca da Vila da Praia, organizada em parceria com a empresa Nautigraciosa.

No final do dia realizar-se-á uma Cerimónia comemorativa e serão entregues lembranças aos participantes.

Entre os dias 24 de Março e 24 de Abril serão realizadas visitas escolares ao Farol, onde as crianças poderão visitar uma exposição e assistir ao filme “Faróis de Portugal”.

Nos dias 27 e 28 de Março, 3 e 4 de Abril o Farol da Ponta da Barca estará aberto ao público em geral.

As comemorações serão igualmente assinaladas através da edição de um bilhete-postal e de um azulejo comemorativo da efeméride.

A Marinha – Capitania do Porto de Angra do Heroísmo convida todos os Graciosenses a juntarem-se às comemorações participando nos Itinerários pelos Faróis e Farolins do dia 21 de Março.


História do Farol da Ponta da Barca

Apesar de incluído no Plano Geral de Balizagem de 1883 e de ter a sua localização aprovada em 1902, o Farol da Ponta da Barca só foi inaugurado em 1 de Fevereiro de 1930.

Todo o equipamento de relojoaria, a óptica e a lanterna que a acolhe foram adquiridos em França, em 1927, pelo valor de 804 200 francos franceses (na altura 72.378$00 escudos).

O edifício inicial tinha apenas duas habitações para faroleiros, mas em 1952 foi construída mais uma habitação, à qual alguns anos depois seria adicionada uma quarta, permitindo que a lotação do farol passasse a ser de quatro faroleiros.

Em 1958 o farol foi electrificado através da instalação de dois grupos electrogéneos e em 1999 passou a ser abastecido com energia da rede pública.

Encontrando-se numa zona muito exposta às intempéries, o que exige cuidada manutenção, o Farol da Ponta da Barca tem hoje a torre mais alta dos faróis dos Açores, possui uma óptica de Fresnel de 3ª ordem, de 500mm de distância focal, garantindo um alcance de 20 milhas náuticas.


Fonte: A União

Governo anuncia no parlamento “pacote” de 14 medidas de apoio ao sector das pescas



O Governo dos Açores vai passar a comparticipar os custos com os seguros de acidentes de trabalho e pessoais dos pescadores açorianos até ao montante de 200 euros por tripulante embarcado e por ano.

A decisão, hoje anunciada no parlamento açoriano pelo subsecretário regional das Pescas, faz parte de um “pacote” de 14 medidas de apoio ao sector das pescas aprovadas pelo Governo Regional com o intuito de “alavancar o potencial social e económico” desta actividade.

Segundo revelou Marcelo Pamplona, o governo, depois de já ter accionado este ano o FUNDOPESCA, na sequência da quebra de rendimentos originada pelo mau tempo, irá reavaliar novamente este mecanismo de protecção social pescadores no final do corrente trimestre, “com vista a apurar se se justifica idêntico apoio no próximo mês de Abril”.

O subsecretário regional prometeu também para este ano o início do Programa Reactivar-Pescas, uma iniciativa que prevê a realização de cursos de valorização e de requalificação profissional dirigidos aos pescadores que temporariamente deixem a actividade.

Destinado a um universo de 250 pescadores das ilhas de S. Miguel e da Terceira, este regime formativo “terá a duração de 12 a 20 meses e garantirá durante aquele período uma bolsa mensal, a cada pescador que frequente o curso, equivalente ao salário mínimo regional”, adiantou o governante.

Anunciou igualmente que o governo irá distribuir pelas tripulações da frota regional de pesca um manual da segurança social contendo as regras e procedimentos que os ajudem no sentido de melhor usufruírem dos regimes de apoios sociais e de reforma existentes.

Outra das medidas referidas por Marcelo Pamplona prende-se com o acesso à profissão de pescador por parte de quem não tem a escolaridade obrigatória, mediante a conclusão de curso profissional com aproveitamento. Tal situação, adiantou o governante, “permitirá não só diminuir custos na actividade, como dar maior estabilidade na organização das tripulações de cada embarcação”.

No âmbito do regime de incentivos à frota local e costeira, o subsecretário regional referiu que o governo irá passar a apoiar financeiramente jovens armadores que queiram adquirir embarcações de pesca que já estejam em actividade”.

Com esta medida, precisou o governante, “vamos ajudar os armadores que tenham menos de 40 anos, apoiando em 15% do custo da aquisição de embarcações, em segunda mão e já em actividade no mar dos Açores, até ao limite dos 50.000 euros”.

Conforme anunciou, os incentivos governamentais vão ser também extensivos aos armadores que pretendam “retirar da frota embarcações da pesca local e pequena pesca costeira que estejam licenciadas e que não tenham as adequadas condições de trabalho e de segurança”.

Outra das medidas referenciadas por Marcelo Pamplona consiste na renegociação com a banca dos protocolos de concessão de empréstimos reembolsáveis aos armadores, de forma a prolongar os prazos de pagamento de 7 para 10 anos.

Quanto à exploração pesqueira, o subsecretário referiu que o governo, com vista a conseguir um histórico de pesca a nível comunitário, irá ceder temporariamente artes e equipamentos de pesca para a captura do peixe-espada preto e garantir um preço de aquisição em lota de 3 euros por quilo, numa quota a definir posteriormente.


GaCS/FG